target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A pequena livraria dos corações solitários - Annie Darling

>>  sexta-feira, 25 de outubro de 2019

DARLING, Annie. A pequena livraria dos corações solitários. São Paulo: Editora Verus, 2017. 308p. (A livraria dos corações solitários, v.1). Título original: The little bookshop of lonely hearts.

“Não havia como dissuadi-lo. Sebastian não ouvia mais nada depois de pôr uma ideia na cabeça. Então Posy disse o que havia dito na última vez em que se vira nessa situação.
- Ah, que seja.”

Na minha cabeça eu sempre confundia esse livro com A pequena livraria dos sonhos (Skoob) rsrs, mas são histórias diferentes, de autoras e editoras diferentes. Enfim, esse é o primeiro de uma série de chick-lits, e conto para vocês o que achei de A pequena livraria dos corações solitários da Annie Darling.

P0sy Morland, 28, ama romances e está sempre sonhando com algum livro. Ela sempre viveu e trabalhou na Bookends, uma livraria bem antiga que era parte de sua vida. Ela e o irmão mais novo, Sam, 15 anos, perderam os pais muito cedo em um acidente. Então, Lavínia, a dona da livraria, deixou que os dois continuassem morando no apartamento em cima da livraria, enquanto Posy trabalhava lá e cuidava do irmão.

Que sorte a minha ter algo que torna tão difícil dizer adeus” – Ursinho Pooh

Quando Lavínia morre aos 84 anos, deixa todos os bens para o neto, Sebastian Thorndyke. Mas deixa a livraria, a beira da falência, para Posy. Ela tem um período de dois anos para tentar salvar o negócio, se não conseguir, ele será de Sebastian. Todos amam a Lavínia, e com tristeza se despedem dela. 

Ela e os outros amigos e funcionários da livraria; Nina, Verity e Tom, não sabem o que vão fazer agora. Mesmo com Posy tendo herdado o negócio, eles mal conseguem pagar as contas pelos próximos seis meses. Até que Posy anuncia que tem um plano para salvar a amada livraria, e quer transformar o local em uma livraria especializada em romances.

“Cada livro prometia a seu leitor que, por mais dificuldades e tormentos que a vida pudesse lançar em seu caminho, ainda havia finais felizes a serem alcançados.”

Ao mesmo tempo que ela e seus amigos lutam para melhorar o negócio, Sebastian insiste em se meter em tudo! Ele quer transformar a livraria em uma livraria especializada em livros policiais, e não está acostumado a ouvir não como resposta.

Cansada de lidar com as brigas com Sebatian, Posy finge que concorda e segue com seus planos. Ao mesmo tempo, ela não sabe lidar com a atração entre eles, e começa a escrever um romance de época onde descarrega todas as suas frustrações, sexuais ou não. Resta saber se Posy conseguirá salvar a livraria, e ao mesmo tempo, encontrar o seu felizes para sempre...

~~~~~~

E então? Premissa fofa não é? Por um lado foi uma delícia ler um livro que se passa em uma livraria, cheio de citações lindas, autores conhecidos sendo lembrados e toda aquela sensação gostosa que o livro passa. Por outro lado, o romance foi bem ruim rs, e Posy não foi uma protagonista que me ganhou.

Como um chick-lit é legal, tem cenas vergonha alheia, outras bem divertidas e sem noção. Eu curti isso e dei algumas risadas. O enredo é bem água com açúcar e o final foi bem corrido, esperava mais dos desdobramentos. Mas como é uma série, imagino que Posy vá aparecer bastante nos pró

Já os personagens decepcionaram um pouco. Eu achei Posy muito boba e infantil para uma mulher de 28 anos. Ela passa o tempo todo se escondendo, contando meias verdades e empurrando tudo para debaixo do tapete. Sam, o irmão dela mais novo, é um fofo, gostei dele. Os amigos e funcionários da livraria são bem folgados, com exceção de Verity, eu ficava achando que era melhor demitir a Nina e o Tom e economizar rs. Mas na verdade, Sebastian é que caga tudo! Kkk. Ele age como um ogro o livro todo, força tudo e a Posy aceita, eu não consigo enxerga-lo como o mocinho da história. Mesmo muita coisa sendo mal entendidos entre eles e falta de uma conversa adulta, era bem intragável.

Foram briguinhas bobas demais, desentendimentos do início ao fim e um romance que não acontece até o final. Aí no final fica bonitinho, mas eu já estava com ranço hahaha. Estragou o livro que tinha tudo para ser ótimo! Foi um balde de água fria. A parte mais divertida "dos dois" é um romance de época que a Posy escreve meio como uma fanfic e coloca ela como mocinha e ele como mocinho malvado. Me diverti horrores com as cenas dele. Mas, pelo jeito cada livro é sobre um personagem, então o segundo vai contar a história da Verity. Espero que supere esse, conto para vocês em breve rs.

Eu não conhecia a autora e essa série é o primeiro trabalho dela. Não foi dos meus favoritos do estilo não, mas espero que vá evoluindo nos próximos. Para mim a leitura foi válida pelas cenas divertidas e confusões, mas principalmente pela livraria em si e todas as citações lindas. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Série A livraria dos corações solitários da Annie Darling:
  1. A pequena livraria dos corações solitários (The little bookshop of lonely hearts)
  2. Amor verdadeiro na livraria dos corações solitários (True love at the lonely hearts bookshop)
  3. Loucamente apaixonada na livraria dos corações solitários (Crazy in love at the lonely hearts bookshop)
  4. A winter kiss on Rochester Mews (ainda não lançado no Brasil).
Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top comentarista de outubro

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO