target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

The kiss of deception - Mary E. Pearson

>>  sexta-feira, 21 de julho de 2017

PEARSON, Mary E. The kiss of deception. Rio de Janeiro: Editora Darkside Books, 2016. 416p. (Crônicas de amor e ódio, v.1). Titulo original: The kiss of deception.

"Com apenas algumas passadas, eu me encontrava tropeçando na mesa dos recém-chegados. Fui pega de surpresa pelos olhares fixos deles, e minha respiração ficou presa em meu peito. A intensidade que eu avistara de longe era mais aparente assim tão de perto. Por um instante, fiquei paralisada. Os olhos azuis do pescador cortavam-me, e os tempestuosos olhos castanhos do mercador eram mais do que perturbadores. Eu não sabia ao certo se eles estavam com raiva ou alarmados. Tentei driblar minha entrada desajeitada e ganhar vantagem. 'Vocês são novos aqui. Sejam bem-vindos'." p.80

Sucesso entre os leitores, esse livro vem dando o que falar desde que foi lançado. A capa linda e a edição de capa dura chamam primeiro a atenção, a Editora Darkside vem arrasando em suas edições. Eu ando meio preguiçosa para literatura fantástica, mas esse acabou atraindo a minha curiosidade. E hoje conto para vocês o que achei de The kiss of deception da Mary E. Pearson.

Lia, ou melhor, a Princesa Arabella Celestine Idris Jezelia, Primeira Filha da Casa de Morrighan, está destinada a se casar com apenas 17 anos. Um casamento arranjado com o Príncipe herdeiro do Reino de Dalbreck, uma aliança muito esperada pelo reino; mas ela nunca nem conheceu o noivo. Revoltada com a situação, Lia foge no dia da cerimônia, levando consigo apenas sua criada, Pauline.  Tudo o que Lia quer é uma vida simples, e claro, fazer suas próprias escolhas. E é assim que elas chegam a outro reino, e começam a trabalhar como criadas na hospedaria da tia de Pauline. 

O que Lia não sabe, é que duas pessoas partiram ao seu encalço. Um deles é o Príncipe, aquele com quem ela deveria se casar. Ele não sabe o que busca. Uma explicação? Conhecer quem fez primeiro o que ele mesmo desejou fazer?  Curiosidade com a ousadia da moça? Do outro lado, o assassino. Ele foi contratado para encontrar e matar a princesa, uma aliança entre os reinos não interessa ao líder rebelde. 

Quando dois belos rapazes chegam a hospedaria, ela não sabe de nada. Rafe e Kaden, são cheios de atenção com Lia. E ela se sente atraída por um, talvez também pelo outro... Não sabemos quem é quem, eles se apresentam como simples trabalhadores. Mas um está ali para levá-la de volta, o outro, para matá-la. 

~~~~~~~~

Bem diferente do que eu imaginava! Esperava mais romance e mais fantasia, encontrei uma história bem construída, que fala de descobertas, amadurecimento e escolhas. E o que mais me surpreendeu, com um grande toque de mistério. O leitor passa quase o livro todo para descobrir quem é o príncipe e quem é o assassino. 

Os personagens são ótimos. A protagonista em especial, Lia é diferente de tudo o que eu esperava. Madura, guerreira, pronta para tudo que precisar fazer para atingir seus objetivos. E ela não tem medo do trabalho, da vida simples. Tudo o que ela queria era se casar apenas por amor, e não por conveniência, com alguém que nem conhecia. O príncipe e o assassino são igualmente interessantes. No final acertei quem era quem, mas me confundi tanto no início que teria que reler tudo para entender desde o começo os comportamentos dos dois personagens. Pauline é uma ótima amiga, gostei também dos personagens novos que vão se apresentando. 

Lia e suas escolhas são o cerne do livro. A autora explorou muito bem o crescimento da personagem. Aborda principalmente questões como o amor, a liberdade de escolha e a responsabilidade da personagem com o povo do seu reino. Lia fala sobre confiança, respeito, luta por tudo que deveria ter naturalmente. Porém, por um outro lado, a união entre os dois reinos pode ser a salvação do povo, que está no meio de uma guerra.

A única coisa de que não gostei foi do ritmo da narrativa. Achei algumas partes muito lentas, demora para algo importante acontecer. E tudo muito descritivo também, não foi um livro que eu devorei louca para saber o final. Achei a leitura interessante, mas não me fisgou do início ao fim. Achei também que demorou um pouco para mostrar quem era quem, quando tudo acontece já fica difícil o leitor fazer uma escolha entre os dois... mas nesse caso podia ser mesmo a intenção da autora. Eu no geral gostei realmente mais do príncipe e torço por ele, mas vamos ver com a sequencia. E acredito que o segundo livro possa ser ainda melhor, já que não precisa ter esse ritmo lento, com tudo já apresentado.

Estou curiosa e quero ler as continuações. E o bom é que todos já foram lançados no Brasil, só falta comprar rs. Quem leu me conte o que achou, e quem ainda não conhece, leia!!!

Quem leu me conte o que achou. ^^ 

Adicione ao seu Skoob!

Trilogia Crônicas de amor e ódio do Mary E. Pearson
  1. The kiss of deception
  2. The heart of betrayal
  3. The beauty of darkness.


Avaliação (1 a 5): 3.5

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de Julho!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO