Corpos Ocultos - Caroline Kepnes

>>  segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

 

KEPNES, Caroline. Corpos ocultos. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2019. 352p. (You, v.2). Título original: Hidden bodies.

"Neste quarto, nesta cama, raras vezes penso na caneca de urina em Rhode Island.  É como se existissem guardas invisíveis lá fora, como se ninguém pudesse nos pegar, nosso DNA, nosso passado." 

A série de TV You dividiu os fãs do gênero, apesar de muitas vezes eles romantizarem Joe, um sociopata assassino, a premissa da série é diferente e prende a atenção. O primeiro volume da série de livros, Você, se difere bastante da adaptação e é um livro, no mínimo, diferente. Hoje conto para vocês o que achei da continuação com Corpos ocultos da Caroline Kepnes. 

Joe é um rapaz solitário, obcecado por encontrar seu grande amor. Quando conhece Beck, ele se encanta por ela e começa a perseguir a moça em redes sociais e depois a segui-la. Depois, quando eles já estão namorando, ele só pensa em tirar do caminho qualquer pessoa que atrapalhe o seu "final feliz".

A partir daqui, contém spoiles sobre o primeiro volume, Você. 

Joe Goldberg conheceu Amy Adam por acaso, mais uma cliente que entra na livraria onde trabalha. Ela começa a trabalhar na loja e depois eles começam a namorar. Apaixonado mais uma vez, Joe acredita que encontrou a mulher perfeita. Ela é ainda mais perfeita, porque não possui redes sociais e não acredita no "mundo online". A impossibilidade de perseguí-la e descobrir tudo o que ela faz, é uma tranquilidade para a mente perturbada de Joe.

Até que sua amada Amy, rouba todos os livros raros da loja e foge. Ele descobre que ela se mudou para Los Angeles. E é assim que ele resolve se mudar e parte em seu encalço, ele só quer achar e matar a vadia que partiu seu coração. 

Em Los Angeles ele não consegue achar Amy em lugar nenhum, mas tudo isso fica para trás quando ele conhece Love Quinn. Ela é perfeita! Linda, apaixonada, dedicada. Ela também é podre de rica, então Joe agora, tem a vida que sempre sonhou.   

O problema é que para tudo continuar perfeito, ele precisa se livrar de alguns problemas. Como o irmão  gêmeo dela, Forty Quinn, um drogado que precisa de atenção e cuidados constantes. Ou como um policial que insiste em perturbar Joe pelo desaparecimento de Delilah, uma moça grudenta e sem noção que acabou descobrindo demais sobre ele, e bem, ele precisou se livrar dela.  E ainda tem um certo copo de urina, o único erro que ele cometeu no passado, que volta para assombrá-lo.  

Joe precisa resolver tudo, para que ele e Love possam ser enfim, felizes. 


~~~~~

Essa não é uma das séries que eu amo de paixão, não fiquei super fã, mas mesmo assim gosto da leitura e fico curiosa para saber o que vem a seguir.  A narrativa prende, é instigante, mas ao mesmo tempo é pesada; essa abordagem do anti-herói incomoda e chega a ser cansativa em alguns momentos. É um livro pesado, com uma linguagem que muitas vezes se excede nos palavrões e no excesso de cenas sexuais.  Eu gostei da leitura, mas muitas vezes precisei "descansar" dela, se é que vocês me entendem rs. 

Os livros não tentam fazer de Joe um bom moço, que é algo que me incomodou na série de TV. Ele é claramente um assassino instável e extremamente egocêntrico. Se algo atrapalha a sua suposta felicidade, se algo está em seu caminho, precisa ser eliminado. Ao mesmo tempo ele é completamente apaixonado pela namorada (do momento), é um bom moço sob todos os outros aspectos, um cara legal, um bom amigo. Obviamente, isso é apenas o que ele aparenta ser. 

Amy é uma personagem que só aparece no início do livro, apenas o motivo para ele largar a livraria e se mudar. Love é a protagonista junto com Joe, uma riquinha talvez tão perturbada como ele, extremamente carente e insegura. Seu relacionamento com o irmão e com os pais, sua inconstância, mostram que ela também tem muitos problemas. Resta saber se este relacionamento vai durar, se ela é realmente o grande amor de Joe ou se também vai ser descartada em algum momento.  

Comparar a série de TV com o livro, foi algo que fiz o tempo todo. A segunda temporada de You foge completamente do enredo do segundo livro. Isso já fica claro lá no final da primeira temporada, quando uma personagem que ele mata no primeiro livro, aparece viva na série. Delilah que foi um personagem importante na série, uma repórter que tinha uma irmã mais nova e que acaba descobrindo muito sobre Joe, aqui é totalmente diferente. Ela é mais nova, uma menina sem nada na cabeça que dorme com Joe e fica obcecada por ele, já quer apresentá-lo para a mãe e tal. Ela descobre que ele matou outra pessoa e ele se livra dela bem rápido. A história de Love é totalmente diferente, na série ela se revela uma psicopata também, aqui não tem nada disso. O final da história de Forty, enfim, todos os desdobramentos são diferentes da série.   

Voltando ao livro, acho que essa série nunca será aclamada como outras do estilo. Algumas partes são lentas, mal escritas, a autora se perde e arrasta a história sem necessidade. São muitos personagens, muitas reflexões de Joe, fica cansativo em alguns momentos. Mas os enredos são diferentes, acabo sempre ficando curiosa pelo que acontecerá em seguida. Fora que ao mesmo tempo que me incomoda a linguagem chula e as cenas sexuais em excesso, eu me divirto com o humor negro do protagonista. Esse mesmo  surpreendeu muito no final! O final ficou completamente aberto e eu fiquei em choque com um desdobramento.  

Eu curti bem mais o final do livro e a forma como tudo está caminhando. O terceiro volume está previsto para 2021 nos EUA, então agora é aguardar.

Quem leu me conte o que gostou! Eu indico para quem curte thriller psicológico mais pesado e uma história diferente, leiam!

Adicione ao seu Skoob!
Compre na Amazon: Corpos Ocultos

Série You da Caroline Kepnes:
  1. Você (You)
  2. Corpos ocultos (Hidden Bodies)
  3. You Love Me (Previsto para 2021 nos EUA).

Avaliação (1 a 5): 






 Comente, preencha o formulário, e concorra ao Top Comentarista de dezembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO