target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Sombra da noite - Deborah Harkness

>>  terça-feira, 2 de julho de 2013

HARKNESS, Deborah. Sombra da noite. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2013. 574p. Título original: Shadow of night.

“- Depois de toda a minha busca, descobri que sou quem sempre fui. Matthew de Clermont. Marido. Pai. Vampiro. E eu estou aqui por uma única razão: fazer a diferença.” p. 465

Eu amei A descoberta das bruxas, amei tanto que ele foi o meu Top 2 dos melhores livros lidos em 2011. O livro é muito mais que um simples romance sobrenatural, se não conhece não deixe de conferir a resenha do primeiro. E ai, como sempre, muito tempo se passou, eu ansiosa pela continuação que nunca chegava... até que agora, finalmente, tenho em mãos Sombra da noite, o segundo volume da trilogia da Deborah Harkness.

Em A descoberta das bruxas ficamos conhecendo a pesquisadora Diana Bishop, que também é uma bruxa, a última de sua linhagem depois da morte precoce dos pais. E foi este acontecimento que fez Diana ficar bem longe do mundo sobrenatural, ela tenta ser apenas uma humana, mas alguns feitiços que ela fazia sem querer acabam por lembrá-la de suas origens. Tudo vira de pernas para o ar quando em uma pesquisa Diana encontra um importante manuscrito perdido, o Ashmole 782, quando percebe que o manuscrito estava enfeitiçado e tenta guardá-lo, uma gama de seres sobrenaturais já está em seu encalço. Um deles era Matthew Clairmont, um vampiro de 1.500 anos que parece querer protegê-la. Enquanto Diana tenta descobrir se o interesse dele é nela ou no livro, juntos precisam enfrentar demônios, vampiros e bruxas.

A partir daqui contém spoilers se você não leu o livro anterior.

Diana e Matthew descobriram um amor que iria contra todos os preceitos da sociedade sobrenatural, um vampiro e uma bruxa juntos era motivo de guerra entre as raças. As bruxas não aceitam Diana, os vampiros também não. E quando a busca pelo manuscrito Ashmole 782 – o livro das origens - pode por em risco a vida dos dois, eles tomam uma decisão arriscada; usando os poderes de Diana decidem voltar ao passado e ir atrás do manuscrito em outro tempo; além disso precisam achar uma bruxa capaz de ajudar Diana com seus novos e desconhecidos poderes.

“Conseguimos chegar ao ninho macio e sombreado depois que nos livramos do resto dos panos ao longo do caminho. E lá o recebi na lua de minhas coxas e enquanto meus braços o puxavam para mim. Mesmo assim, gemi de surpresa quando nossos corpos se fizeram um só corpo: quente e frio, luminoso e sombrio, feminino e masculino, bruxa e vampiro, uma conjunção de opostos.” p. 185

E é assim que os dois vão parar na Oxfordshire do século XVI, no ano de 1590. Lá chegando Matthew precisa convencer seus amigos que aquela bruxa era sua esposa e que eles deveriam ajudá-los. Ficamos conhecendo o dramaturgo e demônio Christopher Marlowe, o explorador Sir Walter Raleight, o conde Henry Percy e os vampiros Françoise e Pierre – servos de Matthew. Neste primeiro momento todos estranham o comportamento e o cheiro – no caso dos personagens sobrenaturais – de Diana; que em plena Inglaterra Elisabetana não se comporta como as mulheres daquele tempo.

A inteligente Diana impressiona, mas também gera desconfiança. E logo a sociedade da época começa a murmurar “bruxa!”, em uma época em que mulheres bem mais inocentes terminaram na fogueira. Apesar de Matthew ser um espião e membro de duas organizações secretas, teme o poder da Rainha. Preocupados e depois de receber um ultimato do pai, Matthew e Diana partem para Saint-Lucien para encontrar Philippe de Clermont. Obviamente Diana teme o encontro com o poderoso vampiro, mas Matthew precisa do apoio do pai para proteger Diana e encontrar uma bruxa para treiná-la.

A partir daí os dois seguem em viagens e explorações, já que encontrar uma bruxa em plena caça contra as bruxas, obviamente, não é nada fácil. Além disso, novos inimigos irão surgindo, os poderes de Diana estão mais descontrolados que nunca, e Matthew se revela um homem muito diferente naquele século. Eles precisam lidar com todos estes problemas, e, com sorte, voltar para o século XXI.

~~~~~~~

A primeira parte da resenha ficou enorme e eu nem contei muito do enredo, o livro é dividido em seis partes e muita coisa acontece em todas elas, são muitos novos personagens, tantos, que é impossível levar todos na memória. Por falar em memória, para mim a maior dificuldade aqui foi o hiato entre os livros, li o primeiro em agosto de 2011 e não lembrava dos detalhes quando comecei a leitura, e Harkness não é daquelas autoras que resume fatos do livro anterior, com isso me senti meio perdida no início.

Uma coisa me incomodou - apesar de eu ter achado interessante a volta ao passado-, a autora contou tudo tão detalhadamente e inseriu tantos novos personagens – tantos fictícios quanto de pessoas que realmente viveram naquela época, como Shakespeare -, que eu custei para engatar um bom ritmo de leitura. Acho que foi isso que não me fez gostar tanto deste quanto do anterior, era informação demais, e algumas coisas não acrescentaram nada para a historia.

Achei também Matthew muito chato, ele encarnou a personalidade masculina da elite do século XVI, machista e mandão. Diana, é claro, colocou o marido no lugar dele, mas isso atrapalhou um pouco a química entre os dois, achei que faltou paixão para o casal. Já Diana continua sendo das melhores personagens literárias femininas, adoro a força e a objetividade da personagem. Ela é forte, leal, bondosa e inteligente... e uma bruxa, adoro!

O livro vale pelo enredo, é realmente das fantasias adultas mais bem construídas que já li até agora, é outro nível, é mais um romance histórico do que uma trama sobrenatural.  Por isso, minha nota não poderia ser menor, Deborah Harkness continua com uma escrita rica e um enredo fenomenal.

Espero que o terceiro livro tenha mais ação e que não demore tanto para sair, confesso que fico arrasada com esta demora. Ah, um adendo, neste caso a culpa não é da Editora Rocco, o terceiro livro não foi lançado ainda nos EUA também. Eu continuo indicando muito a série, espero que vocês leiam e gostem como eu, mas não esperem tanto deste, realmente não achei que mantém o mesmo nível do primeiro livro. 
           
Trilogia All Souls de Deborah Harkness
  1. A descoberta das bruxas (A discovery of witches)
  2. Sombra da noite (Shadow of night)
  3. O livro da vida (The book of life).
Avaliação (1 a 5):

Post patrocinado!
Então a dica de hoje é a rede social Badoo, onde você encontra uma infinidade de maneiras para se relacionar com pessoas do Brasil e do mundo através de bate papo online, para manter contato com seus amigos e muitas outras maneiras de se relacionar e encontrar aquele amigo de infância ou aquele parente distante, faça agora mesmo a experiência.

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO