Declarando-se culpado - Scott Turow

>>  sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

 

TUROW, Scott. Declarando-se culpado. Rio de Janeiro: Editora Record, 2011. 7 ed. 400p. (Kindle County Legal, v.3). Título original: Pleading Guilty.


"Tenho o coração triste, machucado, febril e corrompido, e um cérebro que fervilha à noite num tormento de pesadelos." p.25


Eu continuo na vibe, postando leituras de 2020 rs. Já fazem alguns anos que li os primeiros livros dessa série, o primeiro, Acima de qualquer suspeita é um excelente thriller jurídico. Acabou que eu não gostei muito do segundo e deixei a série de lado. Hoje conto para vocês o que achei do terceiro livro com Declarando-se culpado do Scott Turow. 

Mack Malloy é advogado, ex-policial, e também um dos advogados menos conceituados da firma onde trabalha. Um alcoólatra que vive tendo recaídas, acima do peso, divorciado e cheio de problemas. Ele está acostumado a ser deixado de lado na Gage & Griswell, a tradicional empresta de advocacia onde trabalha, mas fica empolgado quando recebe uma difícil missão. 

Bert Karmin, um dos sócios mais brilhantes da firma, desapareceu sem deixar rastros. E junto com ele, 5 milhões de dólares de um cliente. 

Ao começar a investigar, ele descobre que nada é tão simples como parece. Ele se envolve em uma trama de fraudes, mentiras, vingança, roubo e assassinato.  

Ao mesmo tempo, precisa lidar com com sua vida solitária, um filho inútil, uma amante que quer mais do que ele pode dar e um grande dilema moral. Afinal, ele precisa decidir se irá ou não ser honesto no resultado de suas investigações. 

~~~~~~~~~

Realmente a série caiu muito depois do primeiro livro, Acima de qualquer suspeita é excelente! Depois disso eu não gostei muito de O ônus da prova e menos ainda desse terceiro, muito lento, me deu sono por grande parte do livro. 

A diferença também é que os personagens mudam todos! Por um lado é bom, esse livro é totalmente independente, então você pode ler qualquer um da série sem problemas (até agora). Por outro lado, o fato de você não rever os personagens que já gosta é também um pouco decepcionante rs.

Mas acho que o problema maior foi que Mack não tem nenhum carisma! Era um cara estranho, meio depressivo, cheio de problemas. Eu não consegui me apegar a ele e torcer para que tudo desse certo. Fui lendo, sem nenhuma expectativa.

No final até que melhora bem, são muitas reviravoltas e Mack me surpreendeu com suas escolhas. O thriller tem uma discussão ética muito interessante, sobre certo e errado, qual é realmente o preço da honestidade. Tem até uma parte muito interessante que diz: Que se as pessoas soubessem que sairiam impunes, sem nunca serem descobertas, muito mais gente seria desonesto. Será? Fica aí uma questão interessante para reflexão.

É uma pena tantos devaneios que deixam a narrativa muito lenta, porque o autor escreve muito bem e no final todas as pontas são atadas, a conclusão é sempre muito inteligente, e o final foi muito bom.

Esse eu não indico, mas indico muito o primeiro da série. Quem conhece o trabalho do autor? Eu adoro thriller jurídico, então pretendo continuar a série.

Adicione ao seu Skoob!

Série Kindle County Legal do Scott Turow
  1. Acima de qualquer suspeita (Presumed innocent)
  2. O ônus da prova (The burden of proff)
  3. Declarando-se culpado (Preading guilty)
  4. As leis de nossos pais (The laws of our fathers)
  5. Ofensas pessoais (Personal injuries)
  6. Erros irreversíveis (Reversible errors)
  7. Os limites da lei (Limitations)
  8. O inocente (Innocent).
  9. Idênticos (Identical)
  10. Testemunha (Testimony)

Avaliação (1 a 5):

Comente, preencha o formulário, e concorra ao Top Comentarista de janeiro!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO