target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Maze Runner: Prova de fogo - James Dashner

>>  quinta-feira, 15 de outubro de 2015

DASHNER, James. Prova de fogo. São Paulo: Editora V & R, 2011. 400p. (Maze Runner, v.2). Título original: The scorch trials.

“- Tudo aquilo fez parte dos Experimentos, entenderam? Da Primeira Fase, para ser exato. Mas o artigo de quem necessitamos ainda está perigosamente em falta. Portanto, tivemos de aumentar as apostas e este é o momento da Segunda Fase. O momento de as coisas ficarem difíceis.” p.66

Quanto mais eu leio Mazer Runner, mas eu penso se, no final, o autor vai conseguir explicar essa loucura toda de forma plausível, ou se ele vai provar que cheira muita coca hehe #façamsuasapostas. Se em Correr ou morrer pensávamos que os personagens estavam ferrados, aqui vemos que tudo só estava começando! Confira o que achei do segundo volume da trilogia com Prova de fogo do James Dashner.

Essa resenha contém spoilers se você não leu o primeiro livro, confira a resenha de Correr ou morrer.

Thomas, Teresa e alguns de seus amigos conseguiram escapar dos perigos mortais do labirinto, vários deles morreram no caminho. Os que restaram, se sentem seguros e felizes com a nova realidade. Eles escaparam do CRUEL – Catástrofe e Ruína Universal: Experimeto Letal -, e foram resgatados, levados para uma instalação segura, alimentados. Eles dormiram, tranquilos pela primeira vez depois de tanto tempo, ainda tristes pelos amigos que ficaram para trás.

Eles acordam em meio ao caos. Gritos horríveis deixam todos apavorados, pessoas medonhas em todas as janelas, os Cranks – criaturas horríveis que ameaçam devorá-los vivos. Teresa desapareceu, eles estão presos, estão sozinhos e em perigo.

Em seguida descobrem que nada é o que aparenta, que o labirinto foi só o começo, algo muito pior vem pela frente. Eles não têm saída, precisam enfrentar o novo desafio, tentar sobreviver.

“- Essas situações impingidas a vocês são chamadas de Variáveis. E cada uma foi meticulosamente elaborada. Explicarei melhor adiante. E, embora não possa lhes dizer tudo neste momento, é imprescindível que saibam o seguinte: esses experimentos pelos quais estão passando acontecem por uma causa muito importante. Continuem a reagir bem às Variáveis, continuem a sobreviver e serão recompensados com o conhecimento de que desempenharam um papel importante na tentativa de salvar a raça humana. E a vocês mesmo, é claro.” p.64

São enviados para o deserto, precisam sobreviver  nesse mundo perigoso e desconhecido, com provas cruéis e violentas. Sem água, sem comida ou armas. Sem abrigo. Sozinhos. Calor durante o dia, vento e areia nos olhos a noite, criaturas violentas e famintas. É impossível saber em quem acreditar, Thomas está cada dia mais perdido, e sozinho.

~~~~~~

Alucinante! A continuação consegue ter ainda mais ação do que no primeiro volume, os personagens não param, eles correm e lutam para sobreviver do início ao fim. Li algumas resenhas reclamando que acharam “algumas partes paradas”, gente, quando eles tinham algum sossego eu suspirava aliviada! Coitados, ninguém merece isso não gente, nem para salvar o mundo rs. Ainda mais que ninguém liga para quem vive ou morre, ou explica o que diabos está acontecendo.

Terminar o livro com mais perguntas do que respostas foi a única coisa de que não gostei, fiquei frustrada com Thomas continuar no escuro, aparecem mais mistérios, nada é explicado. E, aparentemente, todos sabem mais do que ele, isso me deu nos nervos. Preciso ler o 3 logo, e vou querer estrangular o James Dashner se ele não me explicar essa confusão toda, sério mesmo rs.

Além do protagonista, torço muito por alguns personagens, até vou evitar nomes, para vocês não descobrirem quem AINDA ESTÁ VIVO hahaha, sou má. Não gosto da Teresa, não confio nela na verdade. Aparece gente nova por aqui, Brenda foi uma personagem de quem desconfiei desde o inicio, e apesar de me enganar em algumas coisas, ainda não sei qual é a dela.

A trama continua excelente. No primeiro livro uma das coisas que mais gostei foi exatamente a única que me incomodou aqui rs, ficar totalmente no escuro. Acho que porque esperava ter respostas, e não mais perguntas. Não tira o mérito do livro, nem o brilhantismo do autor, continua sendo uma das melhores distopias do mercado. E o final é totalmente: OMG, e agora?

O filme é totalmente diferente do livro, pelo trailer já fiquei com cara de “que merda é essa?” Rs. E quando assisti, em 3d no cinema hufmt, fiquei pensando se o filme era mesmo baseado no livro... parece que pegaram a história do filme 1 e continuaram como quiseram, dá para contar nos desdos as semelhanças com o livro, aff. 


Já o livro, claro que mais do que indicado, leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Trilogia Maze Runner do James Dashner
  1. Correr ou morrer (Maze Runner)
  2. Prova de fogo (The scorch trials)
  3. A cura mortal (The death cure)
Interligados:
0.5 Ordem de extermínio (The kill order)
2.5 Thoma’s first memory.

Avaliação (1 a 5): 4,5

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de outubro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO