target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O livro do amanhã - Cecelia Ahern

>>  sexta-feira, 21 de junho de 2013

AHERN, Cecelia. O livro do amanhã. São Paulo: Editora Novo Conceito, 2013. 368p. Título original: The book of tomorow.

“E, se, e se, e se... E se soubéssemos, oque nos traria o amanhã? Poderíamos repará-lo? Conseguiríamos?” p.123

A primeira coisa que observei foi que duas características estão presentes nos últimos livros da Cecelia que eu li, o fato do livro passar uma lição de vida e um toque de fantasia. O segundo fator garante a originalidade, mas nem sempre pode ser uma receita de sucesso. Hoje vou falar de O livro do amanhã da Cecelia Ahern.

Tamara Goodwin, 16 anos, sempre teve tudo o que quis, filha única de pais ricos, a menina está vivendo o sonho – embora seja um tanto revoltada e mal agradecida. Seu mundo vira de pernas para o ar quando ela perde o pai repentinamente.

O pai está morto, e ela e sua mãe perderam tudo, estavam afundando em dívidas e até a mansão onde vivem será vendida. Sem ter para onde ir, ela e a mãe são obrigadas a irem morar com o tio, em uma cidadezinha do interior. A mãe parece estar em estado catatônico desde a morte do marido, e Tamara se sente cada vez mais sozinha.

No meio do lugar nenhum onde se encontra, ela vê uma estrada desolada, a vista consiste na casinha onde vive, um castelo em ruínas e um barracão de frente que parece ter um morador misterioso. Tamara acaba fazendo amizade com o rapaz da Biblioteca Itinerante e com uma velha freira.

É na biblioteca que Tamara encontra um livro estranho, lacrado com uma fivela e um cadeado. Mas quando consegue abrir o livro, ela descobre algo bem incomum. No livro Tamara vê sua própria letra, como um diário que ela não escreveu, e pior, as anotações estão todas datadas do dia seguinte.

Será que ler o que acontecerá amanhã irá ser a solução dos problemas de Tamara? No meio de muitos segredos e mistérios, ela descobre nem tudo será tão fácil como imagina.

~~~~~~~

Os dois primeiros livros que eu li da autora eram mais voltados para o drama, P. S. Eu te amo e Onde terminam os arco-íris (meu favorito).  Aqui é o melhor lugar é um conto de fadas adaptado, e depois dele os outros têm um toque de fantasia, como A vez da minha vida. Este segue a mesma tendência, além disso, é também o primeiro juvenil que leio da autora.

Embora meus preferidos da Cecelia tenham sido os romances adultos mais dramáticos, eu gosto deste diferencial em seus romances. Outra coisa curiosa é que normalmente ela não explica o aspecto fantástico. Neste livro isso fica ainda mais claro, o livro que ela encontra conta um dia no futuro da menina, mas a origem e qualquer explicação sobre o tal livro mágico, não vai existir.

Além de colocar um pé na fantasia, seus livros normalmente tem um aprendizado, uma lição de vida. No caso deste livro, Tamara chega para mostrar que devemos dar valor ao que temos, antes que seja tarde demais. Ela luta contra o arrependimento, relembra a forma estúpida e grossa que tratava o pai, e agora sabe que o amava, mas é tarde demais para demonstrar.

Apesar de gostar do enredo, este foi o livro da autora que eu menos gostei. Primeiro porque o livro começa muito lento e até chato, só depois da página 130 as coisas começam a andar. O que é um prato cheio para quem tem costume de abandonar livros que não engatam rs - não é o meu caso, mas vejo muita gente que abandona sem dó se não começar bem. E em segundo, e não menos importante, Tamara é das protagonistas mais chatas e mimadas que eu já encontrei!

Ela tem um humor ácido, narra o livro como se tivesse contanto uma historia e é extremamente sincera. Sem papas na língua não tem medo de se revelar a menina imatura e chata que é rs. O problema é que isso não me cativou, em um primeiro momento ela conta como era, como tratava o pai e a mãe, como não dava valor a nada do que tinha, até ficar pobre e ir parar naquele fim de mundo. Mas ela não melhora, ela conhece uma freira – uma personagem idosa e fofa no livro – e trata a senhora de maneira rude e grossa do mesmo jeito.

Ao contrário dos outros livros da autora, este aqui não é focado no romance. O livro é todo focado na busca da menina pela verdade e em seu relacionamento com a família.

O capítulo que revela todos os segredos do livro foi bem pouco detalhado, os mistérios foram jogados em cima do leitor sem maiores explicações. A autora joga o tempo todo informações como se fossem pistas, mas ela repete tanto, que fica até meio engraçado.

Bom, se você ainda não leu nada da Cecelia, este não é o livro que eu indicaria para começar, os outros são bem melhores. Não que seja um livro horrível, mas eu esperava mais da autora. J

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO