target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Red Hill - Jamie McGuire

>>  terça-feira, 9 de junho de 2015

MCGUIRE, Jamie. Red Hill. São Paulo: Editora Verus, 2015. 348p. (Red Hill, v.1). Título original: Red Hill.

“Analisando em retrospecto, todo mundo sabia o que estava acontecendo, mas aquilo havia sido piada por tanto tempo que ninguém queria acreditar realmente. Com todas as séries de TV, histórias em quadrinhos, livros e filmes sobre mortos-vivos, não devia ter sido surpresa que alguém finalmente fosse inteligente e louco o bastante para tentar transformar aquilo em realidade. Eu sei que o mundo acabou em uma sexta-feira. Esse foi o último dia em que vi minhas filhas.” p.10

Mesmo quem não leu, acho que já ouviu falar de Belo desastre e dos outros livros NA da série Beautiful, estilo pelo qual a autora é conhecida no Brasil. Esqueçam esses livros! A pegada é outra, o estilo é diferente, o novo livro da autora fala de apocalipse zumbi! Isso mesmo, zumbis. E será que prestou? Confira a resenha de Red Hill da Jamie McGuire.

Scarlet se desdobrava para criar bem as duas filhas. Jenna, 13 anos, e Halle, sete, eram ótimas crianças. E como ela não podia dizer as filhas, o quanto o pai era um sacana traidor, tentava lidar com Andrew de maneira amigável. Nesse final de semana ele estaria com as filhas na cidade natal dos dois. Enquanto chegava para seu plantão como técnica em radiologia no hospital, pensava nisso e em muitas outras coisas. Não imaginava que era o começo do fim. E que as filhas não estariam com ela nesse momento.

Nathan Oxford passou o dia tentando lembrar-se de quando a esposa, Audrey, não era uma vaca miserável. Apenas sua filha Zoe, 7 anos, fazia todo aquele esforço valer a pena. Ele está acostumado com a ausência da esposa, em cuidar de tudo. Então quando o mundo desaba, só consegue pensar em buscar a filha na escola e correr, para longe da cidade, para bem longe.

Miranda e Ashley Hayes estão na estrada indo passar o final de semana com o pai. Depois do divórcio acabaram tomando as dores da mãe, mesmo isso não sendo totalmente justo, e se afastaram.  No carro estavam também seus respectivos namorados, Bryce e Stanley Cooper. Quando tudo vira um caos, Miranda sabe que precisa chegar ao rancho do pai, ele estaria esperando e todos estariam seguros. Enquanto Ash se põe a chorar, permanece fria e segue em frente.

O mundo desmorona, todos estão lutando para sobreviver e a vida dessas pessoas irá se cruzar. Todas irão procurar abrigo no mesmo local isolado, o rancho Red Hill. Os zumbis não são mais personagens assustadores da ficção, são reais, matam implacavelmente. E o que fazer, quando os que você ama, se torna um deles?

~~~~~

O livro NÃO é assustador, aterrorizante, inovador ou um romancinho. Pelo menos eu achei que passou bem longe do terror. Tendo em isso em mente, é muito legal! É uma história leve de zumbis e se você não procura algo mais pesado, é bem interessante e cheio de adrenalina. Apesar de algumas cenas mais violentas achei light, comparando com outros livros sobre zumbis, e segue mesmo o estilo new adult, aventura, romance, drama. O romance acaba perdendo espaço... porque né?! Guerra, zumbis, mortes... rsrs.

A narrativa se alterna entre vários personagens e eu gostei do ritmo alucinante, com várias histórias diferentes, que vão se cruzar em algum momento. A trama foca principalmente no drama de Scarlet, lutando para encontrar as filhas; de Nathan que faz o impossível para proteger Zoe; e Miranda, que tenta não desabar e seguir em frente, além de se meter em um triangulo amoroso em pleno ataque zumbi hehe. Todos os plots são interessantes, você se apega rapidamente aos personagens e torce por eles, mesmo sabendo que a maioria está condenada. É como The walking dead, você fica feliz por todo mundo chegar bem ao próximo capítulo...até que não rsrs. O comportamento dos zumbis, a forma como a doença se alastra, tudo é muito parecido  com a premissa de TWD, sem surpresas nesse aspecto.

Algumas decisões da autora me deixaram indecisa na hora de avaliar. Por um lado eu gostei da sua coragem em ser tão DESAPEGADA com todos os seres ainda VIVOS do livro aff. Você acha que alguém é importante, pisca, vixe, morreu hehe. Por outro lado, achei que ela abriu mão de alguns personagens desnecessariamente. Matou gente demais, algumas mortes foram bobas e não foram bem narradas. Faltou drama, perdeu grandes oportunidades de levar os leitores as lágrimas. Era meio que, morreu, ops, vamos para o próximo.

Falando em lágrimas, muitas vezes vejo um enredo como este, que pode render tanto, ser pouco explorado. Faltou um romance épico, faltou um casal perfeito que comia o pão que o diabo amassou. Teve muito amor, principalmente dos pais pelos filhos, mas faltou aquele casal que deixa o leitor grudado no livro, torcendo por eles, roendo as unhas.  

Já estou aqui viajando, enfim, achei as cenas finais corridas, com alguns acontecimentos desnecessários, como comentei acima, mas curti a leitura. Até  porque apesar da correria, o final foi redondinho, tem até um epílogo. Algumas explicações não me convenceram, tem uns detalhes meio viajados rs. Tem um livro interligado que vai contar a história das duas filhas da Scarlet, separadas da mãe. Não sei se fica por aí ou se terá realmente uma continuação, a história é tão bem fechada que não precisaria. Por outro lado, um mundo pós apocalíptico sempre deixa o leitor querendo saber mais e tem plot para isso.

Para quem gosta de um romance com ação, drama, aventura e alguns zumbis matando e sendo mortos, para dar uma agitada... se joga, leia!

Adicione ao seu Skoob!
Compre por R$ 39,00 na Amazon.

Hed Hill da Jamie McGuire
1 Red Hill (Red Hill)
1.5 Among monsters.

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO