Um beijo e nada mais - Mary Balogh

>>  segunda-feira, 8 de março de 2021

BALOGH, Mary. Um beijo e nada mais. São Paulo: Editora Arqueiro, 2020. 288p. (Clube dos sobreviventes, v.6). Título original: Only a kiss.

"Ela não fazia ideia de quanto durara seu momento de fraqueza. Mas não importava. Acontecera e ela não se perdoaria.
Um beijo e nada mais, de fato." p.73

O clube dos sobreviventes é uma série de romance de época mais madura, conta a história de um grupo de amigos, soldados e a esposa de um soldado morto, que sobreviveram a batalha, mas com graves consequências físicas e mentais. Confiram o que achei do sexto volume com Um beijo e nada mais da Mary Balogh.

Imogen Hayes, Lady Barclay, era a única mulher membro do Clube dos sobreviventes, como eles mesmo se chamaram uma vez de brincadeira, há quase oito anos atrás. Ela viajou para a França com o marido e foi sequestrada juntamente  com Dicky. Capturado e torturado, ele morreu na frente da esposa. Imogen foi devolvida aos ingleses muda, magra e sem nenhuma vontade de viver. A viúva acabou indo para Penderris, onde fez amigos queridos e recuperou parte de sua alma. Mas Imogen nunca se perdoou, e prometeu para si mesma nunca mais ser feliz. 

Atualmente ela vivia em Hardford Hall na Cornualha, terra do seu sogro já falecido. Apesar de usar o sobrenome do marido, depois de seu falecimento e da morte do sogro, o título foi herdado por um primo distante, que nunca apareceu para reivindicar sua terra.  Ela vive tranquila na pequena comunidade, com a irmã do sogro, Tia Lavínia, uma outra prima distante e inúmeros animais resgatados.

Percival Hayes, Conde de Hardford, não tem nenhum interesse na propriedade que herdou junto com o título. Vive em Londres com sua família enorme, muitos amigos e uma vida social movimentada. Mas ao completar 30 anos, o tédio de uma vida sem objetivo faz com que ele tome a atitude impensada de visitar suas terras. 

Ao chegar lá, ele de depara com uma enorme propriedade entre paredões de pedras e uma linda enseada. Ele fica perplexo ao descobrir que na casa vivem duas primas distantes e a viúva do seu antecessor. E mais ainda quando percebe que a mulher de cara fechada, parece odiá-lo e é lindíssima. 

Os dois começam a se envolver, mas Percy sabe que em algum momento precisará voltar para Londres e achar uma mulher adequada para se casar. Ao mesmo tempo, Imogen não se permite voltar a viver e ser feliz. 

~~~~~~~~~

Um dos enredos mais maduros e interessantes da série! Adorei a história forte e triste, mas principalmente, eu amei a protagonista!! Imogen tem uma das histórias mais dramáticas do Clube dos sobreviventes e ela era uma incógnita, pelo pouco que contou-se dela nos livros anteriores. 

Adorei conhecer melhor Imogen, uma das melhores protagonistas do gênero. Pelos livros anteriores, sabíamos apenas que ela era viúva, que seu marido fora torturado e morto na guerra, e ela voltou com muitos traumas psicológicos. Ela se recuperou em Penderris junto com os amigos do Clube, mas sempre foi a mais fechada e enigmática. Adorei conhecer uma Imogen forte, independente, que perdeu não só o marido, mas o melhor amigo, e nunca se recuperou do que aconteceu. O mistério da morte dele e do trauma principal só é revelado bem no final, mas deu para compreender todas as atitudes dela depois disso.

Percy no início é um desses nobres lindos, arrogantes e sem muita coisa na cabeça. Depois vamos conhecendo seu lado leal, justo, amigo e divertido. Foi lindo ver seu jeito com a família, adorei sua mãe e seus primos. Ele se aproxima de Imogen de forma pouco galante, ele a quer como amante apenas, mas no contexto do livro não me desagradou. Ela era viúva, não queria se casar de novo ou se envolver emocionalmente. Eles tinham muita química juntos, mas aparentemente era só isso. 

Tem também um suspense que dá uma incrementada ao enredo. Os mistérios em torno de um contrabando de bebidas que acontecia nas terras no passado, mas que aparentemente não terminou. 

Achei estranho no final não abordarem a questão do "herdeiro", sempre uma lembrança constante na vida dos aristocratas que têm títulos importantes de nobreza. No livro todo ele sabe que precisa se casar com uma mulher adequada e tal, comum nesses livros. E Imogen afirma ser infértil depois de anos casada sem engravidar, um médico atestou isso. Eles têm alguns motivos para não ficarem juntos, mas essa questão do herdeiro para sucessão não chega a ser abordada.

O livro foi bem fininho, eu queria mais da história. Mas adorei os personagens todos, as confusões com os gatos e cachorros de rua que eram todos adotados e levados para viver na mansão.  Apesar de terminar rápido, o final foi muito bem construído, com todos os detalhes sendo narrados e os amigos todos aparecendo.  

Eu gosto muito da série e adorei esse volume!! Agora aguardo ansiosamente o lançamento do último livro. Para quem curte romance de época, mais uma série que não pode faltar na lista, leia!

Adicione ao seu Skoob!

Série Clube dos sobreviventes da Mary Balogh: 
  1. Uma proposta e nada mais (The proposal) - Hugo e Gwen 
  2. Um acordo e nada mais (The arrangement)  - Vincent e Sophia
  3. Uma loucura e nada mais (The escape) - Benedict e Samantha
  4. Uma paixão e nada mais (Only enchanting) - Flavian e Agnes
  5. Uma promessa e nada mais (Only a promisse) - Ralph e Chloe
  6. Um beijo e nada mais (Only a kiss)
  7. Only beloved. (ainda não lançado no Brasil)

Avaliação (1 a 5): 

Comente, preencha o formulário, e participe do Top Comentarista de março!

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO