target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A guerra dos tronos - George R. R. Martin

>>  terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

MARTIN, George R. R. A guerra dos tronos. São Paulo: Editora Leya, 2010. 592p. (As Crônicas de gelo e fogo, v.1). Título original: A game of thrones.

“Quando Ned regressou aos seus aposentos, sentia-se cansado e desolado, mas não se permitia voltar ao sono, agora não. Quando se joga o jogo dos tronos, ganha-se ou morre, dissera-lhe Cersei Lannister no bosque sagrado.” p. 360

Longe de querer concordar com as comparações toscas da Veja, pois sou fã de carteirinha de Tolkien, mas esta frase resume muito bem este livro: “A guerra dos tronos é a mais importante obra de fantasia desde que Bilbo encontrou o anel” (SF Reviews). Eu poderia ainda caracterizá-lo como um épico indescritível, uma fantasia como você nunca viu, uma obra de arte única, um livro que alterna fantasia, mistério, intrigas e romance de maneira magistral. Ficaria procurando adjetivos até amanhã, então que "os Deuses antigos me ajudem" a ser capaz de descrever a história fantástica de A guerra dos tronos de George R. R. Martin.

Os Sete Reinos de Westeros são hoje unificados pelo comando de um só rei, mas nestas terras famílias poderosas jogam um intricado jogo de poder. Em um lugar onde as estações duram anos, onde o inverno congelante pode durar uma década.

A casa Targaryen é a casa do dragão, lar dos antigos reis que governaram os reinos até que Aerys II – o rei louco – foi morto pelo regicida, na guerra que colocou Robert Baratheon no poder. O símbolo da casa é um dragão de três cabeças e seu lema “Fogo e Sangue”. Seus únicos descendentes vivos são o príncipe Viserys chamado de Rei Pedinte e a princesa Daenerys, filha da Tormenta.

Em Porto Real está a casa Baratheon representada pelo atual rei Robert Baratheon. O selo da casa é um veado coroado, seu lema “Nossa é a fúria”. O Rei Robert é casado com Cersei Lannister e pai do Príncipe Joffrey e de seus irmãos Myrcella e Tommen; além de vários bastardos pouco citados. Seu irmão mais velho Stannis é o senhor de Pedra do Dragão e o mais novo Renly faz parte do conselho do rei.

O rochedo Casterly é o lar dos poderosos Lannister, a família mais rica de todos os reinos. Seu selo é um leão dourado e seu lema é “Ouça-me rugir”. Tywin Lannister é o senhor desta terra, viúvo e pai de Sor Jaime – o regicida e irmão gêmeo da rainha-, Cersei e Tyrion – um anão chamado de duende.

Em Winterfell governam os Stark, seu selo é um lobo gigante em um campo branco de gelo e o lema da casa é “O inverno está para chegar”. Eddard “Ned” Stark é o senhor, casado com Catelyn e pai de Robb, Sansa, Arya, Brandon, Rickon e do bastardo Jon Snow.

E é lá no que a nossa historia começa...

Ned Stark governa o norte ao lado da esposa e na companhia de seus jovens filhos. Seu herdeiro Robb tem apenas 14 anos e é o mais velho da família. Sem contar o filho bastardo, Jon Snow, um rapaz bravo e inteligente, mas que vive sendo posto de lado e é odiado pela esposa do pai.  Ned é um homem nobre e justo, trás consigo a tarefa de guardar o norte em nome do Rei. Dele é tarefa de punir os desertores da Muralha, homens sem família que juraram proteger a Muralha dos Outros até o fim de suas vidas.

Quando Jon encontra uma família de lobos gigantes recém nascidos na floresta, um para cada filho, diz que eles estão destinados à protegê-los. Logo que retorna para casa Ned fica sabendo da morte de Jon Arryn, a Mão do Rei. Este é o cargo mais importante do reino, depois da morte de Jon o Rei Robert em pessoa viaja para o norte para visitar Ned e oferecer a grande honra de ocupar este cargo, além de ligar as famílias com o casamento do Príncipe Joffrey com a filha mais velha de Ned, Sansa.

O cargo e a vida no reino é o que Ned menos deseja, mas não se diz não ao rei. Ele irá para o reino, mesmo sabendo que a família da rainha fará de tudo para dificultar sua vida. Os Lannister são igualmente poderosos e perigosos. Ele deseja levar para o reino as duas meninas e seu filho de 7 anos, Bran. 

O pai parte com os filhos e seus lobos, deixando o restante da família no norte. Enquanto isto Jon Snow resolve servir a muralha e segue rumo a seu triste destino. A Muralha protege o mundo dos Outros, seres temidos e vivos apenas nas lendas dos mais antigos. Seus soldados penam na floresta gelada, mas o futuro de um bastardo é incerto. Ao lado de Fantasma, seu lobo fiel, Jon parte para juntar-se à Patrulha da noite.

Já no reino Ned começa a perceber que o Rei não está seguro, inimigos estão por todos os lados e ele não tem em quem confiar. A família da Rainha quer o poder, a morte do Rei colocaria o príncipe de apenas 14 anos no poder. Ele descobre que Jon pode não ter morrido de causas naturais e começa a investigar. Sansa está encantada com a nova vida, tudo o que ela quer é casar com o Príncipe e se tornar a rainha de todos os reinos. Arya odeia a corte e as funções de donzela, ela quer aprender a lutar com uma espada e explorar o castelo ao lado de sua loba.

Do outro lado do Mar vive a princesa Daenerys Targaryen, uma donzela de apenas 13 anos. A moça é herdeira do dragão e acaba sendo vendida para se casar com Khal Drogo, líder de uma tribo de valorosos guerreiros, os Dothrakis. Viserys seu irmão se considera o rei por direito, ele exige do marido de sua irmã um exército para atacar o Rei Robert. O irmão é um tolo, mas a irmã é forte e corajosa, ela começa a amar sua nova terra e seu marido, mas tem sangue de dragão dentro de si e irá lutar por aquilo que lhe pertence.

Os herdeiros do dragão estão vivos e querem seu trono por direito. No Reino o Rei Robert é traído por todos os lados, um rei fraco, gordo e bêbado. Ned está sozinho e precisa de aliados. Suas filhas correm perigo. O inverno está para chegar. A guerra dos tronos começa agora.

É impossível fazer uma descrição completa do enredo deste livro, e olha que eu tentei, a primeira parte da resenha ficou imensa. A narrativa alterna-se entre os personagens, mostrando a evolução da historia por diferentes ângulos. Temos aqueles que ficaram no norte, a família em Winterfell. Bran é um dos meus personagens favoritos. No reino Arya é outra das minhas personagens favoritas, a menina é forte, valente e não tem medo de nada. Junto com ela está sua irmã sonsa Sansa esta não tem nada na cabeça, só pensa na grande honra de ser rainha.  Ainda temos a historia de Jon na Muralha e de Daenerys e seu irmão. O anão Tyrion também ganha destaque na narrativa.

O autor não poupa seus personagens, eu sofri com as crianças, temi pelos lobos que têm quase a personalidade de um humano e fiquei arrasada com alguns desdobramentos. Seus personagens são muito humanos, suas atitudes são sempre questionáveis e as intrigas tomam conta do reino. Intrigas sexuais, traições e assassinatos. Você termina um capítulo e precisa ler o próximo... e o próximo. Incrível como um livro tão extenso pode passar voando até o final. E que final. 

O livro termina e meu coração para, preciso ler a continuação urgente. A guerra dos tronos é uma fantasia sem igual, o leitor vive aquela historia... e sofre, e comemora e fica irado com alguns desdobramentos. Eu chorei de tristeza, chorei de raiva e sorri durante a leitura. Eu torci por eles, eu amei cada um daqueles lobos como se fossem meus. Eu chorei também por alguns deles. 

Engana-se quem comparou As Crônicas de gelo e fogo com O senhor dos anéis. Ambos são romances épicos, as semelhanças terminam aí. George Martin tem uma narrativa mais ágil, mais realista e mais forte. Seus vilões têm um toque de sedução, seus heróis cometem atos falhos. Os personagens morrem mais cedo do que deveriam. Temos uniões incestuosas, temos pedofilia, ambos os atos aceitos dentro da tradição de determinada família, mas para mim foi estranho ver a consumação de uma relação de uma menina de 13 anos com um homem de mais de 30.

O livro foi adaptado para a TV pela HBO com o título de Game of thrones criada por David Benioff e D. B. Weiss. A primeira temporada conta com 10 episódios e retrata o livro com bastante fidelidade, embora claro, seja tudo muito resumido e o livro tenha bem mais emoção. Os atores está ótimos, porém achei a Rainha da série muito boazinha para a vilã do livro; alguns personagens são suprimidos na série. O elenco conta com Sean Bean (Ned Stark), Peter Dinklage (Tyrion), Mark Addy (Rei Robert), Nikolaj Coster-Waldau (Jaime), Michelle Fairley (Catelyn), Lena Headey (rainha Cersei), Emilia Clarke (Daenerys).





Sem dúvidas vai para a minha lista de favoritos e indico para todos que gostam do gênero, indico para jovens e adultos. Indico até para quem não é fã do estilo, não existe melhor forma de se apaixonar por fantasia. Leiam!!

Série As Crônicas de gelo e fogo de George R. R. Martin
  1. A Guerra dos Tronos (A Game of Thrones)
  2. A Fúria dos Reis (A Clash of Kings)
  3. A tormenta de espadas (A Storm of Swords)
  4. O festim dos corvos (A Feast for Crows)
  5. A dança dos dragões (A Dance with the Dragons)
  6. The winds of winter (Os demais ainda não lançados no Brasil)
  7. A Dream of Spring.
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO