target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Easy - Tammara Webber

>>  sexta-feira, 8 de novembro de 2013

WEBBER, Tammara. Easy. São Paulo: Editora Verus, 2013. Título original: Easy.

“Ele me beijou com mais força, provocando as reações que queria de mim. Minha cabeça girava, e eu puxava curtas arfadas de ar, como se estivesse subindo à superfície por alguns segundos antes de mergulhar cada vez mais fundo. Quando achei que não seria capaz de suportar tal intensidade de emoções, ele diminuiu a pressão e sugou suavemente meu lábio inferior, roçando a língua nele, e repetiu o movimento em seguida. Eu me movi por baixo dele, e sua língua penetrou por entre os meus lábios outra vez e repetiu aquele exame meticuloso – acariciando minha língua, meus dentes e o céu da boca.
Se alguém me perguntasse como eu compararia esse beijo ao de Kennedy, eu responderia: Quem?” p.92

Estou adorando o gênero New Adult, a última modinha que vem conquistando os leitores e lotando as prateleiras das livrarias. Desde o lançamento só vejo elogios por aí, mas só agora conseguir encaixá-lo nas minhas leituras, aiai... se eu soubesse. Hoje vou falar de Easy da Tammara Webber.

Jacqueline Wallace namorava Kennedy desde o ensino médio, e apesar dos protestos da mãe, pareceu a melhor escolha abandonar seu sonho de ir para uma grande faculdade de música e acompanhar o namorado na faculdade que ele escolheu. Mas no segundo ano, do nada, Kennedy termina com ela. Se não bastasse o choque, o rapaz alega que a faculdade era o tempo que ele tinha para extravasar sexualmente; já que pelos seus planos, depois de formado seguiria carreira como um homem sério.

Puta da vida com o ex idiota, Jacqueline não se conforma e fica duas semanas chorando pelos cantos. Ela está solteira, cursando uma faculdade que não gosta, sem amigos - com exceção de sua colega de quarto - e prestes a tomar bomba em economia.  Antes que ela possa remoer mais um pouco o assunto, Erin consegue arrastá-la para uma festa na fraternidade do ex-namorado.

Cansada da festa, Jacqueline resolve voltar para casa, mas no estacionamento é atacada por um amigo de seu ex e acaba sendo salva por um cara desconhecido. Depois do ocorrido ela só quer esquecer aquela noite, mas seu salvador parece estar em todos os lugares.

Lucas Maxfield estava na sua aula de economia na segunda seguinte, olhou para ela com aqueles olhos penetrantes e Jacqueline pareceu se esquecer de tudo a sua volta. Ele era problema, os desenhos distraídos enquanto o professor dava aula, eram uma grande prova disso. Os mesmos olhos a encontraram mais tarde do outro lado do balcão no Starbucks, como se ela fosse conseguir ficar sem seu café diário. Ela tenta ficar longe, mas a atração entre eles é intensa.

~~~~~~~

Deliciosamente fácil de gostar. Eu me empolguei e devorei o livro em um dia, adorei a trama, os personagens, o romance. Os protagonistas são interessantes, mas não são perfeitos. Você pode implicar com a dependência e a falta de atitude de Jacqueline, com algumas de suas escolhas e tal, mas eu adorei seu jeito doce e sincero e a forma como ela resolve mudar sua vida, mesmo precisando de vários empurrões da amiga para ir na direção certa. Lucas é um rapaz misterioso, cheio de segredos e difícil de entender.  Além disso ele é tudo de bom no melhor estilo bad boy, tem pegada, e deixa a protagonista e as leitoras suspirando pelos cantos.

Tammara conseguiu abordar muito bem temas difíceis, como agressão sexual. Não só a questão do trauma, do fato de denunciar ou não o agressor, mas toda a questão de defesa. Achei legal que a vítima não é só salva pelo mocinho, mas as atitudes que são tomadas depois – evitando contar muito, o melhor deste livro é ir descobrindo tudo aos poucos, por isso não contei muito também na sinopse.

Eu até comentei no Viaje comigo, que este foi o NA que mais gostei até agora, foi este o motivo do livro receber nota 5 ao invés de 4, fiquei na maior dúvida na hora de avaliar rs. Eu estou adorando o gênero, considerando os outros dois que já li hehe. O primeiro foi Belo desastre, que eu adorei, Travis tudo de bom, mas não gostei do final com aquela coisa toda exagerada de Las Vegas e o segredo meio sem noção. Entre o agora e o nunca tinha tudo para ser um favorito, mas ai a autora coloca um final meio “novela das oito” e ainda tem uma continuação desnecessária. Já Easy eu achei muito bem dosado, o livro evolui de forma linear e o final foi o que eu esperava pelo decorrer da historia. Não é um livro cheio de exageros, é simples, romântico, interessante, consegue manter o suspense e ser muito fofo.

Agora, eu sempre percebo algumas “falhas” nos livros que leio, é muito difícil uma historia vir redondinha e eu não questionar nada. Eu gostei tanto de Easy que mergulhei na historia e não me preocupei com isso, mas sempre penso muito na hora de escrever a resenha e vou listar algumas observações, para vocês entenderem melhor do que eu estou falando.

Quem não leu e não quer nem sombra de spoiler pule os exemplos abaixo:
- Jacqueline é muito sem atitude e totalmente dependente, eu entendo que na adolescência ela deixou tudo por Kennedy, mas ela faria o mesmo pelo Lucas, faz tudo que a amiga manda e é bem boba com a questão toda da agressão.
- Tem um clichê que sempre me incomoda nos romances YA, a menina não pode ter levado um fora do cara (Kennedy) e ele continuar sendo um cara legal. Ele precisa se mostrar um babaca completo, depois se redimir no final do livro e querer a protagonista de volta. Acho isso um porre.  
- A construção toda segue a protagonista, Lucas é o cara sexy perfeito, mas ele não tem tanto destaque, não conhecemos os amigos dele, não sabemos o porquê dele se encantar tanto por Jacqueline antes de conhecê-la, etc.

Bom, eu amei, amei e preciso de mais New Adult na minha estante. Quem leu não deixe de comentar o que achou e quem tiver outros bons neste estilo para me indicar me digam ok?! Uma ótima pedida, um romance cheio de mistério, divertido e sexy, leiam!!


Duologia Contornos do coração da Tamara Webber
  1. Easy (Easy)
  2. Breakable (Breakable)
  3. Sweet (Sweet)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO