target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O inferno de Gabriel - Sylvain Reynard

>>  terça-feira, 28 de janeiro de 2014

REYNARD, Sylvain. O inferno de Gabriel. São Paulo: Editora Arqueiro, 2013. 512p. (Gabriel’s Inferno, v.1). Título original: Gabriel’s Inferno.

"Repara nesta pulga e apreende bem
Quão pouco é o que me negas com desdém
Ela sugou-me a mim e a ti depois,
Mesclando assim o sangue de nós dois.
E é certo que ninguém a isso alude
Como pecado ou perda de virtude.
Mas ela goza sem ter cortejado
E incha de um sangue em dois revigorado:
É mais do que teríamos logrado." John Donne

“... No poema Donne se dirigia a sua possível amante, uma virgem, e argumentava que a perda da sua virgindade era tão sem importância quando esmagar uma pulga. Ela deveria se entregar a ele depressa, sem pensar duas vezes. Sem hesitação nem arrependimento.
Assim que essas palavras lhe ocorreram, Gabriel teve certeza de que eram perfeitas para ele. Perfeitas para o que pretendia fazer com ela. Perfeitas para se auto justificar.
Provar. Tomar. Sorver. Sugar. Abandonar.
Ela era pura. Ela era inocente. Ele a desejava." p. 133

Eu não sabia muito bem o que esperar deste livro e a leitura foi diferente do que imaginei. Me enganei ao pensar que fosse mais uma trilogia na linha erótica; pelo menos o primeiro livro é um romance, embora tenha vários aspectos em comum com a famosa Fifty Shades. Hoje vou falar sobre O inferno de Gabriel do Sylvain Reynard.

Gabriel Emerson, 33 anos, é um professor universitário especializado na obra de Dante Alighieri. Filho adotivo de uma ótima família, se considera a ovelha negra e prefere a solidão. Ele se entrega aos prazeres carnais e vive no luxo proporcionado pela herança de seu pai biológico. Frio e rígido mantém uma aura distante. Mas na verdade, esconde de todos sua alma atormentada pelos erros e segredos do passado. Ele acredita que não merece perdão, que seus pecados estão muito além da redenção.

O mundo solitário de Gabriel sai dos eixos quando ele conhece Julia Mitchell, uma moça tímida e simples que começa o mestrado na Universidade de Toronto, a mais nova orientada do Professor Emerson.

Julia tem dificuldades financeiras e uma vida solitária. Aos 23 anos, precisa concentrar todas as suas energias no mestrado e deixar seu doloroso passado para trás. Filha de pais ausentes, Julia só deseja ser amada e cuidada por um bom homem, mas o passado doloroso faz com que seu coração esteja sempre em alerta.

Gabriel nem se lembra, mas Júlia sabe que reencontrará alguém importante em seu passado, alguém que ela nunca conseguiu esquecer. Os dois sentem uma atração imediata, mas o Professor precisa evitar qualquer relacionamento íntimo com Julia, para não colocar sua carreira em risco.  Ele também sabe que nunca poderia corromper uma alma tão pura, ele já cometeu muitos erros, mas não irá arrastar Julia para o inferno de sua alma atormentada.

~~~~~~

Não sei se vocês sabem, mas a trilogia nasceu de mais uma fanfiction de Crepúsculo, além de sua ligação com a obra A divina comédia. O fato de se inspirar em Twilight me fez lembrar o tempo todo de Cinquenta tons de cinza, são várias semelhanças difíceis de ser ignoradas, mas as diferenças é que tornam este livro muito melhor.  Primeiro porque ele é bem escrito rs, depois temos as inúmeras e interessantes citações literárias e o simbolismo com a obra de Dante. E ainda, tem o fato dele ser mais inocente, não chegar a ser um erótico como os outros neste estilo. Gostar ou não do livro depende muito do gosto pessoal do leitor, eu gostei muito da narrativa e prefiro livros mais leves quando se fala em cenas hots.

O que mais me incomodou na leitura foram as muitas semelhanças, o universo era muito conhecido. A semelhança de Julia com Bella/Anna são gritantes, a moça virgem, inocente, pobre, tímida e que não enxerga suas qualidades. A moça que se acha sem graça, mas que todo mundo quer conquistar. Depois temos uma personagem, Paulina, que me lembrou muito a insuportável Mrs Robinson. Temos ainda um amigo, Paul, que começa a desempenhar o papel de Jacob na historia, um amigo que claro, se encanta por Julia. No primeiro livro este foco foi deixado de lado, espero que continue assim.

Em compensação teve muitos aspectos positivos. Gabriel, o protagonista, foi um personagem muito bem construído, atormentado, frio, cruel... até que conhecemos seu outro lado. E a obra é inteligente, as menções a obra de Dante, o paralelo entre Julia e Beatriz (personagem importante na obra de Dante, retratada como símbolo de pureza e perfeição, símbolo do amor divino), as diversas citações literárias me encantaram. A busca de Gabriel por redenção e as tramas paralelas formam um enredo interessante e o resultado foi positivo.

O livro é bem grande e algumas partes são lentas, demora para acontecer algo importante e comecei a ficar com preguiça. O autor conquista com desdobramentos que deixam o leitor curioso e ansioso, mas algumas partes - como a coisa toda em cima da pureza e da virgindade de Julia -, quase me mataram de tédio. Ai que preguiça, acho que nunca foi tão complicado perder a virgindade. :P

Apesar disso foi um livro que me prendeu, li em 2 dias morrendo de curiosidade para saber como iria terminar, e apesar de achar que poderia ser um livro individual, quero muito saber o que vem a seguir. Fora que Gabriel é tudo de bom, piriguetagem total. ^^

Ah uma curiosidade, o nome do autor é um pseudônimo e paira um grande mistério sobre sua identidade. Sabemos que ele é Canadense, mas muita gente desconfia que seja uma mulher por trás da obra. Eu não sei, a obra tão romanceada me faz pensar realmente em uma autora mulher, mas por outro lado, a linguagem e os diálogos parecem mais com um narrador masculino, fiquei curiosa.

Quem não curte um romance mais pesado e gosta de uma historia mais elaborada, este é um romance que eu indico. Apesar da trama parecida com alguns livros, o texto bem escrito destaca as diferenças e não as semelhanças. Eu gostei e indico, leiam!

Trilogia Gabriel’s Inferno do Sylvain Reynard
  1. O inferno de Gabriel (Gabriel’s Inferno)
  2. O julgamento de Gabriel (Gabriel’s Rapture)
  3. A redenção de Gabriel (Gabriel’s Redemption)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO