target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A fúria dos reis - George R. R. Martin

>>  quarta-feira, 31 de outubro de 2012

MARTIN, George R. R. A fúria dos reis. São Paulo: Editora Leya, 2011. 656p. (As Crônicas de gelo e fogo, v.2). Título original: A clash of kings.

“Tyrion refletiu sobre os homens que tinham sido Mão antes dele e que se revelaram incapazes de vencer os ardis da irmã. E como seria de outro modo? Homens assim... Honrosos demais para viver, nobres demais para cagar... Cersei devora tais tolos todas as manhãs no desjejum. A única forma de derrotá-la era jogar o seu jogo, e isso era algo que os Senhores Stark e Arryn nunca fariam.” p.292

Aiai... só ele me tira o sono assim, deixa meu coração apertado, minhas mãos trêmulas e minha garganta seca. Faz-me ri e chorar, me deixa revoltada e me faz dar pulinhos de alegria - embora ela dure pouco.... Estou falando, claro, de George R. R. Martin e As crônicas de gelo e fogo 2: A fúria dos reis.

Se você ainda não leu o primeiro livro, recomendo que leia a resenha de A guerra dos tronos, pois apresenta os personagens mais detalhadamente. Se você ainda não leu o primeiro livro... você não sabe o que está perdendo. ^^ Ahhh e a série da HBO é ótima, mas não é a mesma coisa que ler os livros, juro! =]

Contém spoilers se você não leu o primeiro livro da série.

Os Sete Reinos de Westeros estão em guerra, e com ela vem o inverno, que está para chegar. A morte de um rei traz o caos e com ele as alianças e traições. Casas marcham rumo a guerra, orgulhosas sobre seus estandartes.

Daenerys Targaryen, 13 anos, última sobrevivente da casa do dragão, quer voltar para o reino e assumir o trono que a pertence por direito. Ela agora está sozinha, depois que Viserys e Drogo morreram, mas tem seus filhos. Três dragões, ela é a mãe dos dragões e tem fibra e coragem.

Joffrey Baratheon, 14 anos, é agora o rei dos Sete Reinos, depois da morte de Robert ele assumiu o trono de ferro em Porto Real, tendo a mãe – Cersei, como regente. Mais poucos reconhecem seu reinado, murmúrios sobre a procedência dos filhos de Cersei circulam pelo reino... Bastardos. O amado irmão da Rainha – Jaime, o regicida-, é prisioneiro no norte e quatro reis lutam pela posse do trono de ferro. Na ausência de Jaime e com lorde Tywin na guerra, Tyrion é enviado para ajudar o rei, ele é a nova Mão do rei, e está preparado para este jogo. O duende é perigoso, mas enfrenta inimigos cruéis. Cersei não está acostumada a ser desafiada, mas Tyrion está pronto para enfrentá-la.

Os dois irmãos do rei morto, proclamam-se rei. Stannis Baratheon por direito, é o irmão mais velho. Poderoso e ardiloso, o Senhor da Pedra do Dragão tem força e alia-se aos novos Deuses para conquistar o trono, um rei temido e pouco amado. Ao seu lado está Melisandre de Asshai, chamada de mulher vermelha, a sacerdotisa de R’hllor.

Renly Baratheon, o irmão mais novo, é o Rei em Jardim de cima. O Senhor de Ponta Tempestade tem a casa Tyrell como aliado, e um grande exército a sua disposição. Ele não reconhece o reinado do irmão mais velho e acredita ter tanto direito ao trono quanto ele.

Robb Stark, 15 anos, Senhor de Winterfell, é o Rei do Norte. Proclamado por seus vassalos após o assassinato de seu pai - Ned Stark  - por ordem do novo rei. A senhora Catelyn, sua mãe, está ao seu lado na guerra e teme por seus filhos. Sansa está no reino, ainda prometida ao Rei Joffrey e uma prisioneira importante na guerra que se inicia; a moça sofre sozinha, atendendo aos caprichos do novo rei vive sob tortura física e psicológica. Ninguém sabe, mas Arya uma menina de apenas 10 anos fugiu quando o pai foi morto, e agora segue viagem rumo a Muralha vestida de menino e com um nome falso. Ela tem a coragem e a audácia que faltam a irmã mais velha. Bran e Rickon são os únicos que ainda estão em Winterfell; Bran é o senhor na ausência do irmão mais velho, mas aos oito anos o menino só gostaria de voltar a ter uma vida normal, lembra com tristeza do acidente que o deixou paralítico. Sonhos recorrentes mostram que alguém o empurrou, ele não consegue se lembrar, mas seus estranhos sonhos estão cada vez mais fortes, o lobo está vivo dentro do garoto. O bastardo Jon Snow é agora um soldado da Muralha, mas os perigos estão cada vez mais perto, e a Patrulha sai para descobrir o que se esconde atrás dos muros.

Mortos se levantam, alianças são quebradas e novas alianças são formadas. A magia impõe seu poder mortal e combatentes são assassinados friamente na calada da noite. Soldados são torturados, a morte chegou aos Sete Reinos. Pequenos homens representam grandes poderes. Uma menina e seus dragões impõem seu direito de sangue. “Quando os reis estão em guerra, a terra toda treme!”

~~~~~

A fúria dos reis é o meu livro do Clube das Chocólatras BH de outubro, obrigada Sandra. Espero que escolham o 3 para mim logo, é o único jeito que tenho para passar eles na frente na fila, porque são enormes. E valem cada página lida, eu termino e não sei como demorei tanto para ler. Desculpem a resenha enorme, mas são 653 páginas incríveis.

Como eu disse no início, o autor tem meu coração na mão durante toda a leitura, meus personagens preferidos estão passando por situações perigosas – e quem não está - e eu sofro com eles. Bran é meu personagem mais querido e mais amado, e eu quase tive um infarto por ele neste volume. Outra queridinha minha é Arya, a menina tem uma força e uma coragem invejáveis e se mete em muitas enrascadas por isso. O mais engraçado desta série é que por mais que você escolha um lado, que você torça para alguém nesta guerra, você não consegue odiar os inimigos, não o tempo todo.

Tyrion é um grande exemplo, ele está do lado dos “vilões” para quem torce pelo norte, mas é impossível não torcer pelo Duende. Sarcástico, perigoso, inteligente. Tyrion tem os melhores diálogos e as melhores sacadas, e no meio da batalha eu torci e torci por ele, e só depois me lembrei que eu deveria estar torcendo para eles serem derrotados. 

Outro personagem que apesar de ser dos mais odiosos, tem uma participação fantástica no livro é o Regicida. Mesmo preso e acorrentado o irmão da rainha é perigoso e cruelmente irresistível:

“- Ele era bastante fraco, mas talvez não tão inocente assim. Estava nos espiando.
- Bran não espiaria.
- Então, culpe esses seus preciosos deuses, que trouxeram o garoto até a nossa janela e lhe deram um vislumbre de algo que nunca devia ter visto.
- Culpar os deuses? Ela disse, incrédula. – A mão que o atirou era sua. Queria que ele morresse.
- Raramente atiro crianças das torres para que sua saúde melhore. Sim, queria que morresse. p.511

A escrita rica e detalhada é uma característica forte do autor, que alterna personagens e deixa que vários narradores nos apresentem a historia de acordo com seu ponto de vista. O leitor participa ativamente da historia, toma partido, escolhe lados, julga e perdoa. Eles não são retratados como heróis, crianças se viram contra suas mães, Reis são cruéis e sanguinários. Personagens bons são capazes de matar, outros que foram criados como aliados se voltam cruelmente contra seus antigos protetores.

O livro não é feito para crianças ou para corações fracos, a narrativa é adulta e, por vezes, cruel e moralmente questionável. As cenas fortes chocam o leitor; sexo e assassinatos são descritos detalhadamente, sem meias palavras. Os personagens humanos e muito reais dão a fantasia uma vertente nunca vista na literatura e torna As crônicas de gelo e fogo a melhor série do estilo já escrita. Neste volume a fantasia está mais encorpada, seres fantásticos e magia ganham destaque e mesmo assim você acredita fielmente em tudo que está sendo descrito, fantasticamente real. ^^

Não ouso criar mais adjetivos para descrever o trabalho do autor, leiam e se encantem como eu com o mundo de George R. R. Martin. E que venha o próximo volume, o inverno está para chegar!

Série As Crônicas de gelo e fogo de George R. R. Martin
  1. A Guerra dos Tronos (A Game of Thrones)
  2. A Fúria dos Reis (A Clash of Kings)
  3. A tormenta de espadas (A Storm of Swords)
  4. O festim dos corvos (A Feast for Crows)
  5. A dança dos dragões (A Dance with the Dragons)
  6. The winds of winter (Os demais ainda não lançados no Brasil)
  7. A Dream of Spring.
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO