target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O filho de Netuno - Rick Riordan

>>  terça-feira, 10 de julho de 2012


RIORDAN, Rick. O filho de Netuno. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2012. 432p. (Heróis do Olimpo, v.2) Título original: The son of Neptune.

“Percy esfregou os olhos. Que sorte a dele ser parente desse velho imundo. Ele torceu para que nem todos os filhos de Netuno tivessem o mesmo destino. Primeiro você começa carrengando uma bolsa masculina, e, então, quando vê, já está correndo por aí de roupão e pantufas de coelhinhos cor-de-rosa, perseguindo galinhas com um aparador de grama.” p.230

Rick Riordan é o melhor escritor de fantasia juvenil da atualidade (digo autores com séries em andamento antes que alguém me bata falando de HP rs), quando se fala de literatura fantástica para jovens não tem para ninguém. E para nossa sorte ele escreve e publica muito rápido, então não ficamos muito tempo implorando por uma continuação. Esta nova série Heróis do Olimpo continua os eventos após o final da série Percy Jackson e os Olimpianos. Para aqueles que não seguiram a ordem dos livros e acabam começando só por esta série, só lamento! Sério, vocês não sabem o que perderam. Sem mais enrolação, confiram O filho de Netuno, segundo volume da série Heróis do Olimpo do Rick Riordan.

Em O herói perdido ficamos conhecendo Jason Grace, Piper Mc Lean e Leo Valdez. Três novos personagens que se juntam ao Acampamento Meio-sangue para tentar cumprir a mais nova profecia que poderá acabar com o mundo, destruir os deuses e blá blá blá. Ao lado de Anabeth e de uma turminha que já conhecemos muito bem, eles enfrentarão muitos perigos para terminar a missão. Porém, Anabeth está mesmo é preocupada com o desaparecimento do namorado, Percy. Ninguém tem pistas, ele sumiu como fumaça. Jason no entanto não sabe a que lugar pertence, o filho de Zeus precisa recuperar a memória.

Contém spoilers para quem não leu O herói perdido.

Percy Jackson não lembra nada de seu passado, um dia ele simplesmente acordou sem se lembrar de quase nada, apenas um nome não sai de sua cabeça: Anabeth. Mas ele não sabe o que significa, então mesmo depois que recebe a ajuda da Loba Lupa que  explica que ele é um meio-sangue e o ensina a lutar, tudo ainda está muito confuso. Percy parte rumo ao desconhecido, e depois de muitos infortúnios acaba chegando ao Acampamento Jupiter, lar dos filhos de deuses romanos.

Os semi-deuses romanos são mais organizados, treinados e desconfiados. Digamos que Percy Jackson não foi recebido exatamente de braços abertos, ainda mais por ser um estranho e ainda por cima poderoso, todos temem o Deus do mar. Reyna, a pretora do acampamento, é desconfiada e cheia de atitude. Percy encontra um altar vazio e empoeirado que seria para seu pai. 

No acampamento vive Hazel, filha de Plutão, o Deus da morte. A menina esconde um grande segredo, seu passado é nebuloso e ela tem um dom que é mais uma maldição. Como filha de Plutão ela também não é muito popular, só tem seu melhor amigo e Nico di Angelo, seu irmão. Percy tem a impressão que já o viu em algum lugar, mas sua memória continua apagada e Nico parece fugir dele.

Frank é o melhor amigo de Hazel, um grandalhão com rosto de menino, desastrado e sem dons aparentes, é a piada do acampamento. Frank ainda não foi reconhecido, não sabe quem é seu pai, mas torce por Apolo. Já que, aparentemente, seu único talento é para o arco e flecha. Frank também esconde um grande segredo, que o assusta e atormenta. Sua avó diz que ele descende de uma família de heróis, que seu sangue é poderoso. Ele não tem grandes esperanças de se tornar “poderoso”, seu maior sonho é que Hazel olhe para ele com outros olhos.

Percy, Hazel e Frank acabam por se tornar aliados, e juntos vão tentar cumprir mais uma missão para os Deuses. Claro, eles têm apenas quatro dias, se falharem o acampamento será destruído, Gaia retornará e o mundo vai acabar e blá blá blá... mesmo sem memória Percy acha que já ouviu aquilo em algum lugar.

~~~~~

Eu amo os livros do Rick, e morro de saudade e ansiedade pela próxima aventura. O bom é que o autor escreve super rápido, o ruim é que o livro sempre termina deixando o leitor morto de curiosidade. Tem gente que reclama da “fórmula” do autor, que acha tudo muito igual... muda-se apenas a origem dos Deuses: gregos, egípcios, romanos. Por mim ele pode escrever uma série sobre cada Deus que exista, adoro e não estou nem aí. =]

Os personagens são ótimos, a narrativa é sempre cheia de humor e tem aventura do começo ao fim. Sabemos que Jason pertence ao acampamento romano e foi enviado para o Acampento Meio-sangue enquanto Percy foi para o romano. Não vejo a hora de ler o terceiro livro e vê-los todos reunidos. 

O livro foi tão emocionante que nem deu tempo de sentir falta de Anabeth e o pessoal do lado de lá, os novos personagens são ótimos e o autor foi muito criativo alternando acampamentos e personagens. A narrativa aqui é feita por Frank, Percy e Hazel. Frank é fofo demais, fiquei fã do garoto.

Não tem muito o que falar sobre a série, eu adoro mitologia, adoro livros de aventura e magia. Se você ainda não acompanha a série não sei ainda o que está esperando. Por Zeus! Leia urgentemente!

Série Heróis do Olimpo de Rick Riordan
  1. O herói perdido (The lost hero)
  2. O filho de Netuno (The son of Neptune)
  3. A marca de Atena (The mark of Athena) 
  4. A casa de Hades (The house of Hades)
  5. O sangue do Olimpo (The blood of Olympus)
Interligado: Os diários do Semideus (The demigod diaries)

Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO