target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A música do silêncio - Patrick Rothfuss

>>  quarta-feira, 25 de março de 2015


ROTHFUSS, Patrick. A música do silêncio. Rio de Janeiro: Editora Arqueiro, 2014. 144p. (As crônicas do Matador do Rei, v.2.5) Título original: The slow regard of silence things.

“A essa altura, sua pele estava toda acinzentada de suor. Auri fechou a porta pesada. Verificou o trinco e apoiou nela o peso magro do corpo, pressionando com as mãos e a testa. Tentou respirar mais fundo, porém o coração estava enrijecido e apertado em seu peito. Havia algo errado no ar. A porta se recusava a se encaixar direito na moldura. Auri tornou a pressioná-la com as palmas das duas mãos. Verificou o trinco.” p.53

Sou fã do autor, apaixonada por O nome do vento e O temor do sábado. Mesmo assim fiquei na dúvida se iria gostar desse livro, um conto interligado que conta a história de Auri. Um pouco por eu não ser muito fã de contos, mas principalmente porque a Auri é muito solitária e o livro se passa praticamente em sua mente. Enfim, hoje conto para vocês o que achei de A música do silêncio do Patrick Rothfuss.

Auri é uma jovem cheia de mistérios que desperta a simpatia de Kvothe, apesar de todos os seus contratempos, ele sempre arruma uma forma de encontrar com a moça e levar comida. Para ela esses encontros são esperados  com ansiedade, procura por dias pelo presente perfeito para compartilhar com ele. Além de arredia e calada, tudo o que sabemos é que Auri um dia já estudou na Universidade, até que largou tudo e passou a viver sozinha nos subterrâneos.

Poucas pessoas conhecem aqueles túneis, mas é ali, naquele local escuro e úmido, que ela vive. Solitária e misteriosa, Auri tem uma maneira singular de ver a vida. Conhece o nome das coisas, sente a energia de tudo ao seu redor. Respeita a vontade desses objetos. Assustada e inquieta, segue seus dias solitários, mas repletos de novas descobertas.

~~~~~~

O estilo do autor é encantador, principalmente pela musicalidade com que Rothfusse escreve e a forma como transforma palavras em imagens e emoções. Porém, este não é um livro que irá agradar qualquer leitor, e confesso estar entre eles, acho que não tenho a sensibilidade necessária para gostar de um livro assim.

Na capa o próprio Patrick Rothfuss já avisa: “Talvez você não queira comprar este livro. Eu sei, não se espera que um autor diga esse tipo de coisa. Mas prefiro ser honesto com você logo de saída. Acho justo avisar que esta é uma história um pouquinho estranha. Não gosto muito de dar spoilers, mas basta dizer que esta aqui é... diferente. Não tem um monte de coisas que se espera de uma historia clássica." Nas notas finais ele ainda afirma que as pessoas esperam certas coisas de uma historia, dialogo, ação, conflito... mais de um personagem. Diz que um autor pode ignorar uma ou duas delas, se for cuidadoso, mas não todas. Ele até cita que gasta 10 paginas de um livro muito curto, com a personagem fazendo sabonete.

E para mim foi exatamente isso, eu tentei, já sabia que seria assim e estava preparada, mas não consegui me encantar com o livro. Achei tedioso, apesar de entender o sentido. Para mim Auri é completamente biruta, ela sente a energia de tudo a sua volta, os objetos estão vivos e praticamente falam com ela. Ela dorme com frio porque o cobertor não quis ficar onde deveria e só ficou feliz dentro do armário. A Hérida que adorou, confiram a resenha dela, já me disse que ela não é biruta, que eu não entendi a Auri, já que todos sabemos o quanto o verdadeiro nome de cada coisa é importante nesse universo. Pode ser que eu não tenha entendido mesmo, já que essas e outras quase me mataram de tédio hehe. 

Não tiro o mérito nem o talento do autor, mas não acho que este livro seja indispensável aos fãs da serie. Estou mesmo é roendo as unhas pelas conclusão da trilogia. Este vai muito do gosto pessoal de cada leitor, quem leu me conte o que achou!

Adicione o livro ao seu Skoob!

Trilogia As Crônicas do Matador do Rei
  1. O nome do vento (The name of the Wind)
  2. O temor do sábio (Wise Man's Fear)
  3. Doors of Stone (ainda não lançado no Brasil)
2.5 A música do silêncio (The slow regard of silence things)

Avaliação (1 a 5): 2,5

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO