target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Diários do Vampiro - O Retorno: Anoitecer

>>  quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

SMITH, L.J. Diários do Vampiro – O retorno: Anoitecer. Rio de Janeiro: Galera Record, 2010. 448 p. (The Vampire Diaries, V.5). Título original: The Return – Nighfall.

“Minha amada, meu anjo, eu sempre a amarei… STEFAN”

A série Diários do Vampiro está de volta, depois do sucesso alavancado através da série de TV de mesmo nome e de outros livros do gênero a autora Lisa J. Smith resolveu dar continuidade a série, que terminou em 1992 com o quarto livro.  A Trilogia O Retorno começa exatamente depois dos últimos acontecimentos do livro anterior, uma semana depois do desfecho inacreditável de Reunião Sombria.

Se quiser ler as resenhas anteriores da série clique AQUI. Diários do Vampiro – O Retorno no primeiro volume da trilogia ou quinto volume da série traz uma narrativa diferente, uma trama mais rebuscada e brinca com todo tipo de sobrenatural que você possa pensar. 

A partir daqui contém spoilers se você ainda não leu os livros anteriores.

Elena voltou à vida após se sacrificar para salvar Stefan e Damon Salvatore; condenada a uma vida incorpórea em um mundo paralelo ela luta para salvar seu amado e seus amigos de uma força maligna e inexplicavelmente está de volta.

Mas a Elena agora não é apenas humana, dotada de um grande poder branco e dons desconhecidos, ela tem que reaprender tudo sobre sua antiga vida e para piorar seu sangue também é irresistível para qualquer ser sobrenatural. Ela não consegue falar, parece uma criança angelical e Stefan está ao seu lado para cuidar de sua amada.

Seus amigos também estão lá para o que der e vier. Meredith, Bonnie e Math acham que agora tudo ficará bem, com Elena tudo está perfeito. Já Caroline acha tudo muito bizarro, a raiva que sente por Elena volta com força total e ela acaba atraindo forças malignas para a cidade.

E ainda temos Damon. Apaixonado por Elena, atraído por Bonnie e sem nenhum escrúpulo ele não medirá esforços para tomar o que deseja. O sangue de Elena é uma obsessão para ele, ele ronda, clama por sangue e se alivia com metade da população da cidade. Elena virá até ele, ele só precisa tirar o irmãozinho de perto.

Enquanto isso forças estranhas tomam conta da cidade, meninas são possuídas e agem grotescamente. As árvores parecem ganhar vida e o antigo bosque esconde muitos mistérios. Matt, Meredith e Bonnie correm grande perigo. Talvez Damon seja o único que pode ajudá-los, mas ele também parece ter sido atingido por este poder maligno.

Eu terminei a leitura e já fiquei pensando em como iria resenhar este livro, porque é difícil explicar tudo que acontece, todas as mudanças visíveis na série. Em primeiro lugar a narrativa está muito diferente, quase como se não fosse a mesma autora escrevendo. Damon fraco e cheio de pensamentos medíocres, partes do livro são narradas por ele e é difícil ligar o que ele fala a tudo que pensávamos do vampiro mais interessante da série.

Stefan está mais meloso que nunca, quase pinga açúcar das páginas narradas por ele, algumas passagens fofas outras exageradas e sem graça. E Elena... ela volta meio criança meio anjo, na verdade ela lembra um vaga-lume ou uma Fada Sininho dopada (rsrsrs). E faz coisas muito estranhas, tipo beijar todo mundo de língua para “conhecer” as pessoas, ou sair voando pela casa com suas novas asas. É você leu certo, novas asas (aff).

E a trama? Foi uma salada só, pensa em alguma coisa sobrenatural e ela tem chance de ter aparecido no livro. É gente possuída, estranhos seres gelatinosos entrando dentro no corpo das pessoas como se fosse uma picada de mosquito.  As árvores ganharam vida... lembram dos ents do Senhor dos Anéis? Pois é, só que aqui eles são do mal rs. Demônios Malach chegam para chutar o balde de vez e tudo pode acontecer. É gente virando calango, um mundo paralelo dentro de uma bola de vidro (sabe aquelas bolinhas de natal que caem neve? rsrs), a autora surtou!

Mas bizarrices a parte a maior falha da trama para mim foi a grande mudança tecnológica de um livro para outro, era perceptível e ficou muito estranho no livro. Como os livros anteriores foram escritos em 1992 e este foi lançado em 2009 vocês podem imaginar a dificuldade. Só que a autora simplesmente esqueceu isso e o livro novo é cheio de celulares de última geração, webcam, Internet e por aí vai. Para piorar ela não se decide se Bonnie usa a bruxaria para convocar alguém ou se simplesmente pega o celular e liga para a pessoa.


Damon mesmo estando estranho no início continua salvando a pátria. Ele é o melhor do livro sem dúvida nenhuma, claro que o fato do ator lindo de morrer que o interpreta na série ajuda muito a imaginação. 

Mesmo com isso tudo o livro me prendeu até o fim. E isso porque a autora continua mantendo o ritmo alucinante da narrativa, as viradas na trama e o final emocionante. Agora eu que sempre falo para vocês lerem o livro, desta vez aviso que a série de TV é muito melhor; The Vampire Diaries está imperdível, ontem mesmo assisti o 5 e 6 da segunda temporada e amei.

Bom o que mais posso dizer? Para mim a série podia ter terminado no livro anterior, agora é esperar pelos próximos livros e torcer para entrar nos eixos. Quem já acompanha leia para tirar as próprias conclusões e depois passem aqui e me digam o que acharam.


Série Vampire Diaries de L. J. Smith
  1. Diários do Vampiro: O despertar (The Awakening)
  2. Diários do Vampiro: O confronto (The Struggle)
  3. Diários do Vampiro: A fúria (The Fury)
  4. Diários do Vampiro: Reunião sombria (Dark Reunion) 
Trilogia: O Retorno de Elena
  1. O retorno: Anoitecer (The Return: Nightfall)
  2. Almas Sombrias (The Return: Shadow Souls)
  3. Meia-noite (The Return: Midnight).
    Avaliação (1 a 5):

    Postar um comentário

      © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

    TOPO