target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O homem de areia - Lars Kepler

>>  sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

KEPLER, Lars. O homem de areia. Rio de Janeiro: Editora Alfaguara, 2018. 456p.(Joona Linna, v.4).Título original: The Sandman.

“É como se estivesse fora da realidade quando entra no quarto e vê o rapaz deitado na cama, um cateter enfiado na dobra do braço e oxigênio introduzido em seu nariz. Uma bolsa intravenosa está pendurada no suporte ao lado do monitor cardíaco branco conectado ao seu indicador esquerdo.
Reidar para e sente que está perdendo o controle. A realidade volta com uma torrente ensurdecedora de emoções.
- Mikael – Reidar fala com carinho.
O jovem abre os olhos, e Reidar pode ver como ele se parece com a mãe. Ele coloca a mão na bochecha de Mikael. Sua boca está tremendo tanto que ele mal consegue falar.
- Onde você esteve? – Reidar pergu8nta, aos prantos.
- Pai – Mikael sussurra.
Seu rosto está assustadoramente pálido e seus olhos, cansados.
Treze anos se passaram, e o rosto da criança que Reidar enterrou na memória se tornou o rosto de um homem muito magro.” p.106

A série de ficção policial Joona Linna, teve seus dois primeiros livros lançados aqui pela Editora Intrínseca: O hipnotista e O pesadelo. Depois disso infelizmente pararam de lançar a série. E agora o quarto livro saiu pela Editora Alfaguara, espero que continuem porque esse é, sem dúvida, o melhor livro da série até o momento. Confiram o que achei de O homem de areia do casal Lars Kepler.

Em uma fria noite de Estocolmo, um homem é visto caminhando sozinho e desnorteado em uma linha de trem, a polícia é enviada para encontra-lo. Com hipotermia, muito magro e com diversos ferimentos, ele está apavorado. Fala somente que o homem de areia está vindo pegá-lo. O jovem é Mikael Kohler-Frost, desaparecido há treze anos atrás, quando ainda era uma criança. Sem pistas, o rapaz e sua irmã, foram dados como mortos.

Acreditava-se que o rapaz havia sido morto por um serial killer assustador, Jurek Walter. Ele havia sido preso há alguns anos pelo detetive Joona Linna e sentenciado a prisão perpétua em uma ala psiquiátrica. O paciente estava isolado, diziam-se que qualquer comunicação com ele era perigosa, e algumas vezes, mortal.

Joona sempre acreditou que Jurek tinha um cumplice, e a fuga de Mikael, prova isso. Agora a polícia precisa colocar todos os seus recursos para a investigação, afinal, a irmã de Mikael, Felicia, pode estar viva e escondida em algum lugar. Para isso, eles contam com a policial Saga Bauer. Ela será enviada disfarçada para o inferno, apenas como uma paciente da ala psiquiátrica.

Eles procuram pistas, mas estão muito perto de descobrir a face da verdadeira maldade. E ninguém sairá incólume disso.

~~~~~~~

Caramba (!!!), que livro é esse minha gente! O melhor livro da série, a melhor ficção policial de 2018! Estou chocada até agora... com o enredo, com os personagens, e com esse desfecho que ainda não consegui digerir. Só tenho a dizer: Editora Alfaguara, pelo amor de Deus, lança logo o próximo livro!!

Nem sei por onde começar... o enredo é pesado. Uma criança mantida em cativeiro por 13 anos, em condições tão terríveis, que é inacreditável que ele tenha sobrevivido. E pior, ele fugiu, mas sua irmãzinha continua presa em algum lugar desconhecido. Um serial killer sinistro que está preso em segurança máxima, e ainda assim, consegue influenciar qualquer um que se aproxime. Um policial que teve sua vida destroçada pelo mesmo serial killer, e que nunca acreditou que ele agisse sozinho. Uma caçada, pouco tempo, muitas vidas em jogo.

Os personagens são sinistros! Todos dispostos a tudo pelo que deseja. Um pai em luto, se enterrando nas bebidas e festas intermináveis. Outros pais que não conseguiram seguir em frente, e acabaram tirando a própria vida. Um policial marcado pela dor da perda da família e da perda do parceiro, disposto a tudo para pegar os culpados. Uma policial que não tem nada a perder, que se atira no covil dos lobos sem nenhuma proteção. Um médico com problemas perturbadores, e que usa seu poder recém adquirido com uma satisfação mórbida. Um serial killer frio, calculista, com uma mente brilhante e sem nada a perder.

A narrativa em terceira pessoa é ágil. Os pequenos capítulos se alternam entre vários personagens. Eu devorei o livro, desesperada para saber como iria terminar, é impossível parar de ler.

A premissa é diferente. Não estamos caçando um assassino desconhecido. Nós sabemos quem ele é e onde ele está. O que o leitor procura desvendar é a existência ou não do seu cúmplice, e se a menina será encontrada com vida. E quem vai sobreviver a tudo isso. E se essa p**** toda faz sentido. E faz sentido gente!

Os autores fecham a trama com maestria, com um final avassalador. E deixa várias pontas soltas para o próximo volume da série. Que não são frustrantes ou deixou o livro sem final, são apenas, completamente desnorteadores. Ou seja, enquanto os três primeiros livros da série são bem independentes, esse estará muito ligado ao próximo volume.

Eu terminei a leitura chocada, arrepiada e louca pela continuação. Sem dúvida uma das melhores leituras do ano, vai perder?

Adicione ao seu Skoob!

Série Joona Linna de Lars Kepler
  1. O hipnotista (The hypnotist)
  2. O pesadelo (The nightmare)
  3. The fire witness (ainda não lançado no Brasil)
  4. O homem de areia (The Sandman)
  5. Stalker (os demais ainda não lançados no Brasil)
  6. The rabbit hunter
  7. Lazarus.

Avaliação (1 a 5):


Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO