target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Cidade de Vidro - Cassandra Clare

>>  terça-feira, 8 de novembro de 2011

CLARE, Cassandra. Cidade de Vidro. Rio de Janeiro: Galera Record, 2011. 476p. (Os Instrumentos Mortais, V.3) Título Original: City of glass.

“- Por favor. Se não dissermos nada... Se simplesmente fingirmos...
- Não da para fingir – disse Jace, objetivo. – Eu amo você, e vou amar até morrer, e se houver vida depois disso, vou amar também.”  P.295


As capais mais perfeitas, o romance lindo, a fantasia mais legal, os melhores personagens e uma trama repleta de aventura a cada página transformam Os instrumentos mortais na melhor série de fantasia/sobrenatural atual. A cada livro a história só melhora e eu devorei cada uma das páginas de Cidade de Vidro de Cassandra Clare.

Vampiros, lobisomens, magos e fadas são os membros do submundo que vivem marginalmente escondidos das sociedade e menosprezados pelos caçadores de sombras. Os caçadores são treinados para perseguir e matar demônios, com suas estelas e seus símbolos especiais. Eles são regidos pela Clave, localizada na cidade de Alicante, mas nem todos concordam com os métodos da organização. E agora todas as certezas que eles tinham são derrubadas facilmente.

A partir daqui contém spoilers se você não leu os livros anteriores. Confira as resenhas de Cidade de Vidro e Cidade das Cinzas.

Valentim é agora proprietário de dois instrumentos mortais e todos sabem que é só uma questão de tempo até ele atacar novamente. A localização do terceiro instrumento é um mistério para todos e ninguém consegue prever onde ele vai atacar.

Clary tem mais problemas para se preocupar, sua mãe continua em coma e ela descobre que precisa de um antídoto para acordá-la. O único capaz de ajudá-la é um feiticeiro chamado Ragnor Fell, e para encontrá-lo ela deverá viajar até a Cidade de vidro - Alicante - lar ancestral dos caçadores de sombras.

Ela acaba infringindo várias leis para chegar a cidade, acabando por encontrar uma Isabelle enfurecida, um Alec mal humorado e um Jace que não quer saber nada dela. Lá ela também conhece Sebastian, um caçador de sombras lindo que parece estar muito disposto a ajudá-la, ao contrário de seus amigos. Para piorar Simon está na cidade sem permissão e todos querem descobrir como um vampiro pode andar a luz do dia.

Para Jace se não bastasse o sofrimento de ser irmão de Clary, ele ainda precisa aguentar suas decisões impulsivas. Ele só pensa em salvá-la de mais uma enrascada e tenta de todas as formas se afastar dela. Como resultado temos um Jace grosso, que não a quer por perto, mas que parece sentir grande atração por uma outra menina.

Clary precisa desenvolver seus poderes, encontrar o antídoto para salvar sua mãe e tentar ajudar a Clave com seus novos símbolos. Valentim está mais forte do que nunca e para vencê-lo os caçadores deverão lutar lado a lado com os seres que sempre menosprezaram. Será que os vampiros, lobisomens, fadas e bruxos estarão dispostos a fazer esta aliança? E a Clave conseguirá deixar seus velhos preconceitos de lado? Enquanto isso todos os nossos personagens mais uma vez correm perigo mortal.

Próximo livro \o/
Recentemente lendo a resenha de Cidade de Vidro no Leitora Compulsiva da Camila, eu descobri que Os instrumentos mortais era originalmente uma trilogia. Que a pedido dos fãs desesperados a autora resolveu escrever mais 3 livros transformando em série. Fiquei com medo da continuação não ser tão legal, mas lendo a resenha do próximo livro – City of Fallen Angels no Wishing a book da Lívia, eu já tenho certeza que vou amar o quarto livro também. Vocês que ainda não leram Cidade de Vidro (estão esperando o quê??!) saibam que este livro é mais que perfeito, é daqueles livros que tira o sono e que você fica grudado em cada uma das páginas.

Acho que como a ideia original era a de uma trilogia, Cidade de vidro amarra todas as pontas soltas, desvenda todos os mistérios e tem um final fantástico. Este com certeza está na minha lista de favoritos deste ano, não tenho o que reclamar, se tivesse mais 100 folhas eu ia amar mais ainda.

Eu adoro os personagens da série, Jace com seu jeito forte, meio revoltado e todo lindo e apaixonado; Clary com sua impetuosidade, sua coragem e sua força de vontade em enfrentar o desconhecido; ambos lutando contra um grande amor que ficou proibido ao descobrirem-se irmãos. #chora

Depois temos Simon com seu bom humor e suas tiradas engraçadas - eu desgostei um pouco do personagem no segundo livro, mas aqui ele me reconquistou; Alec com sua personalidade suprimida por seus medos; Isabelle com sua beleza e impetuosidade sem igual. Magnus Blane o feiticeiro misterioso, Luke o lobisomen, todos moram no meu coração.

“Eu te amo, Clary queria dizer. E teria feito tudo outra vez. Sempre pediria você.” P.440.

Eu li a frase acima e me emocionei, escrevo a resenha já com vontade de pegar os três livros e reler – não que eu tenha tempo –, esta série eu indico para todos, é imperdível, leiam! Ah... eu só acho que a frase da capa deveria ser “Queridos fãs de Crepúsculo, a Cassandra Clare escreve muito melhor do que eu, vou passar o fim de semana com Jace. Stephenie Meyer” =]

Série Os Instrumentos Mortais de Cassandra Clare
  1. Cidade dos Ossos (City of Bones)   
  2. Cidade das Cinzas (City of Ashes)
  3. Cidade de Vidro (City of Glass)
  4. Cidade dos anjos caídos (City of Fallen Angels)
  5. Cidade das almas perdidas (City of Lost Souls)
  6. Cidade do fogo celestial (City of Heaventy Fire).

  7. Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO