target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Idênticos - Scott Turow

>>  quarta-feira, 13 de agosto de 2014

TUROW, Scott. Idênticos. Rio de Janeiro: Editora Record, 2014. 378p. (Kindle County Legal, v.9). Título original: Identical.

“Com o passar dos anos, sempre que Paul revive esse dia que mudará a vida de sua família para sempre, a infelicidade depreciativa de Dita se torna mais evidente. Porém, naquele momento, Paul apenas consegue sentir o perigo que ela representa ao irmão gêmeo e sua dolorosa incapacidade de salvar Cass disso. Paul vai embora enquanto o pensamento lhe vem à mente com a força e a clareza do soar de um trompete: ele odeia aquela mulher.” p.19

Eu que geralmente gosto de ler as séries (mesmo as “independentes”) na ordem, fiz uma bagunça com Kindle County Legal, série de thriller jurídico que começa com Acima de qualquer suspeita. Comecei certo, depois li O inocente (oitavo livro da série, mas continuação direta do primeiro) e de lá para cá, não li mais nada do autor. Pedi este quando lançou e só quando chegou, vi que era o nono da série... Enfim, hoje conto para vocês o que achei de Idênticos do Scott Turow.

Cass Giannis e seu irmão gêmeo, Paul Giannis, cresceram juntos e inseparáveis, os dois eram tão parecidos que confundiam qualquer um quando eram novos. Quando ficou mais velho, Cass lutou por sua independência, fazia de tudo para se opor abertamente aos pais. Enquanto Paul entrou para a Faculdade de Direito e namorava Georgia Lazopoulos desde o ensino médio, Cass se inscreveu na Academia de Polícia e começou a namorar a encrenqueira Dita Kronon.

Apesar da união da comunidade Grega local, sua família odiava a família de Dita. Há muitos anos atrás todos eram grandes amigos, até que Zeus Kronon, o milionário pai de Dita, brigou com o pai dos meninos pelo valor do aluguel de uma mercearia. Parece besteira, mas a mãe deles, Lidia Giannis, nunca perdoou e não suporta ver o filho perto de Dita. Todos sabiam que aquele namoro era uma bomba relógio, mas ninguém poderia prever que Dita seria assassinada. E que semanas depois, Cass confessaria o crime.

Vinte e cinco anos se passaram. Cass está prestes a sair da prisão depois de cumprir sua pena, enquanto Paul, é candidato a Prefeitura do Condado de Kindle. Na audiência que antecede a libertação, Hal Kronon, irmão mais velho de Dita, resolve expor publicamente suas suspeitas, ele afirma que Paul participou do assassinato de Dita. Hal usa seu dinheiro sem fim e utiliza a mídia a seu favor, o candidato a prefeito quer evitar o confronto, mas acaba entrando com um processo contra Hal.

Entram em cena os investigadores Evon Miller, ex-agente do FBI, e Tim Brodie, para provar as suspeitas de Hal. Atualmente ela é a chefe de segurança da ZP, empresa de Hal; enquanto ele aos 81 anos, é um detetive aposentado da unidade de homicídios. Juntos irão tentar desvendar uma trama que envolve traição, sexo, violência e mentiras.

~~~~~~~~

As tramas do autor são sempre muito bem construídas e o enredo em si não deixa a desejar. A história de Cass e Paul é baseada no mito grego de Castor e Pólux (um gêmeo mortal e outro imortal, quando o irmão morre, o filho de Zeus pede que o irmão compartilhe de sua imortalidade, e assim eles teriam sido transformados na Constelação de Gêmeos). J Adorei a associação, que ficou clara pelo nome dos dois e pela relação unida e de amor incondicional. Durante 25 anos Paul visitou o irmão toda semana na cadeia, fez de tudo por ele, ambos fizeram. Tenho um fascínio enorme por gêmeos idênticos, já li outros livros protagonizados por gêmeos e são sempre muito interessantes (como O caminho para casa e Uma estranha simetria).

Voltando ao livro, a história é muito interessante. Acho que ninguém liga muito que Dita morreu, moça insuportável rsrs, mas a questão que fica é quem realmente a matou. Cass confessou o crime, mas os investigadores conseguem descobrir varias novas pistas que foram deixadas de lado na época. Primeiro por agora terem mais recursos forenses, segundo porque quando Cass confessou ninguém investigou mais nada. Paul quer proteger o irmão e a família, afirma que Cass já sofreu o suficiente e agora merece recomeçar. Hal, irmão de Dita, pensa diferente, e vai infernizar a vida dos dois em busca da verdade.

O segredo em si e vários outros detalhes eu saquei durante a leitura, minha teoria estava certa no final e isso sempre tira um pouco meu encanto no quesito suspense.  O autor não conseguiu me surpreender, mas conseguiu fechar muito bem o enredo. Outra coisa que eu não curto muito é aquilo da história já começar no futuro, Dita já morreu, Cass já passou 25 anos preso, tira muito do suspense.

Falando sobre a série Kindle County Legal, o livro é bem independente, normalmente os protagonistas do autor não se repetem, exceto o livro 1 e o 8 que eu já li e são continuações diretas. Mas vi que a Evon apareceu em um livro anterior da série e o advogado de Cass, Sand Stern, é um velho conhecido para quem leu Acima de qualquer suspeita e O inocente.

Eu quero muito ler os outros da série e novos livros do autor. Suas tramas são ágeis e bem escritas, indico muito para os fãs de thrillers. Leiam!

Série Kindle County Legal do Scott Turow
  1. Acima de qualquer suspeita (Presumed innocent)
  2. O ônus da prova (The burden of proff)
  3. Declarando-se culpado (Preading guilty)
  4. As leis de nossos pais (The laws of our fathers)
  5. Ofensas pessoais (Personal injuries)
  6. Erros irreversíveis (Reversible errors)
  7. Os limites da lei (Limitations)
  8. O inocente (Innocent).
  9. Idênticos (Identical)
Avaliação ( 1 a 5): 3,5

Comente, preencha o formulário e participe do sorteio do Kit Top Comentarista de agosto!

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO