target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Um mais um - Jojo Moyes

>>  quinta-feira, 23 de abril de 2015

MOYES, Jojo. Um mais um. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2015. 320p. Título original: The one plus one.

“- O que é isso?
Ele olhou desconfiado para o copo.
- Uísque escocês, licor triple sec e suco de laranja.
Ele tomou um golinho. E depois um maior.
- É bom.
- Eu sabia que ia gostar. Fiz especialmente para você. Chama-se Filho da mãe chato.” p.161

Apesar de não ter lido muitos livros da Jojo Moyes, os que li adorei. Depois de A garota que você deixou para trás e meu favorito Como eu era antes de você, virei fã incondicional da autora. Seu último lançamento deixa o drama de lado e parte para uma história mais leve e divertida. Confiram o que eu achei de Um mais um!

Jess Thomas é acima de tudo, uma mulher otimista. Mesmo depois de ficar grávida ainda na escola e se tornar a decepção de sua mãe para o resto da vida. Ela se casou com Marty, fez tudo o que pode pela filha Tanzie e acolheu de braços abertos o enteado, Nicky, que veio morar com ela aos 7 anos depois da mãe drogada sumir no mundo. Ela trabalhou duro, tentou cuidar da família e das crianças, mesmo com o pai fazendo sempre negócios que acabavam com as economias da família. Trabalhou sozinha quando ele entrou em depressão, continuou assim quando eles se divorciaram e Marty foi morar com a mãe. Ele nunca ajudou com as duas crianças, ela nunca cobrou nada, só levantava a cabeça, arrumava mais um emprego e seguia em frente.

Trabalha o tempo todo, como faxineira com uma amiga para vários clientes da cidade, como garçonete em um bar, fazendo pequenos consertos. Mesmo assim o que ganha mal dá para sustentar a casa. Os problemas se multiplicam. Nicky, agora um adolescente, sofre bullying na escola e vive apanhando na rua. Seu jeito meio gótico não desperta simpatia, vive em casa enfurnado com seu computador e vídeo game. Tanzie aos 10 anos é um prodígio em matemática, tanto que lhe oferecem uma bolsa de 90% em uma escola particular. A diferença ainda é um valor impossível para Jess pagar, mas o prêmio em uma Olimpíada de Matemática pode garantir o futuro da filha. O problema é que para isso, eles precisam ir à Escócia.

Ed Nicholls é um Londrino milionário, sua empresa de tecnologia cresceu muito e ele acabou sendo obrigado a trabalhar com acionistas, vendendo parte da empresa e lidando com os “homens de terno”. Divorciado, acaba se envolvendo com uma ex-colega de faculdade, uma daquelas que nunca olharia para os garotos nerds. Assustado com o grude da moça, acaba lhe dando uma dica sobre as ações da empresa, uma coisinha para tirá-la do seu pé. Quando ele começa a ser investigado pela polícia, por passar informações sigilosas, começa a enxergar a burrice que fez. Desesperado, precisa se isolar e esperar seus advogados lidem com a situação. Ele pode perder tudo, pode ser preso. Ele vai para uma de suas casas mais afastadas da cidade, uma das casas que Jess e Nathalie Benson limpam regularmente.

Jess logo se antipatiza com o milionário mal educado, mas dias depois, quando está à beira da estrada com a família, Norman - seu cachorro - e a polícia, é o Sr. Nicholls que lhes oferece uma carona. Uma carona que pode mudar para sempre a vida deles.

~~~~~~
Muito amor por esse livro!! A história é hilária, ri alto em vários momentos. Tem um toque de drama, Jess come o pão que o diabo amassou, coitada; mas o foco mesmo é o romance. Ao mesmo tempo que é engraçada, a história é ternamente comovente e uma lição de otimismo. Jess dá a volta por cima e segue em frente, não importa o que aconteça. A força dessa mulher é admirável.

Os personagens da Jojo são sempre muito bem construídos, ganham uma vida tão completa que o leitor se sente próximo a eles, termina o livro e sente saudade daquelas pessoas. Desde a fofa e inteligente Tanzie, passando pela lutadora Jess, pelo solitário e confuso Nicky, chegando até ao mal humorado e solitário Ed. Até o cachorro da família, Norman, tem uma personalidade só sua. É o cachorro mais bobalhão, fedorento, peidorreiro, babão e encantador da literatura.

As circunstâncias que unem os dois protagonistas são inusitadas e surreais. Ed precisa fugir do mundo, Jess precisa chegar à Escócia em poucos dias. Nem ele sabe o motivo que o leva a fazer isso, oferecer para levar sua faxineira, que parece odiá-lo, uma menininha que enjoa se o carro passa dos 60 km/h, um garoto gótico e um cachorro enorme para a Escócia. E, claro, tudo de errado vai acontecer nessa viagem que se transforma em uma via sacra.

As situações em que eles se metem, as confusões envolvendo as crianças e o cachorro, me mataram de rir. Ao mesmo tempo me emocionei com a luta de Jess, com seu amor incondicional pela sua filha, mas igualmente pelo garoto que ela criou como filho. O idiota do pai das crianças que nem se dá ao trabalho de visita-los, quanto mais contribuir com algum dinheiro. E Ed, um grosso, egocêntrico, metendo os pés pelas mãos, mas aprendendo a ver a vida de outra maneira.

Este é um livro que todo mundo deveria ler! É lindo, divertido, emocionante. Transmite grandes lições de vida de forma leve e com um enredo incrível. Arranca sorrisos, risadas e lágrimas do leitor. Personagens tão humanos, que você quer abraçá-los. Leiam! É sério, vocês precisam ler, muito amor por esse livro. ^^

Adicione ao seu Skoob!
Compre na Amazon (e-book)
Compre na Amazon (capa comum)


Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário e concorra ao Kit Top Comentarista de abril!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO