target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Mil beijos de garoto - Tillie Cole

>>  segunda-feira, 3 de julho de 2017

COLE, Tillie. Mil beijos de garoto. São Paulo: Editora Planeta, 2017. 400p. Título original: A thousand boy kisses.

"A cabeça de Poppy foi lentamente para a frente. Ela olhou para mim sobre o ombro e me recompensou com o sorriso mais devastador. Olhei para a garota que mais amava como se fosse a última vez, e isso fez com que eu me sentisse vivo.
Fez com que eu me sentisse a pessoa mais abençoada do planeta, porque eu a tinha. Mesmo que nesse momento as coisas ainda fossem desconfortáveis e recentes, eu sabia que a tinha.
E ela definitivamente me tinha." p.173

Peguei esse livro por indicação da Lu, mas quando comecei a ler não lembrava nada sobre a premissa, e como alguns sabem, não leio sinopse nem nada sobre a obra antes de ler. E essa capa fofa e juvenil, não me preparou para o mar de lágrimas que viria já nos primeiros capítulos. É uma história linda, devastadoramente triste, e ainda mais linda por isso. Personagens fortes, apaixonantes. Preparados? Então confiram o que espera por vocês com Mil beijos de garoto da Tillie Cole. 

Rune Kristiansen era apenas uma garotinho Norueguês de cinco anos, quando seus pais decidem se mudar para Blossom Grove, na Geórgia. Ele não conhecia ninguém e não queria falar aquela outra língua estranha. Logo em seguida, uma menina pula a janela na casa ao lado e vem ao seu encontro. Ela tem a mesma idade, mas uma luz que desde cedo encanta a todos. E Poppy Litchfield decreta naquele dia, que eles seriam melhores amigos para sempre.  E é exatamente isso que acontece, exatamente assim que tudo começa...

Quando eles tinham 8 anos, a avó de Poppy se despede da neta, dizendo que precisava partir para uma aventura em outra vida. Sofrendo pela perda da avó, Poppy guarda consigo o presente que ela lhe deixou. Um pote, com mil corações, para ela preencher com cada beijo especial que ganhar de um garoto especial. E naquele momento, Rune decreta que todos aqueles beijos seriam seus, e de mais ninguém. 

E eles crescem assim, primeiro inseparáveis, sempre amigos, e depois, completamente apaixonados. Quando Rune precisa voltar a Noruega aos 15 anos, devido a uma promoção no emprego do pai, eles ficam devastados. Mas ela promete esperar por ele, amá-lo para sempre, e guardar para ele todos os seus beijos. E eles imaginavam que seria para sempre... 

Dois anos depois, Rune não tem notícias de Poppy. Ela desapareceu, sem nunca responder aos seus recados, sem nenhuma palavra. Isso mudou Rune, ele se tornou um adolescente revoltado e infeliz, odeia o pai por separá-lo de seu grande amor. E quando ele volta para os EUA, só quer saber o que aconteceu para que Poppy o excluísse de sua vida, sem nenhuma explicação.

~~~~~~~

E eu cheguei a pensar que nenhum livro partiria meu coração tanto quanto Raio de sol esse ano... Ledo engano. Esse livro me levou as lágrimas (de emoção) desde o segundo capítulo, com a avó linda de Poppy e seu pote para os "Mil beijos de garotos". E depois disso, só desci ladeira abaixo hahaha, foi uma choradeira sem fim. Terminei com a cara inchada, nariz escorrendo, soluçando (sim, cena vergonha alheia) e amando profundamente cada frase desse livro. Poppy e Rune são reais, são extremamente reais e muito apaixonantes. Os protagonistas tem carisma, tem química, tem o amor infinito dessa leitora, que já virou fã de carteirinha da autora, no primeiro livro dela que li. 

Tillie Cole arrasa no estilo Colleen Hoover de ser. Se você não quer drama, se quer romancinho água com açúcar, passe longe. Agora se gosta de se apaixonar, gosta de tramas fortes que saem do lugar comum, esse é INDISPENSÁVEL na estante. Eu preciso de outros livros da autora no Brasil! Com a nota de 4.3 no Goodreads e 4.6 no Skoob... eu já estava esperando que iria gostar. Mas não imaginei que fosse ficar completamente apaixonada por esse livro. Faz muito tempo que um jovem adulto não entra no meu rol de favoritos, que não ganha nota máxima com fervor. 

Rune e Poppy se conheceram e se tornaram amigos inseparáveis aos 5 anos de idade. Isso mudou tudo. Isso fez com o que o amor infinito deles não soasse exagerado e forçado. Fez com o que o namoro deles, e o amor incondicional, começado com um primeiro beijo aos oito anos, não parecesse literatura fantástica. Fez com que eles fossem reais, humanos, e apaixonantes. Eu sorri com eles, torci por eles, e chorei muito por eles.

O livro faz muitas reflexões sobre o sentido da vida, o que vem depois e a fé. Os personagens realmente acreditavam que a vida de agora era só uma parte de um todo, que outra existência mais feliz, esperava por eles do outro lado. Poppy era uma pessoa de fé, que aproveitava cada momento do dia como se fosse o último, cada nascer do sol era especial. E ela sempre tinha um sorriso aberto no rosto. Rune era seu oposto, um garoto calado e cheio de raiva, que com ela se transformava em alguém melhor. Ele era o badboy, repleto de ódio contra o mundo e contra a grande injustiça de sua vida. Ela era o sol, a luz que queria trazer um sorriso no rosto dele, sempre. 

E o final... a autora me surpreendeu. Em um primeiro momento eu desacreditei na enormidade disso tudo (no que acontece com Rune no epílogo), mas depois conversando com a Lu, cheguei a mesma conclusão que ela, era o final perfeito para os dois. Não podia ser diferente. Foi forte, foi emocionante.

Eu amei, indico fervorosamente  e acredito que todos mundo deve ler esse livro! Sem restrição de idade ou de gênero, sem ressalvas. Não tenha medo das lágrimas, foque nos sorrisos. Leiam! E quem já leu, fala que amou tanto quanto eu? Por favor, não sou capaz de lidar com alguém não gostando de livro.... (essa é para você Alice hehe). 

Adicione ao seu Skoob!

Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de Julho!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO