A irmã da sombra - Lucinda Riley

>>  segunda-feira, 2 de março de 2020

RILEY, Lucinda. A irmã da sombra. São Paulo: Editora Arqueiro, 2016. 512p. (As sete irmãs, v.3). Título original: The shadow sister.

“Um ser humano sem amor é como um botão de rosa sem água. Sobrevive por um tempo, mas nunca desabrocha por inteiro. Além do mais, você não tem como negar que o ama. ” Cap. 35

A série de romance histórico/contemporâneo, As sete irmãs, narra a trajetória de uma família muito incomum.  Sete irmãs buscam por suas origens e seu próprio caminho, depois de serem criadas de forma muito protegida em uma ilha na Suíça por seu pai adotivo. Depois de As sete irmãs e A irmã da tempestade, vamos conhecer a história de Estrela, com A irmã da sombra da Lucinda Riley.

O primeiro livro, As sete irmãs, conta a história da Maia, a irmã mais velha. No segundo, A irmã da tempestade, vimos alguns “spoilers” para quem não leu o primeiro, apesar de que, em até certo ponto, as duas histórias caminhem em paralelo. Neste, por exemplo, conta o que aconteceu com a Maia, fala muito spoilers sobre o que está acontecendo com a Ally e etc. Aí vai de cada leitor, eu sou obcecada por ordem de série rs. Essa resenha não contém spoiler do volume anterior.

Suíça, 2007
Pa Salt é um homem riquíssimo e muito misterioso. Ele adotou seis bebês ao redor do mundo, e criou suas filhas na isolada ilha da família, na Suíça. Elas não sabem nada sobre suas origens, e quase nada sobre a vida ou os negócios de Pa Salt. Só sabem que ele foi sempre um ótimo pai, criou todas com muito amor e lhes deu tudo. Ele viajava muito a trabalho, sua vida e seu passado era um mistério.

Estrela D’ Aplièse, 27 anos, sempre cresceu a “sombra” de sua irmã favorita, Ceci. As duas eram inseparáveis, e como na infância Estrela demorou muito a começar a falar, a ponto de usar a linguagem de sinais, a irmã se acostumou a se comunicar por ela. Já adulta, Estrela se sente aprisionada e sufocada pela irmã, está ansiosa e temerosa para achar seu próprio comigo. Após a morte de Pa Salt, ela e Ceci se mudaram para Londres, onde Ceci comprou um apartamento e começou uma faculdade de artes. Já Estrela, sem ocupação, sofrendo a perda do pai, não sabe o que fazer.

Ela então resolve seguir as pistas deixadas pelo pai, e vai em busca de sua origem. As pistas a levam até uma pequena livraria de obras raras, onde mesmo com toda sua timidez, Estrela consegue um emprego com o dono, Orlando. Ela conta para ele sua história de vida e as pistas que a ligam com uma mulher do passado. Ele então, começa a lhe contar a história tumultuada de sua família.

Ela fica conhecendo a prima de Orlando, Marghetite Vaughan e Rory, 7 anos, que moram em uma casa isolada no interior da Inglaterra. Estrela logo está apegada a criança e adorando ajudar na livraria e a cuidar da criança. Já, Mouse, o irmão de Orlando, é bem intragável com ela.  Enquanto se envolve cada vez mais com essa família, que pode ou não ter relação de parentesco com ela, ela começa a investigar os diários de sua provável antepassada.

Cúmbria, 1909
Flora Rose MacNichol , 19 anos, é uma moça inteligente e cheia de energia. Criada por nobres falidos que investem tudo na sua bela irmã mais nova, Aurelia, e ignoram a filha mais velha, ela sempre teve mais liberdade para explorar o campo e a vila ao seu redor. Ainda criança ela conheceu Beatrix Potter, e cresceu sonhando com a independência e a coragem da autora inglesa.

Quando os pais de Flora decidem vender a propriedade da família, para poder dar um dote para que Aurélia se case com Archie, filho de um Visconde amigo da família, Flora é informada que vai ser enviada a Londres, para ser tutora das filhas de uma nobre. Assustada com o desconhecido que a espera, ela não sabe o que fazer. O que a família não sabe é que Archie e Flora se apaixonaram, e agora só o destino pode dizer o que vai acontecer no futuro.

~~~~~

A série só tem melhorado! Esse foi meu livro favorito até agora! Não gostei tanto do primeiro livro, nem de Maya nem da narrativa, achei o da Ally bem melhor e esse agora me surpreendeu, adorei a leitura! Minha maior surpresa foi porque achei Estrela uma sonsa nos livros anteriores, e Ceci uma chata de galocha, já vim preparada para me irritar rs, e ao contrário, amei a personagem.

Estrela é uma caixinha de surpresas. Uma moça de bom coração, mas muito tímida e reservada. Que cresceu a sombra da irmã e nunca conseguiu seu próprio lugar ao sol. Ela ainda não sabe o que quer no futuro, não tem ideia de que carreira seguir, e nunca viveu um romance. Sua vida é seguir Ceci, para onde a irmã quiser ir. Você entende os motivos dela só aqui no terceiro livro. Os traumas e pesadelos noturnos de Ceci, o amor que Estrela sente por ela e o medo que tem de dizer o que pensa.

Estrela é talentosa, ótima cozinheira, apaixonada por literatura, uma escritora nata. É lindo vê-la desabrochar e sair, na marra, debaixo das asas da irmã. Ceci é uma mala, continuo com ranço dela rsrs. Quero só ver se vou gostar dela no próximo volume que contará a sua história, A irmã da pérola. O legal é que vai se passar na Austrália, já estou ansiosa pela leitura.  Apesar disso, achei que Estrela foi bem egoísta coma irmã durante o livro, chegou a dar pena da Ceci.

Flora também é um amor. Uma moça cheia de vida, corajosa, que não se entristece por nada. Mesmo sendo perceptível o desinteresse dos pais por ela (na hora desconfiei que fosse uma bastarda) e como se livram dela enviando para Londres, ela segue com a cabeça erguida, e seu gato de estimação, que se esconde em sua cesta de viagem. Lá ela descobre um mundo novo, e logo é querida por todos. Flora se torna uma grande amiga de Beatrix Potter e as duas, foram mulheres a frente de seu tempo. Foi lindo ver a força e a determinação de Flora, como ela seguiu em frente e aceitou corajosamente tudo o que a vida lhe trouxe.  Achei interessante também o parentesco a ligação de alguns personagens com o Rei Eduardo VII.

Os dois romances do livro são mornos e sem sal rs, Flora e Archie foi corrido e pouco interessante. E Estrela e seu par rs, também foi sem graça toda vida. A parte onde ela revela seu “segredo” para o Mouse, foi bem vergonha alheia rs, totalmente desnecessário. Mas, vou considerar que os romances foram secundários aqui, a história toda é sobre a MULHER e como ela encara a vida hoje, ou no século passado.

Um destaque grande no livro é a parte histórica. A autora se baseia em fatos reais sobre a corte inglesa e na história de Beatrix Potter, a autora que ficou famosa pelos livros infantis “As aventuras de Pedro Coelho”, que eu claro, já quero ler.  Tudo envolvendo o Rei Eduardo e sua família foi bem interessante.

O final ficou bem em aberto, mas não vou reclamar tanto rs, porque espero que os personagens apareçam bastante no próximo livro. Já que se passa na Austrália, vamos ver o que vai rolar. Estou amando a forma como a trajetória de cada uma termina diferente,  não tem aquela coisa de todas encontrarem um amor e o um final feliz, ou de todas encontrarem a família e tal, está bem realista assim. Dito isso, adorei essa parte do final de Estrela.

Eu curti muito os personagens e espero que eles apareçam de novo na série. Desculpem pelo texto gigante!! Mas são duas histórias em um único livro, difícil explicar tudo rs. Eu estou adorando a série e indico para quem curte um romance mais maduro e uma boa dose de drama, leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Série As sete irmãs da Lucinda Riley:
  1. As sete irmãs (The seven sisters) - Maia
  2. A irmã da tempestade (The storm sister) - Ally
  3. A irmã da sombra (The shadow sister) - Estrela
  4. A irmã da pérola (The pearl sister) - Ceci
  5. A irmã da Lua ( The moon sister)
  6. A irmã do sol (The sun sister)

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO