target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Amigas para sempre - Kristin Hannah

>>  segunda-feira, 24 de março de 2014

HANNAH, Kristin. Amigas para sempre. São Paulo: Editora Arqueiro, 2014. 448p. (Firefly lane, v.1). Título original: Firefly lane.

"- Como uma mãe pode fazer isso?
Tully encolheu os ombros.
- Acho que tem alguma coisa errada comigo.
- Não tem nada de errado com você. Ela que é a trouxa. Mas ainda não entendi porque você mentiu para mim.
Tully finalmente olhou para ela.
- Eu queria que você gostasse de mim.
- Você estava preocupada comigo?
Kate explodiu numa gargalhada. Tully estava prestes a perguntar o que era tão engraçado quando ela parou de rir e disse:
- Chega de mentiras, está bem?
- Pode ter certeza disso.
- Nós vamos ser melhores amigas para sempre – disse Kate com sinceridade. – Combinado?
- Você quer dizer que sempre estará ao meu lado?
- Sempre – respondeu Kate. – Não importa o que aconteça.” p.63

Desde que li meu primeiro livro da autora eu soube que ficaria fã e que iria ler todos os seus livros lançados. E até agora, nenhum deles me decepcionou. O caminho para casa, Quando você voltar e Jardim de inverno mexeram comigo de formas diferentes, mas todos me emocionaram. Nesta duologia a autora narra a vida de duas meninas muito diferentes, que se encontraram e caminharam juntas por uma longa jornada. Conheça Amigas para sempre da Kristin Hannah.

Tully Hart, 14 anos, se escondia atrás de sua beleza de causar inveja, suas roupas sempre na moda e sua popularidade. Ninguém sabia que ela fora criada pela avó enquanto a mãe drogada a abandonava e sumia ao longo dos anos. De como ela nem sabia quem era seu pai e ainda tinha esperanças que a mãe fosse mudar, ainda sonhava e esperava por ela. Tully Hart não acreditava no amor, na verdade, ela não acreditava na capacidade de amar e ser amada, não acreditava que um sentimento pudesse durar para sempre.

Kathleen Mularkey, 14 anos, vivia sozinha com seus livros após perder suas únicas duas amigas, que simplesmente pararam de falar com ela em um dia qualquer. Com suas roupas estranhas, óculos, aparelho nos dentes e os livros, ela não tinha esperanças de ter uma amizade. Ela tinha seus pais, seu irmão mais novo, um cachorro e um cavalo.

Kate invejava a beleza e a popularidade da nova vizinha. Tully ao mudar para a Alameda dos Vaga-Lumes não sabia que iria conhecer sua melhor amiga. As duas se aproximaram em uma noite qualquer, quando Tully tinha passado pela pior noite de sua vida. Kate a ajudara, cuidara dela e fora gentil. Ali elas selaram uma amizade, para sempre.

Tully ajudou Kate a se encaixar, a se produzir e fazer parte de algo. Kate fez Tully se sentir parte de uma família. Depois de algum tempo Tully precisou se mudar, mas as duas mantiveram fielmente a amizade através de longas cartas. Juntas elas sonharam, planejaram uma carreira, foram para a faculdade. Se apaixonaram, se desiludiram. Tully com sua busca implacável pelo sucesso, Kate que só queria uma família para amar e cuidar.

“ – O mundo todo vai amar você.
Mas, mais tarde, muito tempo depois de Tully ter dito ‘ele que se dane, afinal’ e dado uma risada um pouco desesperada, Kate não conseguia tirar aquelas últimas palavras da cabeça. De repente, ficou preocupada.
E se algum dia o mundo todo amasse Tully e isso ainda não fosse o bastante?” p. 175

Trinta anos depois elas eram família, eram inseparáveis. Tiveram desentendimentos, passaram por dificuldades, mas seguiram em frente juntas. Até que algo acontece e as duas se afastam. Como perdoar a traição de sua melhor amiga?

~~~~~~

Uma história linda e muito bem construída, claro que eu chorei horrores no final, ou não seria Kristin Hannah. Eu nem sei falar qual dos livros da autora eu gostei mais, apesar de dois ganharem 5 estrelas e dois ganharem 4, todos mexeram muito comigo. Ela sempre consegue criar personagens apaixonantes, mas tão reais que em algum momento você vai querer torcer o pescoço deles. Aqui não foi diferente, nós conhecemos Kate e Tully bem demais e eu me senti como se fosse também uma amiga delas, torcendo por elas, ficando arrasada quando algo de ruim acontecia.

Kate é a mais fácil de ser amada. Compreensiva, amiga e carinhosa ela é o porto seguro de Tully. Mas Kate é extremamente insegura e ciumenta, sua luta interior para acreditar no amor e não sentir inveja da melhor amiga duraram boa parte da história.  Tully é pura impetuosidade e ambição. Linda, sempre disposta a ajudar Kate e arrastá-la junto com ela rumo ao sucesso. Mas Tully também é egoísta, capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer e incapaz de perceber quando suas atitudes podem magoar outras pessoas. Kate é pura sensibilidade, Tully não saberia nem o que é isso. Mas juntas elas formam uma dupla inseparável, com qualidades e defeitos, se desencontrando e se acertando ao longo dos anos.

Eu me descabelei com a nota – só para variar – logo que terminei a leitura. Achei o final meio corrido depois de terem contado fielmente a vida das duas ao longo dos anos. Me irritei com a insegurança de Kate e o egoísmo de Tully. Mas eu não consigo tirar a história da minha cabeça, e se ele mexeu tanto comigo, me emocionou em vários momentos, me fez sorrir em tantos outros, concluí que mereceu a nota máxima.

E sabem o que é pior? Eu não posso compartilhar com vocês quase nada sobre a parte principal do enredo. Porque a autora conta a história das protagonistas desde a adolescência e qualquer coisa que eu adiante sobre a vida adulta das duas, pode ser spoiler. Nem posso falar do grande drama da história, das mulheres que elas se tornaram ou dos outros personagens. Só posso dizer que mais uma vez a autora passa uma grande lição de vida, de sofrimento e de perdão. 

Falando em outros personagens, cuidado com a continuação, Por toda  a eternidade, lançado pela Novo Conceito. A Editora andou falando e falando que os livros são independentes, que podem ser lidos foram da ordem e é tudo pura balela. A sinopse do livro já conta o maior spoiler possível sobre este livro, não leiam fora da ordem, não leiam resenhas sobre o segundo antes de ler este. Sério mesmo, depois não digam que não avisei!!

O segundo livro tem também uma nova narradora, uma personagem que eu queria esganar nesse livro. Então não sei se vou gostar tanto, mas quero ler em breve, enquanto a história ainda está viva em minha mente. 

Resenha gigante, mas não consigo demonstrar tudo que a autora consegue passar. Ainda sinto que não falei alguma coisa importante hehe. Leiam!! Quem não conhece a autora não sabe o que está perdendo. Super indico! ^^

Duologia Firefly lane da Kristin Hannah
  1. Amigas para sempre (Firefly lane)
  2. Por toda a eternidade (Fly away)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO