target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O cadáver que ri - Laurell K. Hamilton

>>  segunda-feira, 21 de junho de 2010

HAMILTON, Laurell K. O cadáver que ri. Rio de Janeiro: Rocco, 2010. 342p. (Anita Blake, Caçadora de Vampiros, V.2).

“- Você tem certeza que não quer um pouco de ação?
- Eu tenho tanta ação que nem sei o que fazer com ela – eu disse.”

Ela está de volta, com todo seu sangue frio, suas armas mortais, seu humor negro e suas tiradas divertidas. O sobrenatural começou a fazer parte de sua vida quando era uma criança, desde uma noite em que sem querer chamou seu cachorro morto e enterrado do túmulo e ele veio dormir com ela, isso já faz muito tempo, agora ela é uma ressuscitadora de profissão e uma caçadora de vampiros nas horas vagas. Ela é Anita Blake e os mortos são sua especialidade. 

Você que ainda não conhece Anita Blake, clique AQUI e saiba como tudo começou. Este é o segundo livro da série, conheça O cadáver que ri de Laurell K. Hamilton.

A vida de Anita Blake não tem dias tranqüilos, nem noites românticas ou bem dormidas. De dia trabalha como ressuscitadora na Ressuscitadores Inc. uma empresa que vem crescendo consideravelmente graças a ambição sem limites de seu chefe Bert Vaughn. Os zumbis quando acordam obedecem ao comando do ressuscitador e ficam lúcidos por um tempo até que começam a se decompor. É uma coisa bem nojenta de se ver, principalmente a parte do sacrifício animal que faz parte do processo; para uma pessoa reviver alguém tem que morrer. É uma coisa bem lógica para ela, e quanto mais antigo for o morto maior é o sacrifício necessário.

Como vocês já perceberam a vida de Anita não é lá um mar de rosas, mas tudo começa realmente a se complicar quando seu chefe pede que ela reviva um cadáver de 300 anos para um milionário muito excêntrico. Anita recusa permanentemente o trabalho já que para um cadáver tão antigo, um sacrifício humano seria necessário, mas Harold Gaynor não irá desistir tão fácil. E como Anita é a melhor na sua área, ela corre grande perigo.

Ao mesmo tempo ela é chamada para uma cena de crime, a pior de sua vida. Sangue, muito sangue, a maior quantidade que ela já tinha visto... os restos mortais eram pequenos pedaços, as pessoas haviam sido devoradas, uma família inteira destroçada. Aparentemente o assassino se trata de um zumbi, um zumbi descontrolado que está comendo humanos para adiar sua deterioração, o pior que ela já viu. Agora ela terá que ajudar Dolph, Zerbrowski e os outros detetives da Equipe Regional de Investigação do Sobrenatural a pegar o zumbi, antes que ele faça mais vítimas.

Só alguém muito poderoso poderia fazer um zumbi ficar daquele jeito e Anita não tem outra escolha a não ser perguntar a Dominga Salvador, a sacerdotisa vodu mais poderosa que ela já conhecera. Como Anita de política não tem nada, acaba despertando a ira de Dominga, que promete vingança em breve. 

“Eu acho, Anita Blake, que você precisa se lembrar por que as pessoas têm medo do escuro. Eu providenciarei para que, em breve, você receba um visitante em sua janela. Numa dessas noites escuras, quando você estiver dormindo profundamente em sua cama quentinha. Algo pernicioso irá entrar em seu quarto. Conquistarei seu respeito se é dessa forma que você quer.”

Enquanto isso Jean-Claude o vampiro francês lindo e irresistível, que também é o mestre dos vampiros da cidade quer fazer de Anita sua serviçal humana. A promessa de imortalidade, beleza eterna e um amante vampiro pode ser o sonho da maioria das mulheres, para Anita, Jean-Claude pode ser o mestre da cidade mas continua morto, e ela não é o tipo de garota que se deixa seduzir por um defunto, por mais bonito que ele seja.

“Jean-Claude, Mestre Vampiro da Cidade, caminhava em nossa direção. Ele se movia como um dançarino, ou um gato, com um andar suave, deslizante. Energia e graça contida, esperando para explodir em violência...
- Olá, Jean-Claude. – eu disse.
- Saudações, ma petite – disse ele. Sua voz era como pelúcia, rica macia, vagamente obscena, como se simplesmente conversar com ele fosse algo indecente. Talvez fosse.
- Não me chame de ma petite – eu disse.”

Um zumbi assassino, uma sacerdotisa zumbi, os capangas de Gaynor e um vampiro mestre em seu encalço, essa vai ser uma semana muito difícil para Anita Blake, mas não é que ela não possa enfrentar, será?

Este não é um livro de romance, embora ele tenha atração, sedução e ondas elétricas quando o assunto é Jean-Claude. A história é da ação, de violência, com direito a morte, muito sangue e muita porrada. Anita, não tem medo de enfrentar o que vier pela frente, ela sabe que pode até morrer, mas vai fazer um belo estrago antes.  E o mais divertido é que ela é uma mulher baixinha e magrinha, daquelas que os capangas vão atrás sorrindo no alto de seus 1,90 e acabam desmaiados, se é que vão poder contar a história depois. 

Este é um daqueles livros que é impossível parar de ler, eu devorei louca para saber o final, e o bicho pega, o tempo todo. O livro é tenso e envolto em mistério até o fim. Anita tem um humor negro que conquista, dei muitas risadas durante a leitura e torci pela personagem. Para que ela tivesse um minuto de sossego, eu pensava, será que nada de bom acontece com ela, coitada.

E Jean-Claude? É um personagem a parte, enquanto Anita perigosamente rejeitava as investidas do vampiro eu suspirava do lado de cá.  Eu preciso muito ler o próximo livro, rápido, espero que não demore muito para sair por aqui. E para quem tem medo de série não se preocupem, os livros são bem independentes, é legal ler na ordem, mas nenhum deles termina sem final.

Se você não conhece, você tem que ler esta série. Se você não leu Anita Blake, não pode falar pra mim que é fã de vampiros, e eu falo mesmo! Hehe. 

“Ele sorriu ligeiramente, sem a menor menção dos caninos. Ele olhou para Irving. Irving desviou o olhar, tomando cuidado para não cruzar com os olhos de Jean-Claude. Nunca se olha diretamente dentro dos olhos de um vampiro. Nunca. Então, por que eu estava olhando sem impunidade. Por que, de fato?"

Série Anita Blake, caçadora de vampiros
  1. Prazeres Malditos
  2. O cadáver que ri (The Laughing Corpse)
  3. Circo dos Condenados (Circus of the Damned)
  4. O café dos loucos (The Lunatic Cafe)
  5. Ossos sangrentos (Bloody Bones)  
  6. The Killing Dance (Os demais ainda não lançados no Brasil)
  7. Burnt Offerings
  8. Blue Moon
  9. Obsidian Butterfly
  10. Narcissus in Chains
  11. Cerulean Sins
  12. Incubus Dreams
  13. Micah
  14. Danse Macabre
  15. The Harlequin
  16. Blood Noir
  17. Skin Trade
  18. Flirt
  19. Bullet
  20. Hit List
  21. Kiss the dead
  22. Affliction

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO