target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Blue Bloods: Vampiros de Manhattan de Melissa De La Cruz

>>  sexta-feira, 17 de junho de 2011

DE LA CRUZ, Melissa. Blue Bloods: Vampiros de Manhattan. São Paulo: Editora iD, 2010. 336p. (Blue Bloods, V.1). Título original: Blue Bloods.

“Faltavam apenas alguns passos para o refúgio na Ninth Avenue... tão perto... ela se virou mais uma vez... e sentiu algo se aproximar e agarrá-la pelo pescoço. Schuyler esforçou-se para respirar, para abrir os olhos, para espernear, mas não podia gritar, era como se algo tivesse fechado sua garganta e a apertasse com toda a força. Uma criatura escura, gigante... alta e forte como um homem, de presença volumosa e nociva... com olhos vermelhos, olhos vermelhos com pupilas prateadas que brilhavam no escuro, olhando-a fixamente... atravessando seu cérebro... e, então, ela sentiu...”p.208

De início duas coisas me atraíram neste livro, a primeira sem dúvida a capa maravilhosa e a segunda muitos elogios que vi em outros blogs. O que me desanimava era o de sempre “mais uma série grande sobre vampiros”, apesar que eu reclamo, mas este argumento nunca funciona comigo rs. Porém, garanto a vocês que esta série é muito diferente das outras do mesmo gênero. Pensem na alta sociedade de Nova York, pensem em adolescentes ricos, lindos, magros e populares. Pensou em uma turma meio Gossip Girl certo? É por aí, o pequeno detalhe, é que claro, alguns deles são vampiros! Divirtam-se com Blue Bloods: Vampiros de Manhattan de Melissa de La Cruz.

Esta história começou a séculos atrás, mais precisamente em 1620 quando um navio aportou nos EUA, entre os imigrantes estavam os Blue Bloods, um clã que cresceu, acumulou força e poder e formou um dos grupos mais poderosos de Nova York. A nata da sociedade, dissimulada, controladora e influente.

Schuyler Van Alen é uma menina baixinha com cabelos negros, pele muito branca e olhos azuis penetrantes, com um rosto perfeito, que esconde muito bem com roupas estranhas e combinações estilosas, a maioria adquirida em brechós. Por culpa influência de sua avó, ela estuda em uma das escolas mais privilegiadas da cidade, mas ignora e é igualmente ignorada pelos alunos ricos e populares. É apenas ela e Oliver.

Oliver Hazard-Perry é alto e esbelto, com um rosto emoldurado por brilhantes cabelos castanhos e olhos castanho-claros e usa sempre roupas de marca que ele tenta rasgar e amassar para parecerem velhas e usadas. Os dois são melhores amigos desde sempre, em Duchesne eram só os dois, até que Dylan se matricula na escola e começa a andar com eles.

Naquela noite eles estavam na fila esperando para entrar na boate The bank, tentando um programa que não fosse ver TV no quarto de um dos dois. E é então que Schuyler parece ter certeza que viu um garoto ser atropelado por um carro, mas um segundo depois ele estava inteirinho e sorrindo para ela. E aquele não era um garoto qualquer, era Jack Force, um rapaz tão lindo que era até difícil conseguir olhar em seus olhos.

Jack Force além de absolutamente lindo era rico, popular e capitão do time de lacrosse. Para piorar ele era irmão gêmeo de Madaleine “Mimi” Force. A abelha rainha da escola, a patricinha metida que olhava de cima para todos que não fizessem parte daquele grupinho. Jack estava indo para o Block 122, a boate privilegiada que ficava ao lado. Além da estranha visão com o táxi Schuyler só estranhou o fato dele falar com ela, ainda por cima ser muito simpático.

E naquela mesma noite uma menina foi misteriosamente assassinada, na viela entre as duas boates. Aggie era uma das melhores amigas de Mimi, e a notícia chega de forma arrasadora na escola. Bliss a ruiva linda e amiga de Mimi saiu junto com Aggie para fumar, mas acabou se distraindo conversando com Dylan. E a menina tinha sido morta de forma cruel, todo seu sangue havia sido sugado do corpo.

Até então nada disso significava muito para Schuyler, ela não fazia parte daquela turma e não tinha nada em comum com eles. Ela tinha problemas maiores, como as estranhas veias azuladas que começaram a saltar em sua pele, além de tonturas e lapsos de memória. De repente tudo começa a ficar muito confuso,  Jack parece realmente olhar para ela, Mimi parece odiá-la profundamente e Oliver se afasta bruscamente. Aquilo era só o começo.

A trama do livro é bem intensa e diferente, a mitologia dos vampiros é nova e recheada de informações que são reveladas aos poucos, alguns mistérios ficaram para a sequência da série, mas o final não deixou a desejar e já estou louca para ler o segundo livro.

É bom avisar que a autora retrata o dia a dia dos jovens ricos e mimados da escola, descreve suas roupas de marca, seus carros chiques e suas famílias importantes. Tem muita bebida, muito cigarro e alguma badalação. Nesta história estes aspectos combinaram, não me incomodaram e gostei bastante (digo isso porque não gostei de Gossip Girl exatamente por exagerar nestes fatores). Schuyler e Oliver vivem a margem deste grupo, ela com seus looks meio góticos e ele com seu jeito de amigo protetor.

O livro tem uma breve intenção de romance, mas o suspense e as descobertas dominam a trama. Jack Force é lindo, loiro, alto e com um olhar que desmancha qualquer uma. Mas ele também é irmão da insuportável Mimi, então eu nem torci tanto pelos dois, uma cunhada igual aquela ninguém merece rs.

Sobre as surpresas da história não vou relevar mais nada, embora fique obvio um pouco da trama só pelo título do livro. Agora quem são os vampiros, se são bons ou ruins e como eles se encaixam neste meio vocês só irão descobrir lendo. Como pontos negativos só achei algumas explicações bem corridas, principalmente no final.  Gostei muito da protagonista, ela é forte, corajosa e cheia de estilo. Bliss a amiga de Mimi, foi uma personagem secundária que também gostei bastante.

Leiam e conheçam mais uma série vampírica interessante e cheia de estilo. Melissa de La Cruz escreve muito bem, a autora já foi editora de moda, beleza e é formada em história da arte e podemos sentir estas influências de forma palpável na trama.

Série Blue Bloods de Melissa De La Cruz
In: http://melissa-delacruz.com

  1. Blue bloods: Vampiros de Manhathan (Título original: Blue Bloods)
  2. O baile de máscaras ( Masquerade)
  3. Revelações (Revelations)
  4. O legado dos Van Alen (The Van Alen legacy)
  5. Misguided Angel  ( os demais não lançados no Brasil)
  6. Lost in time
  7. Gates of paradise.
Interligados:
Keys to the repository
Blood Valentine

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO