target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O festim dos corvos - George R. R. Martin

>>  terça-feira, 25 de março de 2014

MARTIN, George R. R. O festim dos corvos. São Paulo: Editora Leya, 2012. 644p. (As Crônicas de gelo e fogo, v.4). Título original: A feast for crows.

“Que os Sete nos salvem a todos, mas é verdade. A irmã gostava de pensar em si própria como um Lorde Tywin com seios, mas enganava-se. O pai fora tão inexorável e implacável como um glaciar, enquanto Cersei era toda fogovivo, especialmente quando contrariada. Ficara tonta como uma donzela quando soube que Stannis abandonara Pedra do Dragão, certa de que ele finalmente desistira da luta e zarpara para o exílio. Quando chegou no Norte a notícia de que voltara a aparecer na Muralha, sua fúria fora terrível de se contemplar. Não lhe faltam miolos, mas não tem bom-senso nem paciência.” p. 205

Esta série é tão perfeita! Não sei como consigo esperar tanto para ler, mas ainda bem que tem o Clube das chocólatras para me salvar. A tormenta de espadas foi o grande divisor de águas da série, acontece tanta coisa, é tão chocante, que eu não tinha ideia do que viria a seguir. E foi com ansiedade que comecei a leitura do quarto livro das Crônicas de gelo e fogo com O festim dos corvos do George R. R. Martin.   

Se você ainda não leu os livros anteriores, recomendo que leia a resenha de A guerra dos tronos, pois apresenta os personagens mais detalhadamente. Apesar de que muitos deles, já deixaram há tempos de fazer parte da trama. A série da HBO é excelente, mas mesmo assim fico triste quando as pessoas deixam de ler os livros porque já assistiram a temporada. Ah... se eles soubessem...

Esta resenha contém spoilers se você não leu os livros anteriores. Sério! Tem até algumas cenas que ainda não mostraram na TV. ^^

O cenário é desolador por todos os Sete reinos. Stannis Baratheon e a feiticeira vermelha Melisandre de Asshai deixaram Pedra do Dragão e rumaram para a Muralha, foi o único “Rei” que atendeu ao chamado dos irmãos e ajudou a salvá-los contra a invasão do povo livre. O bastardo Jon Snow é o novo senhor comandante, o governante escolhido por seus irmãos para defendê-los. Sabendo dos rituais da feiticeira usando de sangue real, Jon ordena que seu amigo, Samwell Tarly, parta em uma longa viagem para Vilavelha; levando Goiva e seu bebê e o Meistre Aemon.

O norte está enfraquecido depois da perda de seu Rei, no episódio traiçoeiro que ficou conhecido como Casamento Vermelho. Os Starks praticamente foram extintos, até onde todos sabem. Arya desapareceu no mundo, todos acham que ela provavelmente está morta, mas ela abandonou Westeros rumo a Bravos. Bran que todos julgam morto, desapareceu para além da Muralha. Sansa fugiu após o assassinato do rei e a prisão de seu marido, Tyrion Lannister. Arrasada com seu casamento forçado, e com a notícia do assassinato de Robb e Catelyn StarkEm sua fuga, ela conta com a improvável ajuda de Petyr Baelish, o Mindinho.  Ele é agora no novo senhor protetor, depois da morte de sua nova esposa, Lysa Arryn, Lady do Vale de Arryn e Senhora do Ninho da Águia. E lá, fingindo ser Alayne, filha bastarda de Mindinho, ela se esconde. Ela acha que todos os seus estão mortos. Os lobos estão dispersos, cada um lutando sua própria batalha.

Os que sobraram no norte lutam intensamente entre si. Euron Greyjoy é o novo rei das Ilhas de Ferro, e o Olho do Corvo quer conquistar toda Westeros. Correrrio ainda resiste ao ataque Lannister, sob o comando de Lorde Tully, o Peixe Negro. Brienne segue sozinha sua busca perigosa por Sansa, ela prometeu isso a Catelyn.

Mas é em Porto Real, que as maiores mudanças estão acontecendo. Tyrion estava preso e condenado a morte pelo assassinato de seu sobrinho, Joffrey Baratheon. Mas ele consegue fugir com a ajuda de seu irmão, Jaime – O Regicida e novo comandante da Guarda Real. O que Jaime não sabia é que no caminho para a fuga, Tyrion pretendia matar seu pai, lorde Tywin. Agora a Rainha Cersei está mais dura e implacável do que nunca. Perdeu o filho mais velho e o pai, o novo rei, Tommen, é apenas uma criança e precisa de sua proteção. Ela fará de tudo para terminar a guerra, derrubar os inimigos e reinar soberana. A grande preocupação da rainha é Margaery Tyrell, a noiva prometida de Joffrey que ficou viúva na noite de seu casamento. Agora ela é a noiva prometida de Tommen. E a rainha quer ver todos os Tyrell pelas costas, o mais rápido possível.

Cercei está cada vez mais envolvida no jogo dos tronos. A família desaprova sua decisão de reinar como regente. Ela escolhe seu conselho entre pessoas fracas que seguirão suas ordens, mas um conselho fraco pode ter consequências terríveis. Uma nova ameaça surge no povo da fé. Seu irmão é ordenado a conquistar Correrrio, mas ele jurou não pegar mais em armas contra os Tully e os Starks. Mas para todos, o Regicida é um homem sem honra. Enquanto a guerra continua, todos ouvem historias de dragões, historias que os fazem sorrir, afinal os dragões foram extintos há muito tempo...

~~~~~~~~

Como sempre, excelente leitura. Não tem como escrever a primeira parte de forma mais resumida, são muitos personagens e muita coisa acontece; apesar disso vários personagens não dão as caras neste volume e o livro é mais lento que os anteriores. No final o autor esclarece que preferiu contar a historia de alguns personagens e deixar os outros para o próximo livro, para não quebrar tanto a narrativa. As aventuras de Daenerys, Tyrion (o personagem preferido da maioria nem aparece), John, Stannis, Bran e muitos outros não aparecem neste volume.

Este não é o melhor livro da série, mas mesmo assim é um favorito. A historia toda é fantástica, até as partes mais chatinhas onde nada acontece são interessantes rs. Brienne garante os momentos mais tediosos, gostei muito dela no livro anterior, mas aqui foi tudo muito maçante. A narrativa que se passa em Dorne com a princesa Myrcella também foi bem lenta. Já Jaime rouba todas as cenas, seu sarcasmo e suas respostas afiadas são hilárias, ele mudou muito e eu tenho adorado cada capítulo narrado por ele. E quem diria, Sansa melhora e garante bons momentos na historia. Eu gosto muito de Sam, mas não foram os melhores capítulos também, mas acho que é mais porque o bicho estava pegando em Porto Real e eu queria saber o que iria acontecer. Cersei está metendo os pés pelas mãos e eu torci muito para ela se enforcar logo hehe.

Depois de todas as mortes e dramas do volume 3, este aqui é bem calminho. Porém, tem tanta coisa para se por em ordem depois das perdas que não achei menos interessante. Ainda estou em choque com alguns acontecimentos passados. Neste aqui não teve nada assim chocante, a maioria dos desdobramentos eram meio que previsíveis.   

Outra coisa interessante é que a terceira temporada da série de TV não cobre todo o livro 3, muita coisa ficou por mostrar e imagino que passe agora no começo da quarta temporada. Estou ansiosa para assistir. O problema da quarta temporada é que ela deve mostrar os personagens que só voltam no quinto livro, estou com medo de spoiler dele, mas também não posso ler agora aff. Nem sei quando vou ler o próximo livro, ainda mais que o 6 não foi lançado fico mais tranquila.

A série é perfeita, vale cada um dos livros gigantes e das muitas horas lidas. Leiam!!

Série As Crônicas de gelo e fogo de George R. R. Martin
  1. A Guerra dos Tronos (A Game of Thrones)
  2. A Fúria dos Reis (A Clash of Kings)
  3. A tormenta de espadas (A Storm of Swords)
  4. O festim dos corvos (A Feast for Crows)
  5. A dança dosdragões (A Dance with the Dragons)
  6. The winds of winter (Os demais ainda não lançados no Brasil)
  7. A Dream of Spring.
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO