target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Perfeitos de Scott Westerfeld

>>  segunda-feira, 25 de outubro de 2010


WESTERFELD, Scott. Perfeitos. Rio de Janeiro: Galera Record, 2010. 384p. (Feios, V.2). Título original: Pretties.

“Lembra-te de que as coisas mais belas do mundo são também as mais inúteis.” John Ruskin

Imaginem um mundo onde a única preocupação é achar a maneira mais radical para se divertir, onde todos possuem uma beleza estonteante, convivem placidamente e tem todos os seus desejos materiais atendidos. Neste mundo as pessoas vivem psicologicamente amarradas em um estado constante de felicidade. Sejam bem vindos a Nova Perfeição com Perfeitos de Scott Westerfeld

Atenção! A partir deste ponto contém spoilers para quem não leu Feios. Leia a resenha de Feios AQUI.

Tally Youngblood está se divertindo e saboreando todas as vantagens de ser perfeita, agora ela tem tudo aquilo que sempre sonhou: uma beleza estonteante, festas e mais festas, amigos lindos e divertidos e até um certa fama oriunda de suas aventuras como feia. Ela não só conseguiu se tornar perfeita, como é uma perfeita famosa e agora pretende ingressar nos Crims, o grupo mais radical de Nova Perfeição e que aprontam de tudo para atingir um constante estado de euforia. 

Junto com sua amiga Shay e agora também ao lado de Peris tudo deveria estar borbulhante, mas Tally tem sonhos estranhos e flashes sobre sua vida como feia. Ela não consegue lembrar de tudo, mas sabe de sua aventura como uma rebelde da Fumaça.  E todas suas atitudes radicais acabam por aproximar Tally de Zane, o líder dos Crims que faz de tudo para sair do estado apático dos perfeitos.  Ele é pura perfeição... o sonho de qualquer garota e só tem olhos para Tally.

Mas toda a bebedeira e festas perdem a graça quando Tally é surpreendida por um feio que alega conhecê-la e tem uma carta para lhe entregar. Ao lado de Zane, ela tentará descobrir o que está por trás daquela visita e de repente nada é mais tão bom quanto parece ser. Como quebrar a apatia dos perfeitos e recuperar sua liberdade de escolha? O livre arbítrio parece um sonho inalcançável para a mente de um perfeito. 

Neste segundo volume acompanhamos Tally e Zane em sua busca de libertação, em sua procura pelos enfumaçados e no descobrimento de um novo amor. Além disso em algum lugar lá fora David espera por Tally e ela terá que fazer uma difícil escolha mais uma vez. 

“A prancha finalmente pousou ao seu lado, e Tally se viu diante de um rosto incrivelmente feio: uma testa enorme, um sorriso torto e uma pequena cicatriz branca sobre um dos olhos. Ela olhava fixamente, tentando se acostumar agora às sombras da cidade abandonada.
- David? Perguntou, num sussurro.”

Ok, parei. Não vou contar mais nada e eu bem que queria, acontece tanta coisa neste livro que é difícil fazer um bom resumo sem estragar a surpresa para os futuros leitores. Mas posso dizer que Westerfeld continua garantindo surpresas até a última página, desfechos emocionantes e muita adrenalina. Se você acha que sabe o que te espera depois de Feios, garanto que o autor conseguirá te surpreender. 

A força de Tally e sua luta para se libertar daquele estagio de apatia é emocionante e inspirador. Zane é outro personagem que não polpa esforços e põe em risco sua própria vida para conseguir pensar claramente. Os personagens conquistam mais uma vez e é impossível não torcer por eles até o final. No quesito romance também temos algumas surpresas e eu ainda não me decidi por quem torcer ^^

O autor continua criticando a concepção de beleza e a destruição da natureza na sociedade atual, as críticas são expostas abertamente em alguns trechos e muito sutis em outros, mas percebe-se claramente sua intenção de banalizar a vida sem sentido dos adolescentes perfeitos e suas festas e bebedeiras sem limites. Neste segundo volume ele também expõe uma visão antropológica da sociedade humana, que caminha sempre para o caos e para a violência, o extinto de sobrevivência que leva a atitudes extremas.

Eu gostei muito do segundo livro e estou muito ansiosa pela continuação, mas tenho que dizer que gostei mais da narrativa do primeiro. Perfeitos atende seu objetivo, o enredo é muito bom, mas a narrativa fica chata demais em alguns momentos. Teve hora que tive que largar o livro porque não agüentava ler mais uma vez diálogos  falando que tudo  “era muito borbulhante” ou que o que não era legal “era muito falso”. Acho que se alguém falasse borbulhante na minha frente ia ganhar uma livrada na cabeça rsrs. 

Finalizando, esta é uma série que eu recomendo com certeza. É inovadora e tem um enredo incrível. Se você ainda não conhece o mundo futurista de Westerfeld corra e compre o seu. 


Série Feios de Scott Westerfeld
  1. Feios (Uglies)
  2. Perfeitos (Pretties)
  3. Especiais (Specials)
  4. Extras (Extras).
Interligado: Bogus to Bubbly: An Insider’s Guide to the World of Uglies

Site da série no Brasil: http://www.record.com.br/seriefeios
Site oficial do autor: http://scottwesterfeld.com/blog

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO