target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

O homem que buscava sua sombra - David Lagercrantz

>>  segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

LAGERCRANTZ, David. O homem que buscava sua sombra. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 2017. 360p. (Millennium, v.5). Título original: Mannen som sôkte sin skugga.

“Por um instante vertiginoso, sentiu-se pronta para matar, mas em seguida se recompôs e concluiu que o melhor seria fazer tudo com a devida calma e no devido tempo. Primeiro era necessário descobrir a verdade. Depois viria a vingança.” p.140

A garota da teia de aranha foi a estreia de David Lagercrantz, que carrega nos ombros uma tarefa impossível, substituir Stieg Larsson. A primeira tentativa foi ok, não era o autor, nunca vai ser igual, mas eram o Mikael e a Lisbeth, eu fiquei feliz em matar a saudade de personagens tão queridos. Mas ele não para por aí, e a série continua no quinto volume com O homem que buscava sua sombra. Confira o que achei ^^

Lisbeth Salander está passando uns meses na prisão (fruto dos acontecimentos finais do livro anterior). Sua advogada, Annika Giannini queria recorrer da sentença, mas Lisbeth se negou. Não que ela se preocupe muito com isso, tem comida, livros, um tempo pra si sem se preocupar com nada; principalmente com sua irmã gêmea psicopata. Ela fica na sua e evita contato, evita ao máximo possível se envolver com as outras detentas. Mas quando vê uma injustiça acontecendo diariamente, sem que ninguém faça nada, decide resolver o problema.

Faria Kazi é uma muçulmana que ocupa a cela ao lado. E toda a noite ela é espancada sem dó, pela detenta que domina a prisão, Benito Anderson. Os guardas não fazem nada, o diretor é corrupto. E logo Lisbeth está por dentro de tudo o que acontece. Mas ela tem problemas maiores com o que lidar. Seu ex tutor, Holger Palmgren, faz uma visita à prisão e conta que fez novas descobertas quanto ao passado de Lisbeth.

Mesmo sem ter acesso ao mundo exterior, ela consegue descobrir mais sobre o assunto, e pede a Mikael Blomkvist para investigar. Ele acabara de lançar um número de enorme sucesso na Millennium e queria descansar. Mas claro que coloca seus planos de lado para ajudar. Em suas investigações, descobre que Lisbeth pode ter feito parte de um terrível experimento científico na infância. Outro envolvido no estudo foi Leo Mannheimer, um homem rico e bem sucedido, que não fazia ideia do seu passado.

~~~~~~~~~~

Fiquei completamente em cima do muro com esse livro, mas eu vou explicar o porquê. Como um suspense é um ótimo livro. Bom enredo, ótimos personagens, trama interessante e ritmo legal. Agora, se for para avaliar esse livro como a continuação da série Millennium, o autor fez um trabalho precário! Coitado do Stieg Larsson, era melhor as histórias de Lisbeth e Mikael terem morrido com o autor, do que continuar de forma tão desvirtuada.

Os personagens foram descaracterizados, a Lisbeth virou uma mulher qualquer, e só isso vai fazer os fãs da trilogia odiarem. Ela perdeu aquela força, aquela inteligência superior e o seu jeito de não se importar com nada. Tudo bem que a personagem pode ter amadurecido um pouco em algum aspecto, mas a cena onde Lisbeth é capturada no meio da rua, foi coisa de amador. Mikael continua sem sal, mas eu sempre achei o personagem muito sem graça, nunca gostei do seu envolvimento com várias mulheres ao mesmo tempo, então para mim ele continua o mesmo rs.

Outro fator que me incomodou. O autor não conseguiu desvendar os mistérios utilizando apenas a narrativa de seus protagonistas. Eram muitos pontos para serem ligados. Com isso o autor utiliza de uma narrativa que acho simplória demais. Ele simplesmente coloca todos os personagens narrando, cada um contando sua história. Com isso praticamente todos os coadjuvantes ganham voz. E a história se alterna entre vários narradores, quebrando o ritmo em alguns momentos. Gostei de conhecer alguns novos personagens (como o Leo e o Dan), mas no geral, preferia uma trama mais elaborada.

E para quem é fã do Larsson, pelo jeito a história não termina por aqui. O problema de Lisbeth e sua irmã só é citado e fica um gancho enorme para a continuação. Agora é aguardar…

Quem já leu me conte o que achou, eu indico com ressalvas rs. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Trilogia Millennium do Stieg Larsson
  1. Os homens que não amavam as mulheres
  2. A menina que brincava com fogo
  3. A rainha do castelo de ar

Série Millennium por David Lagercrantz
  1. A garota na teia de aranha (Det som inte dodar oss)
  2. O homem que buscava sua sombra (Mannen som sôkte sin skugga)
Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Top comentarista de dezembro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO