Fascínio da nobreza - Lorraine Heath

>>  sexta-feira, 22 de julho de 2022


HEATH, Lorraine. Fascínio da nobreza. Rio de Janeiro: Editora Harlequin, 2021. 320p. (Sins of all seasons, v.5). Título original: The earl takes a fancy.

"- É uma coisa perigosa, Srta. Trewlove, se apaixonar por um homem antes de conhecê-lo." p.34

A série de romance de época, Sins of all seasons, chega a seu penúltimo livro da história dos irmãos Trewlove, uma família de bastardos que aos poucos vai se integrando a alta sociedade londrina. Confiram o que eu achei do quinto volume, Fascínio da nobreza da Lorraine Heath.

Fancy Trewlove é a caçula da família, a menina dos olhos da mãe e dos cinco irmãos mais velhos. Todos foram criados na miséria, sofreram com a pobreza e para mudar de vida. Eles venceram na vida, fizeram bons negócios e bons casamentos. E Fancy foi educada como uma dama, cresceu sendo treinada para ser casar com um lord. Agora começaria sua primeira temporada como debutante, e ela estava disposta a não decepcionar à família. 

Fancy cresceu acreditando nisso, e sonhando em realizar o grande sonho da mãe. Ela acreditava que era fruto de um grande amor, que o pai havia morrido na guerra. Seus irmãos sabiam da verdade, mas ela sempre foi muito protegida. Agora já adulta, Fancy realizou seu grande sonho, ter sua própria livraria e morar sozinha. Mick, seu irmão mais velho, realizou tudo isso, mas ela sabia que deveria abrir mão da livraria quando se casasse com um nobre. 

Bela e portadora de um grande dote, todos tem certeza do sucesso de Fancy na temporada. Mas ela logo percebe que não será tão fácil. Logo na estreia, só seus irmãos e seus amigos e familiares a convidam para uma dança. Mas ela é inteligente, corajosa e persistente. E pretende abrir seu próprio caminho.

Matthew Sommersby, o conde de Rosemont, é um homem amargurado e solitário. Ele ficou viúvo há um ano, depois de um curto casamento infeliz. Sua esposa o atraiu para um jardim, durante um baile, e fez com que o encontro íntimo fosse de conhecimento de todos, obrigando-o a fazer o pedido. Depois disso, ele nunca mais confiou nela e nem conseguiu amá-la. Um ano após a morte, a falecida condessa deixa uma carta para ser publicada no jornal, uma carta falando das qualidades de Matt e pedindo a uma boa moça para cuidar dele. E é assim, que de repente, aos 27 anos, ele se torna  o partido mais desejado da cidade. 

Cansado da perseguição das moças e suas mães, ele abandona a sociedade. Aluga anonimamente um casa em uma área de Londres mais distante da nobreza e tenta esquecer tudo isso. E é lá, no bairro que Mick vem construindo, que ele conhece Fancy e sua livraria. Inicialmente ele a julga mal, depois eles se tornam amigos, até que Matt começa a se apaixonar. Porém, Fancy deseja se casar com um nobre, e Matt está fingindo ser alguém diferente. 

"Eles rodavam e rodavam, passando por romances e histórias de detetives, por Dickens, Brontë e Austen. Aquela valsa estava acima de qualquer outra que ela tivera antes, porque ele a levou por um caminho que abarcava tudo que ela amava e adorava". p.151


~~~~~~~~

Eu adoro essa série, mas meus favoritos ainda são os dois primeiros livros, amo Mick e vai ser difícil algum dos livros superar este. Esse volume me deixou dividida... por um lado eu adorei o casal, adorei tudo relacionado aos livros e a livraria e o enredo em si. Por outro lado, eu achei algumas coisas meio forçadas e estereotipadas. 

Fancy já é uma querida desde o primeiro livro, onde ela ainda era uma adolescente. Aqui ela está mais madura, pronta para estrear na sociedade. Ela também é dona da sua amada livraria, mora sozinha no andar de cima, tem um gato fofo chamado Dickens e tem um projeto de ensino no local, para que adultos possam aprender a ler e escrever. Ela também tem uma espécie de biblioteca, para aqueles que não possuem condições de comprar livros. Adorei tudo que envolveu a livraria e seus amados livros. Bela, inteligente com um ótimo coração... Fancy é a boa moça, tudo nela beira a perfeição. E isso me incomodou um pouco, eu prefiro personagens mais reais, achei muito artificial como tudo nela era tão incrível e o mocinho comparava o tempo todo os seus atributos com "todas as damas interesseiras da cidade". 

Matthew é um conde bonito e bem sucedido, honrado, mas que teve seu coração partido pela primeira esposa. E mesmo depois de viúvo, ela volta para incomodá-lo com a tal carta lá.  Anônimo, ele conhece Fancy e começa a fazer parte de sua vida. Eles passeiam juntos, ficam amigos, flertam, falam sobre livros e ele logo está encantado por ela. Mas ele teme revelar sua identidade, já que desde o início ela falou que precisava se casar com um nobre. Ele quer que ela o escolha por ele mesmo, e não por seu título. Achei que tudo o que Matt fez foi adequado, depois de tudo o que ele sofreu ao ser enganado para se casar. Adorei o mocinho, fofo, carinhoso e muito dedicado. 

A evolução do romance foi muito bonita. Eu adoro quando não tem aquela paixão "miojo". E o relacionamento vai se construindo aos poucos, curti isso. No final sempre tem um drama e achei que tudo daí até o final foi muito corrido, esperava mais desta parte. 

O que me incomodou foi algumas escolhas da autora. Desde o primeiro livro Fancy é a queridinha dos irmãos, super cuidada e protegida. Até abrir a livraria ela morava com a mãe e etc. Aí de repente ela está morando sozinha, uma donzela, sem nenhuma acompanhante. Tudo muito moderno, mas não comprei a ideia. Os irmãos eram super protetores e queriam que ela se tornasse uma dama (ao contrário de Gilly, que cresceu fazendo o que quisesse e não aturando muito a proteção dos irmãos).  Então Fancy fica lá sozinha o tempo todo? Quando alguém invade a livraria, Matt que a defende, os irmãos nem ficam sabendo. E ele passa noites e dias sozinho com ela, sem nada acontecer. Não acreditei nisso! Os irmãos só aparecem em alguns bailes e quando ela vai ao hotel de Mick. Esperava bem mais da família e do enredo nesse sentido. Achei que a autora mudou tudo para favorecer as cenas sensuais, mas não curti a escolha. 

Já estou ansiosa para ler o último livro, Fera é um mistério desde o primeiro volume e quero saber mais sobre ele. 

Bem, como eu disse, eu curti o final, só achei um pouco corrido. Mas o casal em si foi bem fofo. Gostei, mas faltou algo para eu amar.  Quem leu me conte se curtiu, eu adoro a autora e indico todos os seus livros, leiam! 

Adicione ao seu Skoob!
Compre na Amazon!

Série Sins of all Seasons:
  1. Desejo e escândalo (Beyond scandal and desire) - Mick e Aslyn
  2. Amor de um duque (When a duke loves a woman) - Gillie e Thornley
  3. A filha do conde (The scoundrel in her bed) - Finn e Lavínia
  4. A sedução da duquesa (The duchess in his bed) - Aiden e Selena
  5. Fascínio da nobreza (The earl takes  a fancy)
  6. A tentação do bastardo (Beault tempts the beast ).
Avaliação (1 a 5): 3.5

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO