target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Corte de asas e ruínas - Sarah J. Mass

>>  segunda-feira, 1 de julho de 2019

MAAS, Sarah J. Corte de asas e ruína. Rio de Janeiro: Editora Galera Record, 2018. 686p. (Corte de Rosas e espinhos, v.3). Título original: A court of wings and ruin.

“Quando aqueles olhos violeta encontraram os meus, quando aquele meio sorriso familiar se desfez...
Minha expressão desabou. Um ruído baixo, cortado, irrompeu de mim.
Rhys imediatamente avançou, mas minhas pernas já tinham cedido. O tapete do saguão amorteceu o impacto quando caí de joelhos.
Cobri o rosto com as mãos quando o último mês pesou sobre mim.
Rhys se ajoelhou a minha frente, estávamos joelho contra joelho.
Cuidadosamente, ele tirou minhas mãos do rosto. Cuidadosamente, segurou minhas bochechas e limpou minhas lágrimas.
Não me importava que tivéssemos uma plateia quando ergui o rosto e vi a alegria e a preocupação e o amor brilhando naqueles olhos incríveis.
Rhys também não se importou quando murmurou:
- Meu amor. – Então, me beijou.” p. 133

Quem não leu ainda, não faz ideia de como essa história é fantástica! Uma fantasia que não perde nada para nenhum épico adulto, me lembra muito Game of thrones com suas muitas intrigas, guerras e reviravoltas. Chegamos ao terceiro volume do que inicialmente seria uma trilogia, mas a autora pretende continuar a série, vamos aguardar. Depois de Corte de espinhos e rosas e Corte de névoa e fúria finalmente conto para vocês o que achei de Corte de asas e ruínas da Sarah J. Mass.

O mundo é dividido por uma grande muralha, de um lado os humanos, que vivem com medo dos feéricos, os seres mágicos desconhecidos que vivem do outro lado. No primeiro volume conhecemos Feyre, a irmã mais nova entre três irmãs, que fazia de tudo para alimentar a família (bem no estilo Katniss!). Enquanto caçava ela acaba matando um lobo feérico, um crime mortal. Em seguida um deles invade sua casa. Tamlin é o Senhor da Corte Primaveril, aceita em deixa-la viver se ela morar para sempre em suas terras. Ela odeia os feéricos, a riqueza, a abundância e crueldade. Até que começa a sentir algo por Tamlin, e tudo muda. Ela conhece um novo mundo, e começa a fazer parte dele.

A partir daqui contém spoilers se você não leu os dois livros anteriores.

Feyre Archeron, a quebradora de maldições, está de volta à Corte Primaveril, só que agora, sua lealdade pertence a Rhys e a Corte Noturna. Ela odeia Tamlin pelo que ele fez, pela sua traição, por se aliar a Hybern e por transformar suas duas irmãs em feéricas através do caldeirão. Mas uma guerra se aproxima e Prythian pode não resistir. Ela precisa de informações, precisa também se vingar. E é assim que ela esconde seu laço de parceria, a Grã Senhora da Corte Noturna é poderosa, e letal.

Hybern pretende derrubar a muralha, escravizar os humanos e exigir os direitos dos feéricos. As rainhas humanas se aliaram a ele em troca de imortalidade. Jurian recuperou suas forças, um inimigo perigoso. Lucien tem sua lealdade dividida, de um lado, sua amizade e dever com Tamlin, de outro, seu laço de parceria com Elain, irmã de Feyre, que continua sob a proteção de Rhys. Eles acreditam que Rhys seja o inimigo, que tenha torturado Feyre e a tomado contra a sua vontade. Eles não têm ideia do que está por vir!

Feyre, Rhys e sua corte estão se preparando para a guerra. Cassian foi curado e está pronto. Azriel, Mor e Amren estão sedentos por sangue, por vingança. Eles precisam de aliados, mas não sabem em quais Grãs-Senhores podem confiar. Eles procuram entre forças ocultas, qualquer coisa que possa ajudar.

“- Deixe esse mundo... um lugar melhor do que o encontrou.
E, quando o peito se elevou e parou de vez, quando seu fôlego escapou em um último suspiro...
E foi o coração de um sonhador que parou de bater dentro daquele peito monstruoso.” p. 529

~~~~~~

Que livro gente, que livro! Quem ainda não começou a ler essa saga, precisa resolver isso logo rs. É das melhores fantasias que eu já li! Não perde nada para qualquer épico, é desses que tem ação do início ao fim, e vale cada uma de suas inúmeras páginas! Eu amei o enredo, os personagens, me emocionei em vários momentos e chorei muito perto do final.

O enredo é muito bem construído e a história fecha redondinha nesse terceiro volume. Parece que a autora vai continuar a série, por enquanto tem um livro considerado como o “3.1”, que acredito ser uma introdução do que vem pela frente, pretendo ler em breve. Acho que deve continuar com os personagens secundários como principais, a vida de todos eles fica muito em aberto no final. Tem algumas paixonites, mas nada se resolve. Já a história dos protagonistas, parece ter finalizado aqui.

Feyre é uma lutadora, e ela evolui muito no decorrer dos livros. Ela é uma sonhadora, ama com todas as suas forças, mas não hesita em matar o inimigo para proteger seus aliados. Seu amor pelas suas duas irmãs, mesmo elas sendo uma pedra no sapato por boa parte da historia, foi lindo de se ver. Rhys é pura perfeição. Gentil, sexy, poderoso e companheiro. Ele a trata como sua igual, não é daqueles machos dominantes chatos pra caramba (como Tamlin). Os dois juntos acelera o coração. Tem cenas entre os dois de suspirar, casal preferido no momento. Ah e os personagens secundários, como amo cada um deles: Cassian com sua força e suas brincadeiras, sua quedinha por Nesha me divertiu. Azriel com sua paixão não correspondia por Mor, e a força de suas sombras. Mor que revela aqui um segredo importante, que deve ser explorado no futuro. Amren com todos os seus mistérios e poderes. Lucien, que mostrou muito mais sobre si, espero muito mais dele nos próximos. E até Tamlin, foi um personagem que comecei a gostar, odiei, fiquei com nojo, perdoei. Gostei muito de como a autora trabalhou com o personagem no final.

O livro é enorme... algumas partes são lentas, mas no final, não tive como dar menos do que 5! Foi uma gama de emoções do início ao fim, ora agonia, ora alegria, mas o livro como um todo é incrível. Só achei, que a autora foi muito boazinha no final, era uma guerra, eu esperava mais perdas e acho que ela se acovardou um pouco ali. Teve uma hora que quase enfartei, mas tudo bem rs. Não que eu esteja reclamando, afinal eu amo os personagens, mas digamos que ficou meio bonitinho demais kk.

É um mundo fantástico, repleto de magia, muita riqueza, mas também de muita pobreza e dor. É uma linda história de amor, marcada por dificuldades, reviravoltas e inúmeras emoções. É uma história de guerra, com batalhas épicas, reuniões tensas e traições surpreendentes. É tudo isso e mais um pouco, pare tudo e vá ler agora!!

Adicione ao seu Skoob!

Série Corte de espinhos e rosas da Sarah J. Maas
In: http://sarahjmaas.com
  1. Corte de espinhos e rosas (A court of thorns and roses)
  2. Corte de névoa e fúria (A Court of Mist and Fury)
  3. Corte de asas e ruína (A court of wings and ruin

3.1 Corte de gelo e estrelas (A court of frost and starlight)

Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e participe do Top comentarista de junho no blog!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO