target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Me abrace mais forte: A história de Tiny Cooper - David Levithan

>>  quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

LEVITHAN, David. Me abrace mais forte: A história de Tiny Cooper. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2015. 222p. Título original: Hold me closer.

“Não adianta tentar
Entender como fiquei
Tão G – A – Y
Desde meu primeiro chiado
O arco-íris se virou pro meu lado

Pra que tentar esconder?
Que bem isso poderia fazer?
Eu nasci desse jeito
E, se você não gostou,
É você que tem defeito.

Se você não entendeu,
Resolva a questão com Deus.
Quem você acha, afinal,
Que me fez tão sensacional?” p.15

Eu adorei Will & Will, é fofo, divertido, encantador. Dos livros que já li sobre literatura LGBT,  é meu queridinho. O livro de hoje faz parte desse universo, Tiny Cooper é um dos melhores personagens do livro anterior, ele estava produzindo um musical sobre sua vida para apresentar na escola, e esse livro, é esse musical. Confiram o que achei de Me abrace mais forte do David Levithan.

Tiny Cooper nasceu para brilhar, desde o primeiro instante ele sabia que seria uma criança grande, gorda e gay. Seus pais sempre o aceitaram da forma como ele era, cheio de amor para dar, companheiro, amigo, pronto para amar incondicionalmente, mesmo que nenhum dos seus muitos ex namorados tenha retribuído todo esse amor.

Nesse musical Tiny conta sobre sua infância, de como aceitou sua sexualidade, o momento em que contou que era gay para os pais e para o seu melhor amigo, Will Grayson. Conta sobre seus inúmeros ex-namorados, sobre sua babá lésbica e seu relacionamento com o time de futebol. Afinal Tiny é enorme, gay e ama esportes! E é muito bom neles, com todo o seu tamanho.

Tiny fala também sobre sua sexualidade, afinal, ele quer um amor, não quer somente sexo com os caras que namorou, e a maioria não entende isso.  Fala sobre a relação com o pai e como deve ser difícil para ele, e para o próprio Tiny, ter um filho tão gay rs, e o mesmo com o Will, que não dá a mínima.  Tiny é divertido, fofo e conta sua história cantando. ^^

“O que é a segunda base pra um gay?
Se você não puder me contar,
Vou procurar quem saiba porque eu não sei.
Quando eu entrar no campo,
Quero saber pra onde correr.
Não quero ficar de fora
Antes da diversão acontecer.

O que é a segunda base pra um gay?
Seria brincar com peitinhos?
Não posso ver como isso possa ser bom.
Tem mesmo de ser esse o caminho?” p.49

~~~~~~~

Eu sabia que teria problemas em gostar da leitura, não gosto de musicais, não tenho paciência, parece que eu fico lendo/cantando ou algo estranho do tipo. Mas eu adorei Will & Will, adorei o Tiny, e resolvi arriscar.

A história é bonitinha, tem momentos fofos, momentos engraçados e até alguns momentos comoventes. Eu não consegui me apegar muito a nada disso, o fato de ser escrito como um musical realmente não funcionou para mim e não gostei muito. Mas acho que muita gente vai adorar, a narrativa do autor é muito gostosa e os personagens são ótimos.

Tiny é uma peça rara, com todo o seu autoconhecimento, com suas dúvidas e anseios. Primeiro ele precisava assumir para ele mesmo que era gay, afinal todos a sua volta já sabiam, depois ele queria alguém para amar e buscou muito por isso. Mas garotos querem coisas diferentes, e Tiny com todo o seu tamanho e amor para dar era meio obsessivo e carente de atenção, o que fez com que levasse inúmeros foras. Afinal, ele não queria ter um caso, ele queria ter um amor. As convicções do protagonista são fofas.

Will está presente durante todo o musical, sob um nome falso hehe, mas participando. Até o fantasma do Oscar Wilde compartilha sua sabedoria com o personagem rs.

Acho que muita gente vai gostar, principalmente claro, quem já leu Will &Will e gostou do livro. Para mim não funcionou bem, mas  não foi culpa da história, só da forma como ela foi contada. Quem leu me conte o que achou. ^^

Adicione ao seu Skoob!

Avaliação (1 a 5): 2,5

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de dezembro!

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO