Talvez agora - Colleen Hoover

>>  sexta-feira, 25 de junho de 2021

HOOVER, Colleen. Talvez agora. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2020. 352p. (Maybe, v.2). Título original: Maybe now.

"Quando uma pessoa se envolve com um amor tão profundo assim, ela não sai mais dele, nem mesmo quando acaba. É como areia movediça. Quando você entra é para sempre, não importa o que aconteça." p.109

Eu amei o primeiro livro, Talvez um dia e estava muito ansiosa para ler a continuação. Hoje conto para vocês o que achei de Talvez agora da Colleen Hoover. 

Em Talvez um dia, Sidney é uma estudante de música que tem seu coração partido ao pegar o namorado na cama com a melhor amiga. Desesperada e sem saber onde morar, ela acaba aceitando o convite de alugar um quarto no apartamento de Ridge, o vizinho gato que ela ouvia tocar pela janela, e morava no prédio em frente ao seu. Eles ficam amigos e começam a compor junto, o problema é que a atração entre eles é grande, mas Ridge tem uma namorada de longos anos, Maggie.  

Esta resenha contém spoilers sobre o primeiro livro! 

Sidney e Ridge conseguiram finalmente ficar juntos. Ele terminou seu relacionamento com Maggie e depois de alguns meses, finalmente se declarou para a garota que amava. Os dois são ótimos como casal, e estão descobrindo como é bom ficar juntos, sem culpas e arrependimentos. Os dois nunca estiveram tão felizes.

Já Maggie precisa aprender a seguir em frente sem Ridge. Apesar dela entender o motivo do término, foi ela que fez essa escolha, ele foi seu principal cuidador por 6 anos, além de namorado, e agora ela precisa seguir em frente sozinha. Maggie tem fibrose cística e a doença faz com que sua expectativa de vida não seja longa, além das crises fazer com que ela viva internada. E quando ela piora, ela só tem seus melhores amigos, Ridge e Warren para cuidar dela. Maggie foi criada pelos avós, e agora que e avó faleceu e o avô mora em um asilo, não tem mais nenhuma família.  

Tudo o que ela sempre quis, foi viver sem ser controlada pela doença. Ela tinha uma lista de desejos de "coisas para fazer antes de morrer". E agora sem Ridge para controlar tudo o que ela faz, ela pretende riscar alguns itens. Quando ela se inscreve para um salto de paraquedas, conhece Jake, o instrutor que também é um médico, cardiologista, muito gato e que logo se interessa por ela.  E com isso ela risca mais um item da lista, dormir com alguém apenas por uma noite. O problema é que Jake quer algo mais e Maggie não está pronta para embarcar em outro relacionamento. Ela teme mais uma vez ser um peso na vida de alguém, a última coisa que deseja é que alguém esteja com ela por pena.


~~~~~~~~~~~~

Eu amei o primeiro livro, então, apesar de já fazer alguns anos que li, tinha grande expectativa com esta continuação. E eu até gostei da leitura, mas esperava tãooo mais! 

Ver Sidney e Ridge como um casal era o que eu mais esperava. E os dois juntos foi tão lindo e perfeito como eu imaginei. Os dois são melhores juntos. Sidney incentiva sempre Ridge a fazer mais, a enfrentar seus desafios. Ele nunca falava apesar de conseguir, por sua surdez, ele sempre usou somente a linguagem de sinais. Ela o estimula para que fale, para que vença outros desafios como dançar, por exemplo. A vida de Sidney gira praticamente em torno do relacionamento, fora isso ela continua estudando e trabalhando na biblioteca. O que não curti muito foram as inúmeras cenas de sexo, uma pegação infinita! Quando eles não estavam se pegando, estavam compondo letras de músicas melosas, que também achei um porre kkk.  Achei tudo muito meloso. 

Para mim este deveria ter sido o livro de Maggie, afinal ela tem uma doença crônica, e acabou terminando um namoro de 6 anos depois de descobrir que o namorado havia beijado outra moça. Ela entendeu que ela e Ridge não tinham mais muito em comum, eles estavam juntos pelos motivos errados e ele nunca terminaria com ela, apesar de estar apaixonado por Sidney, por causa da doença. Então ela termina. E apesar de acreditar que foi o melhor, compreensivelmente é tudo muito difícil para ela.  Ela conhece Jake e apesar de gostar dele, não quer que se torne algo sério. E ele é lindo, perfeito e quer conhecê-la melhor.  

A narrativa se alterna entre Sidney/Ridge e Maggie/Jake, e com isso achei que a história de Maggie foi desenvolvida de forma muito superficial. Eu tenho muita pena da situação dela desde o primeiro livro, não só por ter uma doença grave, mas também por não ter uma família para apoiá-la. Com isso ela fazia coisas idiotas, como ignorar que estava mal e não seguir o tratamento direito, fugir do hospital etc. Eu achei Sidney uma santa com tudo isso no início, qualquer outra namorada teria achado ruim. Maggie aos poucos aceita que precisa ter mais responsabilidade, ao invés de esperar que Ridge e Warren estejam a disposição dela o tempo todo.  

O problema para mim foi o desenvolvimento do relacionamento de Maggie com Jack e o final, achei tudo muito raso e muito clichê. Jack um médico divorciado, lindo, com um filho de 11 anos e só. Não se fala muito sobre ele e ele cai de cabeça nesse relacionamento. Ele sabe o que pode acontecer, sabe qual é a expectativa de vida e as dificuldades desta doença e está tudo ok. Achei muito pouco crível tudo isso. Eu esperava mais drama, esperava que ele fosse refletir melhor sobre isso, afinal ele tem um filho pequeno que provavelmente também vai se apegar a Maggie.  O final foi totalmente clichê e nada foi tão explorado como deveria.

O livro também não tem um ápice, um drama que prende, entendem? Tudo se resume aos dois relacionamentos e a doença dela. E foi isso. De qualquer forma, a narrativa da autora é sempre muito gostosa e flui bem. E eu adoro o lado cômico com Warren e a namorada sem noção dele, Bridgette. Adorei as interações dela e Sidney.

Para quem gosta de romances new adult, com uma pegada jovem e mais hot, a autora é sempre uma boa pedida. Quem leu me conte o que achou, leiam!

Adicione ao seu Skoob!
Compre na Amazon: Talvez agora  

Maybe da Collen Hoover:
  1. Talvez um dia (Maybe someday)
  2. Talvez agora (Maybe now).
1.5 - Maybe not

Avaliação (1 a 5):





  Comente, preencha o formulário, e concorra ao Top comentarista de junho!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO