target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Origem - Dan Brown

>>  terça-feira, 2 de janeiro de 2018

BROWN, Dan. Origem. Rio de Janeiro: Editora Arqueiro, 2018. 432p. Título original: Origin.

“- Que nossas filosofias sigam no mesmo passo das nossas tecnologias. Que nossa compaixão siga no mesmo passo dos nossos poderes. E que o amor, e não o medo, seja o motor da mudança”. p. 386

Algumas das minhas leituras de 2017 ficaram para serem postadas em 2018, essa é uma delas. Robert Langdon está de volta em sua quinta aventura. Por um lado muitos questionam a “fórmula de sempre” do autor, por outro, leitores saudosos leem com prazer um novo livro do autor. E você? Eu, conto hoje para vocês o que achei de Origem do Dan Brown.

Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, está na Espanha para assistir
à uma apresentação que vem gerando especulação no mundo todo. Na apresentação, promete-se abalar os alicerces de todas as religiões e mudar o mundo para sempre.

Edmund Kirsch é o responsável pelo anúncio e pela polvorosa da mídia. Futurólogo e bilionário, ele ficou conhecido por suas previsões audaciosas sempre certas e suas invenções no campo da informática. Ele e Robert são amigos, o professor estranhou o crescente interesse de Edmund sobre religião, já que ele é um ateu convicto. Edmund promete responder a duas perguntas fundamentais: De onde viemos? Para onde vamos?

A esperada apresentação parece ser ainda mais chocante do que Langdon esperava, até que algo acontece e muda tudo. E agora a descoberta pode ter se perdido para sempre. Tudo que Langdon quer, é ajudar o amigo a alcançar o que tanto queria. Então, ele se une a Ambra Vidal, a beldade que dirige o museu e futura rainha da Espanha. Juntos, eles irão fazer o possível para divulgar o segredo de Edmund para o mundo. Ao mesmo tempo, parece que forças misteriosas, irão tentar impedir que isso aconteça.

~~~~~~

Apesar de não ter resenhado todos aqui no VL, eu já li os cinco livros da Coleção Robert Langdon, do Dan brown. E digo coleção e não série, porque apesar de todos os livros terem como protagonista o Robert Langdon, as histórias são independentes. O autor nem tenta muito ligar fatos dos livros anteriores. Nesse livro mesmo nada é dito sobre o passado dele, apenas que ele é um professor famoso de simbologia. Então o primeiro fator é que os livros podem sim ser lidos fora da ordem, pelo menos no caso desse aqui (tem séculos que li os outros, salvo engano, Anjos e demônios e O código da Vinci tem mais ligações entre eles). O segundo fato importante é que os livros do autor seguem todos a mesma fórmula: um grande segredo que ele tenta desvendar enquanto alguém tenta matá-lo para impedir, uma bela mulher, uma corrida por museus do mundo e muitos códigos a serem desvendados.

Até então essa fórmula não tinha me incomodado, apesar de eu perceber e achar um pouco cansativo, os livros acabavam me conquistando. Mas não foi o que aconteceu aqui, infelizmente. Não sei se cansei mesmo do modelo, ou se esse livro é realmente o pior de todos do autor, mas foi o que menos gostei. A trama não me prendeu, achei o mistério sem graça e teve menos ação do que os anteriores.

Robert tem muito pouco a desvendar (ao contrário dos outros livros), temos um computador super inteligente que é quase uma pessoa, e que já dá quase tudo de mão beijada. O mistério é mais sem graça, desde o início eu imaginei o que seria o segredo e não esperava grande coisa. Como sempre o autor arrasa nas descrições das cidades e obras de arte, é uma verdadeira aula de história, mas como eu já estava de birra com o livro, achei tudo mais lento que interessante.

Para mim já deu de Robert Langdom, se não terminou por aqui, não tenho a intenção de ler o próximo. Até porque o autor não desenvolve em nada a vida particular do protagonista é tudo focado na busca da vez e sempre envolvendo religião. Se pelo menos a trama do protagonista evoluísse, eu ficaria mais tentada a continuar a saga.

Quem leu me conte o que achou. Acho que quem ler esse livro sem ter lido os outros, pode gostar mais, afinal, vai ter alguma NOVIDADE. E o livro é bem escrito, interessante, só não traz nada de novo. Pra quem leu todos, sei não, eu dispensaria rs. Quem leu me conte o que achou.^^

Adicione ao seu Skoob!

Coleção Robert Langdon
  1. Anjos e demônios (Angels & Demons)
  2. O código Da Vinci (The Da Vince code)
  3. O símbolo perdido (The lost symbol)
  4. Inferno
  5. Origem (Origin)

Avaliação (1 a 5):
 

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Top comentarista de dezembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO