target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A Casa de Hades - Rick Riordan

>>  quarta-feira, 27 de novembro de 2013

RIORDAN, Rick. A casa de Hades. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2013. 496p. (Os Heróis do Olimpo, v.4) Título original: The house of Hades.

“Percy era capaz de controlar a água, supondo que o que estivesse abaixo deles fosse água. Ele podia dar um jeito de suavizar a queda. Claro que Annabeth tinha ouvido histórias horríveis sobre os rios do Mundo Inferior. Eles podiam roubar suas lembranças, queimar seu corpo e sua alma até virarem cinzas. Mas decidiu não pensar nisso. Aquela era sua única chance.” p. 33

Rick Riordan é sorriso no rosto, é desespero durante a leitura e aquela vontade louca de ter a continuação em mãos para ontem. Eu sou apaixonada pelo autor, seus livros sempre pulam lugar na minha fila de espera. Esta série é uma continuação de sua série mais famosa, Percy Jackson e os Olimpianos. E hoje vou falar sobre o quarto volume de Os heróis do Olimpo com A casa de Hades.

No primeiro livro, novos habitantes do Acampamento Meio-sangue - Jason Grace, Piper Mc Lean e Leo Valdez – se juntam a Annabeth para uma missão. Enquanto eles precisam salvar o mundo da destruição, Annabeth só quer encontrar Percy Jackson, desaparecido sem deixar rastros. No segundo livro ficamos conhecendo o Acampamento Júpiter, onde os romanos Hazel e Frank se juntam a um Percy desmemoriado para outra missão. Em A marca de Atena eles enfrentam grandes perigos para cumprir a profecia e impedir Gaia de retornar.

A partir daqui contém spoilers se você não leu os livros anteriores.

Os sete semideuses se juntaram a bordo do Argo II para cumprir a última parte da missão, mas enquanto Annabeth seguia as orientações de Atena, algo deu muito errado e a menina caiu no Tártaro. Isso mesmo, no Tártaro. No momento final, Percy Jackson cai junto com ela, agora ambos estão perdidos para os amigos. Resta a Percy e Annabeth chegar às Portas da Morte para tentar voltar ao mundo dos vivos, para isso precisam enfrentar inúmeros perigos, como sempre, todos eles mortais.

“O ensopado de carne de drakon estava excelente (especialmente quando comparado ao fogo liquido). Sua cabana era quente e confortável, e pela primeira vez, desde que caíra no Tártaro, Anabeth sentiu que podia relaxar. O que era irônico, já que estava jantando com um titã e um gigante.” p. 251

Enquanto isso os outros semideuses seguem a bordo do Argo II, eles têm como objetivo chegar à Casa de Hades para resgatar Percy e Annabeth e fechar definitivamente as Portas da Morte, evitando que os monstros retornem ao mundo mortal. Claro que Gaia fará de tudo para impedi-los, e usa as montanhas para tornar impossível a travessia do navio. Para conseguir completar a travessia, Hazel precisa enfrentar seu maior desafio, e descobrir como usar seus sombrios poderes.

Os outros semideuses também serão desafiados, todos eles precisarão enfrentar grandes perigos para que consigam chegar a seu destino. Jason, Piper, Leo, Frank e Nico, cada um terá um papel importante a cumprir.  Eles lutam contra o tempo, escondem a tristeza pela perda de Percy e Annabeth e tentam seguir em frente.

Enquanto isso a legião Romana segue para o Acampamento Meio-Sangue, se os semideuses não conseguirem impedir, os dois acampamentos entrarão em guerra. Gaia está cada vez mais forte. Monstros, titãs e gigantes estão prestes a entrar em bando no mundo mortal, e só eles podem impedir, partindo rumo ao maior desafio de suas vidas: A casa de Hades.

~~~~~~

Incrível! Eu não sei como o autor consegue sempre criar tramas tão tensas, com momentos tristes e ao mesmo tempo fazer diálogos hilários. Eu ri muito com alguns comentários, adoro as partes narradas por Leo e por Frank. E aqui Hazel toma a frente da narrativa no lugar de Piper, que eu acho bem chatinha, achei que ficou bem melhor do que o anterior. As partes de Percy e Annabeth são as mais perigosas e mortais, e mesmo assim o autor consegue colocar uma coisa completamente sem noção para eles conseguirem sobreviver, divertindo o leitor no processo. 

Em várias resenhas de livros de literatura fantástica, eu comento que o autor escreveu bem, mas exagerou na fantasia e o livro não convenceu. Riordan consegue convencer o leitor completamente, mesmo com a cena mais sem noção possível. Tem uma cena em que Percy e Anabeth encontram  Nix, a Deusa da escuridão, nos confins do Tártaro e precisam passar por ela sem serem destroçados. Eles simplesmente fingem que estão fazendo um tour pelo Tártaro, e dizem a Nix que ela não é muito importante, já que nem consta no folheto do passeio. Enquanto a Deusa indignada tenta mostrar o quando é poderosa e deveria estar no folheto... eles escapam de fininho. Gente, pode isso? E eu nem pisquei, eu só lia e lia torcendo para eles chegarem logo as Portas da Morte, coitados.

Sem dúvida é meu autor de fantasia juvenil preferido – claro que depois da J.K e HP e tal -, o autor é dinâmico, escreve bem, constrói ótimos personagens e historias que são puro amor. Impossível não se envolver com esta turminha, não torcer por eles e não roer as unhas até o final.

Quem não leu ainda esta série, ou pior ainda hehe, não leu Percy Jackson e os Olimpianos, não sabe o que está perdendo. Leia!! É muito amor. ^^

Série Os Heróis do Olimpo de Rick Riordan
  1. O herói perdido (The lost hero)
  2. O filho de Netuno (The son of Neptune)
  3. A marca de Atena (The mark of Athena) 
  4. A casa de Hades (The house of Hades)
  5. O sangue do Olimpo (The blood of Olympus)
Interligado: Os diários do Semideus (The demigod diaries)


Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO