Loucamente apaixonada na livraria dos corações solitários - Annie Darling

>>  sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

DARLING, Annie. Loucamente apaixonada na livraria dos corações solitários. São Paulo: Editora Verus, 2019. 322p. (A livraria dos corações solitários, v.3). Título original: Crazy in love at the lonely hearts bookshop.

“Seja do que for que nossas almas são feitas, a dele e a minha são iguais. ”
(O morro dos ventos uivantes)

Esse é o terceiro volume da série de chick-lit A livraria dos corações solitários. Romances mais leves, descontraídos e rápidos. Depois das histórias de Posy e Verity, é a vez de Nina encontrar o amor em Loucamente apaixonada na livraria dos corações solitários da Annie Darling.

Nina vive em busca de paixão! Ela sonha com aventuras, com romances tórridos com uma vida alegre e sem restrições. Cheia de tatuagens, com o cabelo rosa, no momento, e um corpo de pinup em um manequim 46 ou 44 (nos dias bons), ela chama atenção por onde passa. Ela trabalha na Felizes para sempre e ama o que faz, mas vive entediada e é péssima em chegar no horário e seguir regras.

No amor ela não se contenta com menos do que achar seu próprio Heathcliff! Ela busca seu amor verdadeiro, mas acredita que ele precisa ser apaixonado, tempestuoso, intenso e selvagem. Com muitas brigas, dramas e reconciliações. E enquanto seu amor tórrido saído do seu livro favorito não aparece, ela não se cansa de procurar. É por isso que ela vive se envolvendo com bad boys pouco confiáveis e homens que ela encontra em um site de relacionamento. A maioria deles não dura os três encontros obrigatórios (para cogitar um relacionamento ou ir para a cama com eles) e essa busca toda começa a se tornar cansativa. Ela está cansada de homens escrotos!

Quando conhece Noah, um nerd todo arrumadinho de ternos azuis escuros e cabelo bem penteado, ela sabe que um cara desse não vai acelerar seu coração. Quando descobre que Noah foi um rapaz que estudou na mesma escola que ela e que vivia sofrendo todo tipo de bullying do seu irmão, Paul, ela tem pavor que ele descubra que a conhece. E tenta ser muito simpática com ele, afinal, ele sofreu tanto no passado. Mas é só isso, não existe nenhuma chance de ela se envolver com um analista de negócios certinho e entediante.

~~~~~~~

Engraçado que eu achava que ia gostar menos desse livro do que dos outros, porque eu tinha uma birra de Nina nos livros anteriores, não simpatizava muito com ela. E para minha surpresa, esse foi meu favorito da série até agora!! Bem leve, bem fofo e gostosinho, romance bem água com açúcar e muito amorzinho.

Noah foi um dos motivos de eu adorar o livro! Ele é muito fofo! Bom moço, galante, educado e louco por Nina. Cada sorriso dele desde o início demonstrava que estava afim dela, e ela lá, esnobando e caçando seus bad boys rs. Adorei a forma como ele se tornou um homem maduro e bem-sucedido, confiante, depois de tudo que o pobre coitado passou na escola, só por ser “inteligente demais”.  Outra razão para eu amar Noah é que ele é o primeiro mocinho que presta nessa série! Sebastian era um babaca e Johnny um bobão rs.

Nina me surpreendeu. Nos livros anteriores eu ficava irritada com a forma como ela agia com as amigas. Se atrasando todo dia no trabalho, sumindo no almoço, mostrando zero comprometimento com a livraria, ficava torcendo para ela ser demitida logo. Fora que ela parecia muito superficial, com toda sua produção e encontros diários regados a muita bebida e ressacas terríveis, sempre com vários homens diferentes. Ledo engano! Nina queria fazer muito mais na livraria e tinha potencial para isso, só que as pessoas não davam oportunidades para ela se sobressair e ela acabava entediada e frustrada. Na vida pessoal ela luta diariamente para manter suas crenças: de não se sujeitar a uma dieta horrível para atingir o estereotipo exigido pela sociedade (usar no máximo tamanho 38); de não ter que seguir convenções com suas roupas, cabelos e corpos. Ela vivia uma batalha com a mãe que odiava tudo na filha: ela ser solteira, comer carboidratos, ter um monte de tatuagens e cabelos coloridos. 

A auto estima da personagem vale o livro todo! E é tão lindo ver como Noah se encanta por Nina do jeito que ela é, sem agir como um babaca como muitos homens fizeram antes dele. Só me irritei com a demora dela em enxergar o quanto interessante ele era. E de acreditar que eles não dariam certo por ele ser tão “sem sal”. Sofri até a metade do livro, mas fui recompensada com o melhor primeiro beijo literário aiai... muito fofos! Em certo ponto achei os dois juntos meio sem sal, faltou química, mas nada que tenha me feito desgostar do casal.

Os personagens anteriores não aparecem tanto, com exceção dos que trabalham na livraria, claro. Senti falta de Johnny que não dá as caras e só é citado no livro, esperava mais dos dois porque o final do livro anterior foi bem corrido. O desenvolvimento continua bem raso quando se trata dos personagens secundários. Curti a família de Nina, apesar dela viver em pé de guerra com a mãe, o desdobramento foi bonitinho. E queria mais sobre Paul, que era um babaca na escola e se transformou em um ser humano decente.

Eu adorei todas as citações de O morro dos ventos uivantes apesar de não ter um pingo de amor pelo Heathcliff, dos maiores babacas literários que já conheci rs. Mas foi linda a ambientação toda em torno do livro favorito da Nina, ela até vai conhecer a cidade das irmãs Brontë, Haworth.

Estou curtindo a série e curiosa para o próximo livro, que deve ser o de Tom. O outro funcionário da livraria que é um mistério até agora. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Série A livraria dos corações solitários da Annie Darling:
  1. A pequena livraria dos corações solitários (The little bookshop of lonely hearts)
  2. Amor verdadeiro na livraria dos corações solitários (True love at the lonely hearts bookshop)
  3. Loucamente apaixonada na livraria dos corações solitários (Crazy in love at the lonely hearts bookshop)
  4. A winter kiss on Rochester Mews (ainda não lançado no Brasil).

Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top comentarista de novembro/dezembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO