target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Luz das runas - Joanne Harris

>>  quinta-feira, 31 de outubro de 2013

HARRIS, Joanne. Luz das runas. Rio de Janeiro: Rocco Jovens Leitores, 2013. 560p. (Runemarks, v.2).Título original: Runelight.

“O Inominável havia matado seus pais.
O Murmurador era o inimigo.
Por um momento Maggie sentiu como se sua vida inteira houvesse se despedaçado. A ordem; o Bom Livro; a Adversidade; todas as verdades imutáveis em que ela fora levada a crer – de repente parecia que nada daquilo tudo havia sido exatamente o que ela pensara.” p.369

Um mergulho na mitologia nórdica com um livro repleto de fantasia, é a base dos livros, que provavelmente serão uma trilogia, da autora americana Joanne Harris. Hoje vou falar sobre o segundo volume com Luz das runas.

Em Runas conhecemos Maddy Smith, uma menina que nasceu com uma runa na palma da mão, uma marca que fez com que ela sempre fosse rejeitada na comunidade em que vivia. Ela tinha o poder, conhecia a magia através das runas. Ela aprendeu a controlar este poder com seu amigo, Um olho, e quando eles resolvem descer ao mundo inferior, sua vida muda para sempre.

A partir daqui pode contém spoilers para quem não leu Runas.

Da mesma maneira que Maddy Smith, uma outra garota também nasceu com uma marca de runa na pele, um símbolo dos velhos tempos, mas ela não sabia disso. Maggie Rede perdeu toda a sua família há três anos atrás, quando tudo aconteceu, um evento que ela chama de Glória. Agora ela vive em Fim do mundo, enquanto trabalha em uma taberna para sobreviver, e tenta ser uma boa moça, seguir os antigos costumes, rezar, mesmo que o mundo não seja mais o mesmo. Maggie tenta se manter longe do Povo-vidente, mas não resiste aos livros da antiga biblioteca, no subterrâneo ela começa a escondê-los, para que possa ler e evitar que sejam destruídos ou roubados. Ela tem sonhos estranhos, que julga serem apenas fantasias.

No vilarejo de Malbry, os deuses nórdicos vivem com seus novos aspectos, perderam muito de sua força e não sabem o que fazer para recuperar o poder. Asgard está em ruínas, e o poder dos deuses praticamente destruído. Mas nem tudo pode estar perdido, os deuses não desistiram ainda. Eles ainda tentam culpar Loki por tudo que acontece de errado, Odin se foi, e eles não sabem a quem seguir.

No Fim do mundo, Maggie conhece ninguém menos que Adam, um conhecido de Maddy; ele agora abriga em sua mente o Oráculo e precisa do poder que a garota nem sabe que tem. Ingênua, Maggie aceita ajudar Adam e segue seus conselhos.

Quando Loki é atacado por uma serpente saída do mundo dos sonhos e uma nova profecia se revela, eles precisam reconstruir Asgard. Eles não sabem como cumprir a profecia, mas Maddy recebe um chamado, e parte em busca da irmã perdida.

~~~~~~~~

Não funcionou comigo. Sabe aquele livro que tem tudo para ser bom? A parte mitológica é superior a muitas fantasias juvenis que leio por aí, a mitologia nórdica é muito interessante e o enredo é rico. Eu me lembrei de A maldição de pedra, que resenhei faz pouco tempo, que também tem um mundo fantástico incrível, mas que não me conquistou.

Eu já não tinha amado Runas, mas tinha achado bem interessante. Este simplesmente não rendia, eu não consegui me conectar com os inúmeros personagens, eu não senti empatia com nenhum deles e achei tudo um tédio sem fim. Maddy é legal, mas a menina nova, Maggie é crédula demais, inocente demais e muito sem sal. Os deuses continuam divertidos e garantem alguns momentos hilários, mas não foi o suficiente para melhorar a historia.

O final foi interessante, mas eu já estava querendo tanto terminar que só consegui pensar que...“ufa”, acabou. :P

Não acho que este é um livro para qualquer leitor, a historia é mais densa e complexa, são muitos personagens, muitos mundos e inúmeras runas novas que quase me deram dor de cabeça. 

Quem leu Runas por favor deixe sua opinião, me conte o que achou do livro. Pesquisem mais sobre ele, indico a resenha do Cultivando a Leitura, que ao contrário de mim, amou o livro rs. Eu sei que nem consegui explicar muito bem os eventos na primeira parte da resenha, principalmente para quem não leu ainda o primeiro livro. Este eu não indico, e acho que paro por aqui com a série/trilogia.

Série Runas da Joanne Harris:
  1. Runas (Runemarks)
  2. Luz das Runas (Runelight) 
Avaliação (1 a 5): 2,5

Comentou? Não esqueça de preencher o formulário do Top Comentarista de Outubro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO