target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O segredo da floresta do pânico - Gillian Summers

>>  sexta-feira, 13 de junho de 2014

SUMMERS, Gillian. O segredo da floresta do pânico. Rio de Janeiro: Editora Bertrand, 2014. 238p. (Faire folk, v.3). Título original: The secret of the dread forest.

“A atmosfera estava densa, uma névoa esverdeada acalentadora brilhando por toda a área. No alto, galhos mais grossos que os troncos de muitas árvores uniam-se a centenas de metros do chão. Era como se eles estivessem numa catedral viva, a copa cheia de bathas. Ariel sobrevoou a área, um rastro reluzente de magia dourada iluminando as asas conforme ela planava pelas árvores. Seu grito penetrante ressoou, lembrando a Keelie que, embora tivesse usado magia negra, fora por um motivo nobre. De alguma forma, isso tinha que contar para alguma coisa.” p.186

E outra trilogia chega ao fim! A trilogia fantástica Povo das árvores tem como foco fadas e elfos, está muito ligada à cultura renascentista e ao amor pela natureza – onde árvores são seres vivos e pensantes, com alguns poderes mágicos. Hoje vou contar para vocês o que achei do final com O segredo da floresta do pânico da Gillian Summers.

Em A filha do pastor das árvores conhecemos Keelie, 15 anos, que acaba de perder a mãe, e é obrigada a ir morar com o pai que a abandonou quando criança. No Colorado ela conhece Zekeliel e o Festival de Renascença da Montanha Alta. Inicialmente odeia aquele cenário no meio da natureza, as roupas estranhas e o povo esquisito. Mas acaba descobrindo sua verdadeira identidade, ela têm estranhos poderes, é meio elfa e meio humana, faz novos amigos e enfrenta grandes inimigos. Em No coração da floresta Kel e seu pai vão para o Festival da Renascença de Wildewood. Ela está interessada por Sean, a elfa malvada Elia continua lhe causando problemas e um novo perigo se aproxima. A floresta está doente, como pastora das árvores e sente o sofrimento da árvore. Quando um unicórnio começa a persegui-la o pai ordena que ela se afaste da floresta, mas quando seu pai e vários outros elfos caem doentes, ela precisa intervir.

A partir daqui contém spoilers se você não leu os dois livros anteriores da trilogia.

Keelie Heartwood enfrentou e derrotou um elfo do mau, salvou a vida de um unicórnio e a floresta de Wildewood. Agora ela e o pai partem para a Floresta do Pânico. Seus amigos estão longe, ela está sozinha e sem nenhuma companhia. Sean, o elfo por quem ela tem uma paixonite, faz uma revelação que parte o coração da moça, ele está noivo de uma elfa de sangue puro. Sofrendo, ela só tem a companhia de Knot, seu guardião gato cheio de manias e Alora, uma árvore criança muito exigente.

A floresta não anda tão bem, o pânico está cada dia mais fraco e os humanos e suas máquinas mais perto. Keelie não sabe o que fazer para ajudar, sua avó parece não suportá-la e Elia de repente, parece amigável demais. Ao mesmo tempo, um rapaz misterioso aparece na floresta, aparentemente humano, mas Kel logo descobre que ele guarda um grande segredo.

Algo estranho começa a atacar a floresta, cabe a Kel combater forças mágicas das trevas e usar seus poderes para salvar a floresta mais uma vez.

~~~~~~

O livro é mais dinâmico do que os anteriores da trilogia, onde tudo demorava muito para acontecer. Aqui tem mais ação, muitas aventuras e as coisas acontecem mais rápido.

Keelie está mais interessante, disposta a assumir seu lado elfo, parando de reclamar do que perdeu e pronta para ajudar. Porém, ela ainda tem atitudes imaturas e acaba complicando muito as coisas para o pai. Ela nunca escuta seus conselhos e acaba fazendo besteira atrás de besteira. O romance na história sempre foi fraco, e não melhorou neste volume, ainda não entendo porque este lado foi tão pouco explorado, deixa a leitura meio morna.

Gostei da evolução e da forma como a história foi concluída, mas fiquei triste por não ter um final mais impactante. Pesquisando, descobri que uma nova trilogia vem em sequencia, Kel está presente, não sei se ela será a protagonista de Scions of shadow, mas pela sinopse do primeiro livro Shadows of redwood tudo indica que sim. Sinceramente, não sei se quero ler mais três livros com a moça, até porque aqui temos um final, só que mais aberto.

É uma das trilogias mais lights que já li no quesito fantasia, é tudo muito leve e muito bem ambientado. As cenas são simples e bonitas, a  autora fala muito sobre o respeito a natureza e o poder das florestas. O público mais jovem irá adorar, leiam!

Folk Trilogy de Gillian Summers
  1. A filha do pastor das árvores (The tree shepherd’s daughter)
  2. No coração da floresta (In to the wildewood)
  3. O segredo da floresta do pânico (The dread florest’s secret).
Avaliação (1 a 5):

Comente e concorra ao Kit Top Comentarista de Junho preenchendo o formulário!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO