target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Corte de Espinhos e Rosas - Sarah J. Maas

>>  quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

MAAS, Sarah J. Corte de espinhos e rosas. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2015. 432p. (Corte de Rosas e espinhos, v.1). Título original: A court of thorns and roses.

“Assenti, mesmerizada pela visão dele, pelo cheiro e pela sensação de Tamlin me abraçando. Estendi a mão para tocar sua máscara. Estava tão fria, apesar de a pele estar corada sob ela. Minha mão tremeu, e minha respiração acelerou quando acariciei a pele do maxilar de Tamlin. Era macia... e quente.
Os lábios úmidos dele, a respiração tão irregular quanto a minha. Os dedos de Tamlin se contraíram contra a base de minha coluna, e deixei que ele me puxasse para perto – até que nossos corpos se tocassem, e o calor dele passasse para mim.” p. 239

Apesar do sucesso da trilogia Trono de vidro nos blogs, eu ainda não conhecia o trabalho da autora. Essa nova saga, promete  aventura, ação, intriga e romance. E hoje conto para vocês o que achei de Corte de espinhos e rosas da Sarah J. Maas.

Os humanos foram por muito tempo escravizados pelos Féericos, os encantados, até que uma guerra sela o acordo entre as raças, assinaram um tratado estabelecendo terras, limites e regras. Uma muralha mágica separa as espécies. O lado féerico é um lugar desconhecido, tudo o que sabem dos encantados vem de histórias contadas pelos mais velhos, o lado humano é um lugar pobre, aterrorizado e cheio de dificuldades. Cinco séculos se passaram, os humanos temem os féericos e tentam se manter o mais longe possível.

Feyre é a irmã mais nova, mas foi quem fez a promessa no leito de morte da mãe, a promessa de cuidar da família. Seu pai havia sido um rico mercador, mas perdera tudo e foi obrigado a se mudar com as três filhas para uma pequena vila. Eles não tinham quase nenhuma renda, tudo o que conseguiam vinha da caça de Feyre. As duas irmãs mais velhas, Elain e Nesha, estavam sempre interessadas em roupas, garotos e pouco faziam para ajudar. Mas há muito ela aceitara sua sina, e seguia caçando no inverno congelante, andando por dias sem nada no estômago. Se tornou uma jovem com uma mira apurada, um coração duro e nenhuma esperança.

Feyre sabe que não deveria, mas quando um grande lobo féerico cruza o caminho do cervo que estava em sua mira, dispara em dó nem piedade. Matar o lobo garante carne e pele, garante que sua família não morra de fome no inverno. Até que uma criatura assustadora surge em sua cabana, exigindo reparação.

Uma vida por outra. Tamlin lhe concede a chance de continuar viva, mas em troca exige que viva para sempre em suas Terras. Seu captor não é um animal, é um féerico importante, o senhor da Corte Primaveril. De repente Feyre se vê em um mundo mágico, onde não falta cores, beleza, nem comida. Ela odeia os féericos e tudo o que os cerca, até que começa a perceber que nem tudo é como nas histórias. Quando descobre que Tamlin não é uma besta, se vê sentindo algo a mais por ele. Mas o terror avança pelas terras e pode ser tarde demais para mudar seu destino.

~~~~~~

Amei!! Acho que se eu procurasse poderia achar algo para reclamar, o início é mais lento, tem um mundo todo a ser introduzido e depois no final tudo acontece muito rápido. Mas eu nem percebi, me envolvi completamente com o enredo e com os personagens. Torci muito por eles, adorei a forma como a parte mágica foi introduzida, o contraste entre pobreza e riqueza, fadas e humanos. Personagens completamente opostos, que claro, se atraem. E faz tanto tempo que não me surpreendo com uma fantasia jovem que quase dei pulos de alegria rs. A escrita da autora é excelente, vocabulário extenso e uma narrativa com um pé nos épicos.

Feyre é ótima, ela tem um jeito meio “Katniss” de ser que conquista logo no início. Depois isso muda bastante, quando o livro dá uma reviravolta, mas ela não é cheia de mimimi e chatice, personagem ótima. E Tamlin é a legítima fera, poderoso, meio assustador, misterioso. Obviamente muito se esconde por trás dessa fachada e foi ótimo desvendar aos poucos todos os mistérios.  A família humana irrita bastante no início, o pai é um zero a esquerda e as irmãs bem imprestáveis, queria que elas tivessem sofrido mais quando Feyre partiu rs.

O segundo livro promete, um personagem se destaca muito no final – não posso contar muita coisa – e acho que vem muita confusão por aí. O final foi excelente, gostei muito da aventura e da forma como tudo aconteceu. Como muita coisa acontece é difícil não poder contar quase nada para vocês, mas fiquei encantada com todas as mudanças e reviravoltas durante a história.

Esse eu indico de olhos fechados, adorei e estou curiosíssima para ler o próximo. Se a outra trilogia for tão boa assim eu estou perdendo, preciso ler logo. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Série Corte de espinhos e rosas da Sarah J. Maas
  1. Corte de espinhos e rosas (A court of thorns and roses)
  2. Corte de névoa e fúria (A Court of Mist and Fury)
  3. Título não definido (previsto para 2017 nos EUA).

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO