target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Nossa música - Dani Atkins

>>  segunda-feira, 29 de janeiro de 2018


ATKINS, Dani. Nossa música. São Paulo: Editora Arqueiro, 2017. 368p. Título original: Our song.

“Fios de um acaso incompreensível se esticavam como cordas de piano pela minha vida, e nessa noite uma forja de fogo soldava passado e presente. Quantas vezes ao longo dos anos eu me fizera aquela pergunta sem resposta: Onde eu estaria se tivesse ficado com David e não com Joe? Nessa noite eu tinha a resposta: bem ali, numa triste e sombria sala de espera de hospital. Exatante ali, sentada no escuro, esperando para saber se o homem que eu amava iria resistir até a manhã seguinte.
A única pergunta era... qual deles?” p. 91-92

Que Dani Atkis escreve para mexer com nossas emoções já ficou claro para quem leu seus livros anteriores: Uma curva no tempo e A história de nós dois. E aqui ela coloca em cheque todos os sentimentos e emoções do leitor.  Confiram o que achei de Nossa música.

Ally conhecera David na faculdade, e eles logo se apaixonaram. Um namoro cheio de brigas e diferenças, onde os dois tentavam superar os problemas e fazer com que aquele grande amor desse certo. Ally era uma estudante de música simples, David era um rapaz rico. Ela, aparentemente, não estava a altura de alguém como ele, a mãe de David a odiou desde o início e a tratou como uma caça dotes. Talvez tudo tivesse dado certo, se Charlotte não tivesse aparecido.

Oito anos depois Ally estava casada com Joe, seu marido perfeito, e tinha um lindo filho. E, claro, Charlotte havia se casado com David, mas isso estava bem enterrado no passado. Ela achou, acreditou, que nunca mais veria nenhum dos dois. Até aquela noite...

As duas mulheres se reencontram na sala de espera da UTI, enquanto os maridos das duas, lutam bravamente para sobreviver. Naquela longa e terrível noite, onde a vida dos dois fica por um fio, elas começam a relembrar o passado. E a se questionarem, sobre o que teria acontecido se o passado fosse diferente. As duas precisaram enfrentar o passado, superar as diferenças e esclarecer mal entendidos, para só então, tentar seguir em frente.

~~~~~~~~~

Eu amei Uma curva no tempo, mas esse foi meu favorito da autora. Primeira leitura de 2018 e já estrei com um nota 5, que alegria!!! Ou melhor, alegria banhada de lágrimas, porque como eu chorei com essa leitura! Fazia tempo que um livro me prendia ao ponto de eu perder o sono e ficar lendo até terminar. E eu chorei, terminei, pensei na história, e chorei mais um pouco.

A história toda gira em volta da vida de Ally e Charlotte. Ally a namorada de David na faculdade, um namoro que acabou de forma complicada. Charlotte, a esposa e quem ficou com ele depois do término. Joe, um bom amigo que acabou virando o amor da vida de Ally, eles são casados e muito felizes. Com muitos flashbacks a autora vai contando tudo o que realmente aconteceu no passado. Como David e Charlotte se conheceram, como David e Ally começaram a namorar, como tudo terminou. Engraçado como no começo você enxerga Ally como a mocinha e aos poucos vai aprendendo a gostar (um pouco) da Charlotte.

Que a vida prega peças ninguém pode negar, mas a coitada da Ally, deve ter jogado bosta na cruz, coitada dessa mulher. Do início ao fim meu coração se partiu com ela e por ela, e aquele final, ainda não me conformo com algo que aconteceu. Eu confesso, não me importei tanto com Charlotte e David. Desde o início meu coração foi de Joe. Ah Joe, queria ter mais dele no livro, os flashbacks não foram o suficiente para mim. Queria também que o irmão do David tivesse aparecido no presente.

Só de lembrar de Jake, já estou chorando de novo, só de escrever a resenha. Que criança mais fofa gente!! Que menino adorável!! Ele protagonizou as cenas mais lindas e emocionantes do livro. Essa é uma daquelas histórias que a gente lê e quer mudar os acontecimentos, se David tivesse ido ao médico antes, se Joe não tivesse voltado pra salvar o cachorro (gente, eu amo bichos, mas da um desespero nessa hora, foi muito lindo e altruísta... foi uma burrice muito linda e altruísta! aff).

Enfim, eu amei esse livro e indico para todos que curtem um bom drama, cheio de lágrimas. Os desdobramentos não me surpreenderam, eu imaginei o que iria acontecer logo nas primeiras páginas, mas isso não diminuiu meu sofrimento rs. Quem leu me conte o que achou! Leiam!!

Adicione ao seu Skoob!

Avaliação (1 a 5):


Comente, preencha o formulário, e concorra ao Kit Top Comentarista de janeiro no blog!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO