target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Eldest - Christopher Paolini

>>  quarta-feira, 8 de maio de 2013


PAOLINI, Christopher. Eldest. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2006. 644p. (Ciclo da Herança, v.2). Título original: Eldest.

“- Não Abandone a esperança – disse Oromis. – Nunca. – Uma extensão de força parecia fluir dele para Eragon. – Somos os Cavaleiros. Ficamos entre a luz e a escuridão e mantemos seu equilíbrio. Ignorância, medo, ódio: esses são os nossos inimigos. Negue-os com toda a sua força, Eragon, ou falharemos com certeza.” p.383

Eu babei até sobre esta serie na resenha de Eragon, quem leu (ou assistiu ao vídeo) sabe que eu amo estes livros e que é minha série preferida de dragões até o momento. Este é o livro mais lento da série, e muita gente desiste no início e abandona... uma pena, porque o final é de cair o queixo. ^^ Hoje vou falar de Eldest, segundo volume da série Ciclo da Herança, do Christopher Paolini.

A série conta a historia de Eragon, um camponês de 15 anos que acha um ovo de dragão e se torna um cavaleiro. Uma grande tragédia se abate em sua família - seu tio e irmão adotivo-, já que agora ele está na mira do rei, Galbatorix. Eragon parte rumo a novas descobertas, para treinar e aprender a ser um cavaleiro e lutar contra a força maligna do império.

A partir daqui contém spoilers se você não leu Eragon.

Eragon enfrentou uma difícil batalha na terra dos Varden, ao lado de Saphira ele lutou bravamente para defender a terra de Ajihad, líder dos Vardens, os únicos inimigos declarados do império. Na batalha contra milhares de Urgals, Eragon se vê longe de Saphira e acaba enfrentando Durza sozinho. E no final ele consegue matá-lo, ganhando o nome de Eragon, Matador de espectros. Mas ele não sai incólume nessa batalha e tem dores terríveis nas costas.

Enquanto está desmaiado Eragon conversa em sonhos com Togira Ikonoka – o imperfeito que é perfeito -, e descobre que as respostas que precisa estão em Ellesméra, o reino dos elfos. Eragon então parte para Ellesméra junto de Saphira, Arya e o anão Orik.

Ele irá ser treinado pelos elfos, precisa melhorar sua destreza com a espada, seu conhecimento de magia e sua luta junto com Saphira. Será uma longa jornada, cheia de descobertas surpreendentes. Eragon descobre também que muitos estão insatisfeitos com o novo cavaleiro, afinal os humanos são fracos e falhos, e alguns elfos não entendem como ele pode ter sido escolhido por um dragão. Eragon segue em sua longa tarefa, cheia de dores e provações.

Do outro lado da Alagaesia está seu primo Roran, que volta para uma Carvahall amedrontada depois da morte de seu pai e da fuga de Eragon. Ele descobre que a maldade só está começando, os Ra’zac querem capturar o primo do cavaleiro. Sem saber o que estão enfrentando e o que se tornou Eragon, Roran lidera o vilarejo para se defender dos atacantes. Ele dará início a uma longa jornada.

A mão do rei está cada vez mais perto, a guerra se aproxima. Nasuada agora lidera os Varden, e ela precisará da ajuda de Eragon na guerra que se aproxima.

~~~~~~

Este é realmente o livro mais lento, a narrativa se alterna quase sempre entre Eragon e Roran, cada um contando as aventuras e sofrimentos de uma nova jornada. O treinamento de Eragon é descrito minuciosamente, assim como o mundo e as tradições dos Elfos, a historia dos anões, dos dragões e até dos urgals. Apesar de ser bem chatinho as vezes e eu achar que o livro poderia ter sido resumido para não ficar tão pedante, as informações são importantes.

É aqui que ficamos conhecendo como é cada povo que vive neste mundo, as tradições e a vida dos elfos é muito interessante e eu gostei de saber mais sobre este mundo.

O livro todo é informativo, até que começa a grande batalha que vem sendo delineada durante todo o livro. Neste momento vários segredos são revelados e o final é bombástico. Não da para explicar aqui, mas o dragão vermelho já nos faz esperar por algo.

Uma curiosidade sobre os títulos dos livros. Fica muito claro para o leitor que Eragon tem este título pelo protagonista. O problema é que a gente termina Eldest sem entender que título é este, eu curiosa fui pesquisar mais sobre o assunto. E descobri que o título se deve ao significado da palavra, que do inglês significa “primogênito”. Não posso contar o porquê, seria um grande spoiler, mas pelo menos depois de ler da para entender tudo.

Os personagens continuam muito bons, a coragem e a entrega de todos por um bem maior, o drama e sofrimento dos protagonistas; a beleza e a inteligência de Saphira, tudo isso me encanta. Arya continua muito distante e bem altiva, ainda não sei se gosto da personagem. É uma série com personagens muito bem construídos, todos muito humanos e falhos. 

Não tem muito mais o que falar sem spoilers, estou ansiosa para conseguir tempo de reler Brisingr e finalmente ler Herança!

Para os amantes de épicos com fantasia, aventuras e uma grande batalha entre o bem e o mal, esta é uma série que não pode faltar na estante. Leiam!

Série Ciclo da Herança do Christopher Paolini
  1. Eragon
  2. Eldest
  3. Brisingr
  4. Herança (Inheritance)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO