target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Amor amargo - Jennifer Brown

>>  segunda-feira, 19 de março de 2018


BROWN, Jennifer. Amor amargo. Belo Horizonte: Editora Gutenberg, 2015. 256p. Título original: Bitter end. 

"Cole sim me entendia. Cole era o único que me entendia de verdade. Por isso, quando aproximou o rosto e me deu um beijo, me permiti desculpá-lo pela noite anterior. Dessa vez não só da boca pra fora, mas de corpo e alma. E, quando ele me deitou na cama sussurrando: 'Alex, você é a minha alma gêmea', fui tomada por uma sensação inexplicável. Como se estivesse em queda livre, mas como se jamais fosse chegar ao chão.  
E quando apagou a luz e beijou as pálpebras dos meus olhos e meus ombros descobertos e a ponta dos meus dedos, me entreguei por completo. 
Até aquele momento, jamais havia sido desejada por alguém. Até aquele momento, jamais havia pertencido a alguém, não assim. Cole me tinha por inteiro: corpo, alma e coração. E era libertador." P.123 

Alex, 17 anos, era uma menina estudiosa e que adorava escrever. Ela não era popular nem da turma dos excluídos, tudo graças a Zach, seu melhor amigo, um garoto que todos na escola adoravam. Junto com os dois, também estava sempre Bethany, os três juntos eram inseparáveis.  Alex tinha duas irmãs, Célia, a caçula, com quem vivia brigando, e Shannon, a mais velha e já na faculdade. Seu pai era sempre ausente e sua mãe morrera em um acidente de carro quando ela era criança.  

A mãe morrera em um acidente indo para o Colorado, e Alex queria saber o que tinha de tão importante lá, para fazer a mãe deixar as três filhas e partir assim, para sempre. E assim surgiu o Dia da viagem, e ela e seus amigos preparavam tudo para ir ao Colorado em uma aventura, após a formatura. 

Tudo muda quando Cole chega ao colégio. Um cara lindo e astro do basquete, popular, divertido, sensível. Alex acaba dando aula de reforço para ele, e mal parece acreditar quando o novo garoto se interessa por ela. Eles logo começam a namorar, tudo parecia perfeito, até que ele mostra um lado seu que ela nunca imaginaria.  

~~~~~~~~ 

Jennifer Brown consegue abordar assuntos sérios de forma muito delicada e envolvente, foi assim com o meu queridinho da autora, A lista negra, e aqui não foi diferente. Eu já comecei o livro esperando a tragédia, porque não tem como esperar algo diferente depois de ter lido outro livro da autora rs. E como não leio sinopse antes, a cada cena eu pensava: alguém vai morrer, é agora, vai morrer kkk. E me surpreendi com a temática escolhida pela autora, violência contra a mulher.  

Apesar de ter adorado o tema e a construção da história, outras coisas me desapontaram. Eu me solidarizei com Alex, não tem como ser diferente. Mas por outro lado, achei a protagonista egoísta e extremamente imatura. Entendi como ela era carente de amor, com a situação familiar tão complicada. E como Cole chegou de forma doce e romântica, conquistando de vez o coração da menina. Mas não aceito a forma como ela tratava todo mundo ao seu redor. Não que ela merecesse tudo o que aconteceu depois, ninguém merecia algo assim, mas eu não consegui gostar da menina. Outra coisa da qual não gostei, foi a falta de desenvolvimento dos personagens secundários. Seus amigos, familiares, o próprio Cole, todos mostrados de forma muito rasa.  

Além de tudo isso o final foi decepcionante. É claro que eu me emocionei, fiquei tensa e com o coração na mão O LIVRO INTEIRO e chocada com alguns acontecimentos. Mas a narrativa forte da autora, não apaga o fato do livro ter algumas falhas. O final foi frustrante, depois de tudo o que aconteceu eu esperava mais. Tudo aconteceu muito rápido e nem conta o desfecho dos personagens depois da confusão toda. Não vou dar mais detalhes para não dar spoilers, mas fiquei decepcionada com a conclusão. Uma pena, tinha tudo para ser um favorito como foi o outro livro da autora. 

De qualquer forma é um livro que vale a pena ser lido. Violência contra a mulher, ainda mais nessa situação em que a protagonista ainda era uma adolescente, apaixonada pelo seu primeiro amor. Tantas situações onde meninas passam por isso sem saber como sair dessa situação, como agir e como buscar ajuda. A forma como Alex se sentia cada vez mais culpada por tudo, me deixou com o coração apertado. Quem leu me conte se gostou, leiam!  

Adicione ao seu Skoob! 

Avaliação (1 a 5): 3.5 

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de março!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO