target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O inocente - Scott Turow

>>  sexta-feira, 9 de setembro de 2011

TUROW, Scott. O inocente. Rio de Janeiro: Editora Record, 2011. 434p. Título original: Innocent.

“A perspectiva do declínio acrescenta um temor especial do futuro e particularmente, da minha campanha para a Suprema Corte, porque, quando fizer o juramento, daqui a vinte meses, eu terei chegado o mais longe que minha ambição é capaz de me impulsionar. E sei que ainda haverá um resmungo sussurrado pelo meu coração. Não é o bastante, dirá a voz. Ainda não. Tudo isso feito, tudo isso conquistado. Mesmo assim, no meu coração, ainda não terei o indefinível fragmento de felicidade que vem se esquivando de mim há sessenta anos.”p.24

Depois de 20 anos do julgamento que deixou os leitores grudados em cada página de Acima de qualquer suspeita, o autor trás de volta seu protagonista em uma trama que envolve jogos políticos, traição, ambição em mais um de seus imperdíveis thrillers jurídicos. Confiram o que te espera em O inocente de Scott Turow.

Pode conter spoilers se você não leu o livro anterior.

Há 20 anos atrás Rusty Sabich – promotor em exercício – foi acusado do assassinato de sua colega de profissão Carolyn Polhemus, o que levou a um julgamento polêmico que foi acompanhado por toda  a imprensa nacional. Ele e o promotor Tommy Molto se enfrentaram perante o júri, duas carreiras em jogo, a única chance de Rusty estava na mão do brilhante advogado de defesa – Sandy Stern.

As conseqüências daquele julgamento marcam até hoje a vida de todos os envolvidos, ganhadores e perdedores nunca mais foram os mesmos. Hoje Rusty tem 60 anos, continua casado com Bárbara e seu filho Nat já é um adulto. Rusty é agora um respeitado juiz presidente do Tribunal de Recursos e Tommy Molto é o atual procurador. Mas os destinos dos dois está longe de se separar.

Mesmo no auge de sua carreira e prestes a ser eleito para a Suprema Corte Estadual, Rusty ainda sofre com as manchas em seus passado, com a distância de seu filho Nat e as crises de depressão da esposa. Mesmo amaldiçoando a ideia de cometer o mesmo erro duas vezes ele acaba por se envolver com uma mulher 30 anos mais jovem. Um caso tórrido que rapidamente se transforma em uma complicada obsessão.

Para piorar Barbára sua esposa é encontrada morta em sua cama, Rusty demora mais de 24 horas para comunicar o crime e ligar para o filho e as autoridades. Tommy Molto e o promotor assistente Jim Brand ficam desconfiados e começam a reunir provas contra Rusty.  Mas desta vez Tommy não quer cometer os mesmos erros do passado, hesita em acusar Rusty, mas no fundo ainda acha que ele é o culpado – agora por dois assassinatos.

Em mais uma disputa política e criminal, em mais um julgamento repleto de emoções e viradas sensacionais. Sand Stern está de volta à defesa, Nat agora um advogado está ao lado de seu pai e Rusty continua sendo uma incógnita. Na busca pela verdadeira causa da morte de Bárbara muitos segredos serão revelados, relacionamentos serão colocados em cheque e o resultado deste julgamento é imprevisível.

Achei sensacional a ideia do autor de criar o segundo livro com um pulo tão grande no tempo, gostei muito de acompanhar o que estava acontecendo com todos os personagens 20 anos depois. O primeiro livro muda tanto a vida dos personagens e foi muito legal encontrar com todos eles; inclusive vi alguns comentários no Skoob de leitores que acharam a trama do segundo livro repetitivo – já que o protagonista será mais uma vez acusado de assassinato – mas eu não vi desta forma, os personagens estão mudados, as ações do passado tiveram conseqüências até na vida de Nat, que na época era uma criança.

Por falar no Nat, o segundo livro alterna a narrativa entre alguns personagens e adorei os capítulos narrados por ele. Nat cresceu no meio da guerra entre os pais, da acusação que mudou a vida de seu pai quando ele era criança e não superou até hoje este trauma. Também ficamos conhecendo Anna, advogada que trabalhou com Rusty e acaba envolvida nos acontecimentos.

Rusty é um personagem difícil de se desvendar, nem sempre eu me simpatizo pelo personagem, mas acabo torcendo por ele nos momentos mais difíceis.  Tommy Molto foi uma surpresa neste livro, nunca pensei que pudesse vir a gostar dele depois do primeiro livro.

Comparando os dois livros ainda fico com o primeiro, achei o final de O inocente corrido. Mesmo assim, adorei os dois e quero ler os outros livros do autor. 


Série Kindle County Legal do Scott Turow
In: http://www.scottturow.com
  1. Acima de qualquer suspeita (Presumed innocent)
  2. O ônus da prova (The burden of proff)
  3. Declarando-se culpado (Preading guilty)
  4. As leis de nossos pais (The laws of our fathers)
  5. Ofensas pessoais (Personal injuries)
  6. Erros irreversíveis (Reversible errors)
  7. Os limites da lei (Limitations)
  8. O inocente (Innocent).
  9. Idênticos (Identical)
Avaliação ( 1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO