target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Algo maravilhoso - Judith McNaught

>>  sexta-feira, 9 de agosto de 2019

MCNAUGHT, Judith. Algo maravilhoso. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 2019. 406p. (Sequels, v.2). Título original: Something wonderful.

“- Refira-se à minha esposa da maneira apropriada – interrompeu Jordan num tom gélido. – Ela é Duquesa de Hawthorne!
- Como se isso fosse alguma vantegem para ela! – rebateu o lacaio, furioso.
- E o que isso quer dizer? – bradou Jordan, tão chocado por ouvir uma resposta atravessada de um mero criado que não reagiu com a indignação que qualquer um teria esperado de um homem de seu temperamento e distinção.
- Exatamente o que eu disse – respondeu Filbert, batendo com a garrafa na mesa. – Ser a Duquesa de Hawthorne só lhe causou tristeza. O senhor é tão ruim quanto o pai dela. Não, pior! Ele só partiu o coração da filha, mas você partiu o coração dela e agora quer acabar com a sua essência!” p.296

Em Agora e sempre ficamos conhecendo o primeiro livro da trilogia Sequels da Judith McNaught. Essa trilogia está sendo relançada no Brasil ganhando novas capas e novas edições. O segundo livro é totalmente independente do primeiro, confiram o que achei de Algo maravilhoso!

Alexandra Lawrence, 17, é uma moça bem diferente das moças de sua idade. Depois do pai morrer e deixar a família na miséria, além de tudo que descobriram sobre a vida dupla do pai, ela se tornou chefe da família. A mãe não fazia nada, apenas surtava e exigia. Alex pescava, caçava, cuidava da casa e dos dois empregados idosos, os únicos que não foram dispensados, pois não tinham para onde ir. Alex é extremamente educada e inteligente, foi criada pelo avô que lhe ensinou tudo, outros idiomas, contas, filosofia. Mas sua aparência é de um “moleque”; magra e com jeito de menino.

Jordan  Towsende, Duque de Hawthorne, 27, é um libertino sem nenhuma intenção de se casar. Cresceu vendo os pais em um casamento sem amor, se traindo mutualmente com tranquilidade. Teve inúmeras amantes casadas, e não tinha nenhuma confiança nas mulheres.

O destino de forma muito improvável os une, quando Alexandre salva a vida de Jordan em uma emboscada. Achando que estava cuidando do rapaz que salvou sua vida, ele leva Alexandra para uma pousada para ajudá-la depois de um desmaio, e acaba comprometendo a honra da moça. A mãe de Alex exige casamento, ele não tem como negar sem acabar com a vida da moça. Ele pretende se casar, instalar a nova esposa em uma de suas propriedades do interior e continuar com sua vida de solteiro. Porém, ela logo cativa Jordan com seu jeito inocente e apaixonado. E aos poucos, ele começa a ceder aos encantos de sua bela esposa.

~~~~~~~~

Adorei!! Que romance lindo e emocionante. Um dos romances de época da autora que mais gostei. Tem uma aura de inocência, com a protagonista que no início me lembra muito a Pollyanna. Como contraste temos o cinismo de Jordan e a união improvável dos dois.  É desses romances em que o leitor fica preso do início ao fim! São muitas intrigas, jogos de sedução e reviravoltas.

Ainda mais em contraste com Agora e sempre que tem um enredo ótimo, mas perdeu muitos pontos comigo com seu protagonista ogro. Jordan é cínico, galinha rs, mas ele sempre tentou fazer o melhor para Alexandra. Ele foi romântico, gentil, teve umas atitudes horríveis em alguns momentos, mas nada injustificável. Ainda bem que os dois são independentes, então quem quiser pode ler só este.

O enredo se desenvolve muito rápido, então eu já estava esperando algo trágico... e mesmo assim, quando aconteceu, quase enfartei rs. Logo no início eles se conhecem, são obrigados a se casar e estão encantados um pelo outro. Alexandra é uma das melhores protagonistas que já conheci. Linda, doce, inocente e de uma espontaneidade adorável. Ao mesmo tempo é inteligente, corajosa, não leva desaforo para casa e não está nem aí para os títulos de nobreza. É lindo vê-la conquistando todos aos poucos, de Jordan até sua avó rígida. Jordan é lindo, sexy e sedutor. Tem um coração de pedra devido a sua infância e a falsidade da sociedade Londrina em geral. Foi lindo vê-lo se abrir para o amor e ver tudo com outros olhos.

Além do romance, tem uma trama de suspense bem legal. Tentam matar Jordan, é quando Alex salva a vida dele, e essa não será a última tentativa. Anthony é seu amigo e primo próximo, mas é também quem herdaria o título, o que faz com que todos suspeitem dele. Eu matei a charada em um momento, mesmo assim me surpreendi lá no final.

O final foi fofo, repleto de emoção. Eu queria mais uns dois capítulos, queria bem mais... mas pelo menos teve um epílogo e ficou tudo redondinho. Só espero que o último livro da trilogia seja assim tão bom.

Para os fãs de romance, outro imperdível na lista. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Trilogia Sequels da Judith McNaught
  1. Agora e sempre (Once and Always)
  2. Algo maravilhoso (Something wonderful)
  3. Alguém para amar (Almost heaven)
Avaliação (1 a 5): 4.5

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO