target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A morte de Sarai - J. A. Redmerski

>>  terça-feira, 24 de março de 2015

REDMERSKI, J. A. A morte de Sarai. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2015. 255p. (Na companhia de assassinos, v.1). Título original: Killing Sarai.

“Acho que agora sei como é quando uma pessoa passou metade da vida na prisão e é solta no mundo de novo. Ela não sabe o que fazer consigo mesma, não sabe como voltar a se inserir na sociedade. Fica o tempo todo olhando por cima do ombro. Não consegue acordar mais tarde do que cinco da manhã, nem acreditar que pode escolher o que comer e quando comer. Violência, escuridão e confinamento fazem parte dela a tal ponto que metade do seu ser nunca aprende nenhuma outra forma de viver.” p.91

Quem leu Entre agora e o nunca e Entre o agora e o sempre da autora já conhece seu estilo; achei os enredos excelentes, mas tudo muito novelesco. Sua nova série no Brasil mistura romance com suspense em um enredo diferente do que normalmente encontramos nos NA. Confiram a minha opinião sobre A morte de Sarai da J. A. Redmerski.

Sarai não teve uma vida fácil, mas daria tudo para voltar ao passado, para seus 14 anos, quando ainda era livre. Naquela época tentava levar uma vida normal, apesar de viver em um trailer com a mãe drogada. Queria terminar o ensino médico e conseguir uma bolsa em alguma faculdade, construir um futuro. Tudo mudou quando a mãe a levou para o México, junto com o novo amante, um traficante chamado Javier. Ele parece interessado demais nela, e quando a mãe morre, a mantém em cativeiro e se torna seu dono.

Era a preferida de Javier, por isso tinha algumas vantagens que outras garotas não tinham. Ninguém mais tocava nela, tinha roupas e comida boa. Mas a única coisa que a fazia seguir em frente, era planejar como escapar. Nove anos se passam, até que surge uma oportunidade, e coragem suficiente para tentar.

A chance aparece quando um assassino de aluguel chega à fortaleza, um americano. Victor é um assassino frio, calculista, inteligente. Enxerga todas as pessoas como um serviço, nada consegue abalá-lo. Sarai tinha a intenção de ameaçá-lo ou seduzi-lo, mas  a fuga não aconteceu como esperava. Mesmo assim precisa desesperadamente da ajuda dele para escapar de Javier e de sua irmã cruel, Izel.

Sua única chance é conseguir voltar aos EUA, mas Victor parece não se importar se ela vive ou morre. A vida de Sarai está em suas mãos, Victor só se preocupa com a conclusão de sua missão.

~~~~~~~

Adorei! A coisa toda é bem novelesca, em alguns momentos eu lia e pensava “fala sério”, por isso não ganhou nota máxima, mas eu gostei demais da leitura. É daquelas que vejo várias coisas inacreditáveis, mas devoro e gosto mesmo assim rs. Quem leu Entre agora e o nunca irá entender, lembram que no final tem algo bem surreal? Um personagem vai para o hospital e sai praticamente saltitando, enfim, aqui isso acontece o tempo todo.

Principalmente com os aspectos ligados a Victor, gente, nem o Jack Bauer consegue ser bom desse jeito. Ele entra no meio de trocentos caras armados, mata todo mundo enquanto os outros estão pensando ainda em começar a atirar. Dentro de um quarto de hotel ele faz o mesmo e depois eles saem como se nada tivesse acontecido, eu lia e pensava, ah fala sério! Sarai em outra cena está toda estropiada, cheia de sangue e anda na rua, se hospeda em um hotel e ninguém nem e pergunta o que houve com a moça. Tirando a parte viajante hehe, a trama é ótima. 

A sinopse do Skoob conta demais para o meu gosto, apesar dos desdobramentos serem bem óbvios. Prefiro não ler nada sobre a história antes, não costumo ler sinopse. Voltando o enredo, a mocinha viveu muitos anos como prisioneira de um traficante, sendo abusada constantemente. No fim Sarai consentia com tudo, visando sua sobrevivência. Essa parte poderia ter sido contada com mais detalhes, o livro já começa com a tentativa de fuga, depois no decorrer do livro, ficamos sabendo de algumas coisas que aconteceram no cativeiro. Sarai irá fazer qualquer coisas para tentar chegar aos EUA, para isso precisa da ajuda de Victor, e ele não parece se importar. Não é da conta dele e fim. As mínimas interações entre os dois são engraçadas no início.

Apesar do livro envolver assassinatos, muita ação e algum mistério, para mim continua sendo um new adult. O foco é na vida dos dois protagonistas, o resto é para compor o cenário. Eu não o classificaria como um thriller ou um suspense, quem ler esperando isso pode se decepcionar. Agora para os fãs de NA que procuram sair da mesmice, a trama é muito interessante.

Eu reclamei de algumas coisas, mas adoro a forma como a autora escreve, gostei dos personagens e do enredo. Estou curiosa para ler o segundo volume, achei o final bem desenvolvido, terminou de forma interessante e sem modificar radicalmente os protagonistas. Sarai é uma mulher cheia de traumas, impossível ser diferente depois de tudo. Victor tem um passado misterioso, sendo criado para ser um assassino desde muito novo, sua parte humana foi  deixando de existir. Os dois vão mudar e evoluir no decorrer da história.

Para os fãs de NA é uma leitura excelente, diferente, repleta de adrenalina e uma delicia de se ler. Estou ansiosa para ler o próximo. ^^ Leiam!

Adicione o livro ao seu Skoob!

Série Na companhia de assassinos da J. A. Redmerski
  1. A morte de Sarai (Killing Sarai)
  2. O retorno de Izabel (Reviving Izabel) 
  3. O cisne e o chacal (The swan & the jackal) Os demais ainda não lançados no Brasil
  4. Seeds of iniquity
  5. The black wolf.
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO