target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Viajando no mundo das cores #3 - Dicas de materiais 1: Lápis de cor

>>  quarta-feira, 20 de maio de 2015


Dicas de materiais 1: Lápis de cor

Antes mesmo de eu começar com a coluna Viajando no mundo das cores, alguns leitores já tinham pedido para eu postar dicas de lápis de cor e materiais para os tão falados livros de colorir. Começo falando, do material mais importante para essa brincadeira tão gostosa, os lápis de cor. Vou falar apenas das marcas que já experimentei, e são muitas.

Para avaliar se um lápis é bom, observei principalmente a pigmentação, a maciez, a qualidade da madeira e a transferência para o papel. Alguns lápis, por exemplo, têm cores lindas, mas quebram muito ao apontar. Uma dica é optar pelo uso do estilete, você perde menos lápis do que com o apontador e evita da ponta quebrar ou da madeira trincar. E pelo amor de Deus, não deixa cair no chão!! rsrs. Caso tenha dúvidas no uso do estilete, confira esse vídeo.

Faber Castell Aquarelável 48 cores
Os lápis aquareláveis são aqueles que, quando se adiciona água, viram aquarela. As aquarelas são ótimas para desenhos maiores, para fazer fundos e para dar um aspecto mais real ao desenho. Mas o lápis também pode ser usado da forma normal, apenas para colorir. As cores são lindas, a pigmentação é ótima e eles são muito macios. Entre ela e uma Faber normal, com certeza eu optaria pela aquarelável, que te permite diferentes opções de uso. Se você não quiser aquarelar, o lápis branco é excelente para deixar tudo uniforme e disfarçar riscados, criar luz. A madeira da Faber também é ótima, facilita o uso se você preferir o apontador e são macias para o estilete. 
Exemplo de desenho todo aquarelado abaixo (ainda em andamento), observe que você pode passar uma cor por cima da outra, pode misturar cores, criando tonalidades novas. As cores ficam mais vibrantes. Eu adorei, mas ainda estou aprendendo a usar o pincel .

Preço: O mais barato que encontrei foi por R$ 56,00 na Kalunga.
OBS: O pincel que vem na caixa é horrível, optei por usar um pincel fino de maquiagem, mas você pode comprar também um pincel de ponta fina.

Norma Atelier 36 cores
A caixa mais famosa e difícil de encontrar. É a linha profissional da Norma, os lápis têm qualidade superior, cores super vibrantes e muito macias. E como saiu de linha, virou artigo raro. É tão bom que tenho até dó de usar, já que foi um parto encontrar. Ótimo para fundos porque a cobertura é excelente, não mancha e é muito fácil deixar o desenho uniforme. As pontas são mais grossas, melhores para apontar e bons para colorir espaços maiores. *.* Com certeza meu favorito até agora. A minha coruja, mostrada na primeira coluna, foi toda feita com ele, até o fundo.
Norma 36 cores
A linha escolar da Norma. Tem cores lindas, fortes, bom preenchimento e é muito macio para colorir. A qualidade da madeira excelente, facilitando na hora de apontar. Além das cores normais a caixa vem com 4 metálicos. Não é das mais fáceis de se achar no mercado, a fabrica fechou no Brasil e agora eles são importados da Venezuela, salvo engano. O formato triangular do lápis é melhor para segurar. Apesar de se falar muito que o Leo & Leo Ouro é da mesma linha (observem abaixo como as duas caixas são parecidas), ainda gosto mais da Norma, mais pelas cores mesmo. 
Preço: Troquei por DOTZ, mas custa R$ 39,90 na Leitura.

Maped - Color’Peps 48 cores
Muita gente prefere este ao Faber, não é meu preferido, mas tem suas vantagens. Primeiro pelo preço, bem mais em conta, depois por ter muita opção de verdes – uma das cores mais usadas no caso dos “jardins” e algumas cores diferentes e bem vibrantes. Eu acho ele um pouco mais difícil de uniformizar, algumas cores mancham um pouco quando você usa, não pode forçar muito a mão. A caixa inclui 4 lápis fluos, mas não gostei deles.
Preço: Troquei por DOTZ, mas custa R$35,00 na Leitura.
OBS: Para quem vai manter os lápis na própria caixa, a bandeja organizadora é ótima.

Happy Time 36 cores da Spiral
O melhor custo benefício. O lápis mais barato que vi no mercado, com cores lindas e de boa qualidade. É macio, a cor transfere bem para o papel. A madeira é mais frágil que da Faber, mas desde que você evite deixar cair e tenha cuidado ao apontar, vale muito a pena para complementar uma outra marca e garantir mais cores.
Preço: R$ 9,20 na Kalunga

Crayola 36 cores
A marca mais barata das importadas e com ótimo custo benefício. É encontrada facilmente no Brasil, em lojas como Port, Extra e outras. Cores bonitas e com bom preenchimento. O lápis branco é meu preferido nessa caixa, o melhor para passar em cima das outras cores e misturar tons ou fazer sombras.
Preço: A minha a Hérida enviou de SP, achou muito barato no Extra de lá, 24 salvo engano.

Leo & Leo Ouro – 24 cores/ 12 cores (metálico + pastel) da Leonora
Ainda não achei o de 36 para comprar. A linha ouro da Leo &Leo tem qualidade próxima ao Norma Escolar. Cores lindas, ponta grossa, ótimo preenchimento e qualidade na madeira. A caixa inclui 4 cores metalizadas. O preço também é excelente, vale a pena investir. Lembrando que essa é a linha OURO, me falaram que a linha comum não é boa. A caixa menor tem tons metálicos diferentes e os tons pastel, a característica do pastel são que os lápis não tem brilho, são mais foscos.
Preço: R$12,50 em uma papelaria de atacado em BH.

Winner 36 cores da Arcon
Marca escolar com preço bem em conta, mas a madeira do lápis é muito ruim. As cores são legais, mas é só começar a apontar que o lápis vai embora. Entre os baratos o Happy Time é melhor, este tem cores bonitas, mas esfarela um pouco ao colorir. 
Preço: R$ 17,00 em uma papelaria em Brasília (importando lápis de cor rsrs).

Color Cis 24 cores da Nataraj
Das marcas mais baratas foi o que menos gostei. Achei as cores muito claras e não preenche tão bem no papel. Uma vantagem foi que tem muitos rosas e vermelhos. Imagino que quebra rápido também quando começar a apontar.
Preço: R$ 15,00


Stabilo 12 cores
Este eu ganhei da Hérida, ficamos curiosa já que as canetinhas Stabilos são excelentes. Com tão poucas cores ficamos meio sem opção, mas os tons são fortes e a qualidade do lápis é boa. Não sei se existe da marca de mais cores.

Os lápis diferentes:


- Faber Castell Metálico 12 cores
As cores são bem claras e o brilho é muito suave. Gostei do efeito para usar em alguns detalhes, mas não acho que vale a pena o custo benefício.
Preço médio: R$ 25,00 no estojinho plástico ou R$ 16,00 na caixa comum. Este foi presente do love. ^^
- Faber Castell Misturinha 12 cores
É uma mistura de cores no mesmo lápis, criando tons que chamaram de Areia, grama, sol, terra, etc. Comprei para experimentar e gostei, são interessantes para fazer folhas, chão, madeira, céu.  Para conseguir o efeito você precisa segurá-lo mais deitado e ir rodando o lápis de vez em quando.
Preço médio: R$ 16,00 na Kalunga
- Faber Castell Neon 8 cores+ 2 canetinhas marca texto
Não vi um lápis ainda que dá um efeito neon realmente forte, mas este é bem melhor que o da Color’Peps. Ele não mancha e a cores são bonitas, apesar de bem claras.
Preço médio: R$ 12,90 na Kalunga
- Norma Metálico e Norma Pastel com 6 cores cada
A qualidade de sempre na norma, a caixa pastel tem cores lindas!! Um arraso no preenchimento, os tons metálicos são parecidos com o do Leo & Leo, as duas são boas.
Preço médio: R$ 4,00 na Dac Papelaria do pastel e R$ 6,50 do Metálico.
- Leo & Leo Bicolor com 8 cores
Custou R$ 2,80, comprei para testar rs. São duas cores em um lápis, dá para conseguir um efeito legal em flores, folhas, mas a qualidade não é tão boa. Dispensável rs.

Eu falei de todos que eu tenho para vocês poderem comparar e escolherem o melhor para vocês. Obviamente, sou leiga no assunto, não sou desenhista ou profissional da área, foram apenas observações pessoais. 

Claro que você não precisa comprar todas as marcas, como umas doidas por aí hahaha, mas acredito que o ideal seja ter uma caixa melhor (Faber de 48 Aquarela, Norma Atelier ou comum de 36, Color'Peps 48, ou alguma das tops importadas) e uma auxiliar mais barata, para conseguir variedade de cores.

Algumas marcas conhecidas não foram citadas aqui porque eu não tenho os lápis. Como a BIC, que já vi falarem mal e não tenho intenção de comprar. Apesar que disseram que o  BIC Evolution é bom. O importado da Alemanha Staedtler, encontrado facilmente no Brasil, parece ser excelente na caixa aquarelável. Já a caixa comum tem tons muito claros, ouvi reclamações dela. A Caran D’ache, Primascolor e Mondeluz fazem parte apenas dos meus sonhos rs.

E vocês, qual marcas estão usando? Deixe seu comentário e compartilhe outras dicas.

Comente, preencha o formulário e concorra ao Kit Top Comentarista de maio!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO