target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Métrica - Colleen Hoover

>>  terça-feira, 10 de junho de 2014

HOOVER, Colleen. Métrica. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2013. 304p. (Slammed, v.1). Título original: Slammed.

“Fico imóvel tentando assimilar os últimos quinze segundos da minha vida. De onde foi que surgiu aquilo? Por que é que eu fiquei lá parada, deixando que ele fizesse aquilo? Apesar das minhas objeções, percebo, de modo ridículo, que tinha acabado de vivenciar o beijo mais apaixonado que já recebi de um garoto – e foi na porcaria da testa!” p.34

Todo mundo falou dele quando lançou, vi várias resenhas de quem amou e nada de eu ler, não acredito que demorei tanto! Um dos NAs mais fofos que já li, com média de 4.35 e mais de 90.000 leitores no Goodreads e 4.6 no Skoob com mais de 5.000 leitores,  vou falar de Métrica da Colleen Hoover.

Layken Cohen18 anos, deixou tudo o que ela considerava normal para trás. Ela tinha alguns amigos, gostava da sua escola, e amava sua família. Até que perde seu pai de repente, e tudo o que ela conhecia está diferente. Sua mãe, Julia, faz de tudo para ser forte e seguir em frente para cuidar dos filhos; Lake tenta ajudar ao máximo seu irmãozinho mais novo, Kel, aos 9 anos ele pareceu se recuperar mais rápido da perda, e ela foi sua companhia em todas as atividades que ele fazia com o pai. Além disso, sua mãe resolve se mudar.

Ela deixou o Texas, tudo o que chamava de lar. Agora em uma nova cidade e uma nova casa, precisa seguir em frente. O Michigan é frio, muito frio. Seu irmão mal desce do caminhão de mudança e já faz um novo melhor amigo, Caulder, um garoto da mesma idade, filho dos vizinhos que moram em frente.

O que ela descobre quando o irmão mais velho do menino, Will Cooper vem se apresentar. Will é lindo, alto, simpático. Eles logo ficam próximos e sentem uma grande atração um pelo outro. Ele com 21 anos, mexe com o coração de Lake pela primeira vez, principalmente depois de um primeiro encontro regado a poesia.

Uma descoberta acaba com seus sonhos, os dois precisam se afastar e esquecer algo que estava apenas começando. Ambos têm uma grande bagagem e precisam ser fortes. Fazer o que é melhor, colocar as prioridades em ordem. O problema é que o amor... não deveria vir em primeiro lugar?

“Ele tira o casaco e o coloca ao redor dos meus ombros, segurando meu braço enquanto me ajuda a atravessar a rua. Eu me sinto um pouco ridícula com ele me amparando – sou capaz de andar sozinha. Mas não reclamo, e sinto que estou traindo todo o movimento feminista. Virei uma donzela em apuros.” p. 21

~~~~~~~~

Tão lindo e tão triste, tão perfeito! Eu amei desde o início, cada linha. Os personagens, o enredo, a narrativa da autora tão poética e ao mesmo tempo realista. Impossível não se apaixonar pelos protagonistas e não se emocionar com a história deles.

Muita coisa não posso contar porque seria spoilers, mas eu fiquei com tanta dó de tudo que acontecia com estes dois, se você pensar em como eles são novos, é realmente uma grande bagagem para se carregar. Mas estou me adiantando... Vamos falar dos personagens, amei todos eles; achei incrível como a autora conseguiu perfeitamente encaixar histórias paralelas dos coadjuvantes, sem deixar todo o foco da história na mão do casal. A nova amiga de Lake, Eddie, tem grande destaque e achei fofa uma cena dela com o pai adotivo.

O que mais me encantou foi a abordagem diferenciada. Nada de menina imatura, nada de triângulo, de briga boba entre o casal e as chatices de sempre. O foco da história é outro e ele é muito mais puxado para o drama do que os livros no mesmo estilo. E como new adult ele é bem light no quesito sensualidade, esta não é uma abordagem que vemos neste primeiro volume.


A parte poética do livro é uma fofura a parte, a poesia slam - apresentações livres com um microfone -, mostra a literatura como ferramenta de expressão democrática, qualquer um podia participar e soltar suas emoções, contanto sua história em forma de poesia.

Apesar de ser um livro voltado ao público jovem, a autora trabalha temas fortes e de difícil abordagem. A dor da perda, a responsabilidade, crianças órfãs, a forma como as pessoas não se preparam para uma tragédia e podem morrer deixando os problemas para quem ficar resolver. Will é um personagem bem precoce, ele teve que crescer rápido e tomar decisões importantes. Lake precisa aprender a fazer o mesmo, e ela tem sua mãe ao lado para ajudar. Julia é uma personagem incrível, bem humorada e amiga, sempre com ótimos conselhos para a filha.

O livro é o primeiro de uma trilogia e eu estou ansiosa para ler o segundo, apesar do primeiro livro ter um bom final e terminar bem redondinho.  Eu chorei, sorri, me apeguei os personagens e não vejo a hora de encontrá-los novamente. Leiam!!

Trilogia Slammed da Colleen Hoover
  1. Métrica (Slammed)
  2. Pausa (Point of retreit)
  3. Essa garota (This girl).
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO