target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O trono sem rei - Eddie Van Feu

>>  terça-feira, 9 de outubro de 2012


VAN FEU, Eddie. O trono sem rei. Rio de Janeiro: Editora Linhas Tortas, 2012. 268p. (Lua das fadas, v.2)

“Frabato afastou a bandeja e verificou o curativo por alto.
- Humm... O kelpie fez um estrago mesmo em você, garoto... Mas creio que ficará bom. Já está bem melhor!
Frabato voltou a se sentar na poltrona.
- Pelo menos até a próxima Luca Cheia, quando você se transformará em um deles. Até lá, não tem com o que se preocupar!
- O quê?! – eles perguntaram em uníssono.
Frabato explodiu numa gargalhada.
- É brincadeira! Nossa, como vocês são bobinhos! Eu poderia ficar aqui o dia inteiro pregando peças em vocês...” p.154

Quem acompanha o blog há mais tempo, vai se lembrar que eu amei Lua das fadas, o livro teve um bom final, mas deixou abertura para uma continuação, que finalmente foi lançada! Então convido vocês para mergulhar de cabeça no mundo das fadas e conhecer O trono sei rei da brasileira Eddie Van Feu.

Em Lua das fadas ficamos conhecendo Bianca, uma adolescente que ama ler e não duvida que os seres fantásticos realmente possam existir. Por isso, quando sua melhor amiga Analice é sequestrada e levada para um mundo desconhecido, ela não exita em seguir as pistas e partir em seu resgate. Para isso ela conta com a ajuda do anjo Zacariel, que parece odiar a missão, mas é designado para acompanhar a moça até o Mundo das fadas. Juntos eles irão viver muitas aventuras, trocar insultos e se divertir naquele mundo de fantasia.

A partir daqui contém spoilers se você não leu Lua das fadas e O portal. Confira as duas resenhas, os dois livros são independentes entre si, mas ambos são citados em O trono sem rei.

Bianca, 16 anos, sempre foi uma adolescente forte, uma amiga fiel e uma amante dos livros de fantasia, consequentemente, uma menina crédula e sensível. E Bianca viveu muitas aventuras em um mundo fantástico, aventuras que não pode contar para ninguém, afinal, quem é que acreditaria nela? De volta ao mundo real e com o coração partido nada tem graça, não depois do que aconteceu com o anjo Zac, e logo quando ela descobre estar apaixonada por ele.

Seus pais, Lorena e Urbain, não sabem o que fazer para lidar com aquela adolescente estranha, que em uma hora está calada e sonhadora, em outras parece arrasada e de repente entra sorrindo e pulando pela casa.

“-Dê tempo a ela... – respondeu Lorena, bebericando seu chá quente. – Todo coração se cura com o tempo.
- E se não for isso? – insistiu Urbain. – E se ela estiver com uma dessas coisas que dá na televisão? Os jovens de hoje estão cheios de problemas! Déficit de atenção, depressão, ansiedade, hiperatividade... No meu tempo, os jovens tinham apenas que sobreviver às pragas e aos inimigos. Então, comíamos o melhor que podíamos e aprendíamos a manejar uma espada. Era muito mais simples! Não tinha todos esses problemas! Não dava tempo!” p.9

Pois é, mal sabe Bianca que seus pais poderiam entendê-la melhor do que ela imagina, assim como seus “tios” Marcos e Marcel. Porém tudo fica mais fácil quando Zac volta para ela. Bom, pelo menos se parece muito com ele, mas o rapaz embora se interesse pela linda Bianca, afirma não se lembrar de nada - e acha a menina completamente pirada. Ela tenta descobrir se aquele rapaz chamado Zacarias, que a convida para sair, é o mesmo anjo Zac que ela conheceu. Além disso, Bianca precisa lidar com as meninas insuportáveis da escola e com seu pai, que parece ter saído diretamente do século XVII quando se trata de namorados.

E é ai que algo totalmente assustador acontece e Bianca precisa retornar ao Mundo das Fadas. Desta vez ela irá contar com uma ajuda inesperada. Já no Mundo das Fadas eles se deparam com conflitos, violência e um mundo a um passo da guerra. Bianca também reencontra velhos amigos, novos perigos e viverá uma aventura muito mais perigosa do que a primeira vez. Só que agora, ela não está sozinha.
~~~~~

Eu amei Lua das Fadas, então estava muito ansiosa e esperava muito de O trono sem rei, e a verdade é que, embora tenha gostado bastante do livro ele não me encantou como o primeiro. O enredo continua muito bom, os personagens também, porém aqui tiveram três coisas que eu não gostei: o fato de alguns personagens ficarem meio exagerados, como Marcos, prejudicando os diálogos; a grande ida e vinda dentro da trama – quando tudo parece que vai se resolver volta tudo de novo e isso me irritou; e principalmente, porque o livro termina muito no ar, deixando tudo para uma continuação, que eu nem sabia que iria existir aff.

Agora que eu já desabafei, vamos falar de coisas boas. A narrativa da autora é leve, divertida e prende o leitor durante todo o livro. Eddie não deixa você respirar, acontece muita coisa, aparecem muitos personagens novos e seus personagens coadjuvantes não ficam perdidos na trama - como vejo acontecer muito na literatura juvenil.

Algumas passagens continuaram me arrancando risadas, mas para mim ela errou a mão no seu personagem mais bobalhão, Marcos. As piadas dele e referências ao mundo moderno, oram me divertiam, ora me irritavam:

“- Onde está Edward?
Ele caminhou pelo lugar e pareceu desesperado. Marcos que se aproximava com Maeve olhou em volta, sem saber exatamente por quem procurar.
- Como é que ele é? – perguntou Marcos. – Ele brilha no sol?” p.162

Neste livro o perigo está mais perto dos personagens, eles sofrem bastante e muita coisa acontece em poucas páginas. Muitos desencontros, muitas lutas e muita... muita confusão. Eu queria que algumas delas tivessem uma conclusão, o final para mim foi frustrante, e agora é roer as unhas até a continuação.

Esta ainda é uma das minhas séries de fadas preferidas, melhor que muita coisa que faz o maior sucesso na literatura estrangeira. Quem se interessou pode adquirir os livros através do site da Editora Linhas Tortas. Sugiro que vocês leiam os dois livros na ordem, a leitura de O portal não é imprescindível, a autora só cita alguns fatos, já que O portal é protagonizado pelos pais da Bianca e acontece antes de Lua das Fadas. É literatura infanto-juvenil ok? Então seus personagens agem de acordo com a idade, tem romance, tem muita aventura e confusão até o final. Leiam!

Série Lua das fadas da Eddie Van Feu:
In: http://www.linhastortas.com
  1. Lua das fadas
  2. O trono sem rei
  3. Título ainda não divulgado.
O portal (interligado)

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO