target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Último sacrifício - Richelle Mead

>>  quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

RICHELLE, Mead. Último sacrifício. Rio de Janeiro: Editora Agir, 2013. 532p. (Academia de Vampiros, v.6). Título original: Last sacrifice.

“Encarei os dois, tentando não deixar meu queixo cair. Ali estavam eles, juntos, os dois homens da minha vida. Adrian mal parecia ser capaz de partir para um embate físico, mas se encontrava tão alerta e sério quanto os outros lutadores.” p.45

A minha série vampírica preferida chegou ao final! E apesar de saber que vou morrer de saudade do casal mais perfeito da literatura sobrenatural, foi bom saber o final depois de tanta enrolação da Editora para lançar o último livro. Pelo menos temos a série nova Bloodlines, no mesmo universo, espero rever alguns dos personagens. Hoje conto para vocês o que achei do final com Último sacrifício da Richelle Mead.

Contém spoilers se você não leu os volumes anteriores da série Vampire Academy. Sério mesmo, não leia tudo rs.

Rose Hathaway nunca mediu esforços ou deixou que algo a impedisse de ajudar aqueles que amava, ela sempre agiu de acordo com as próprias regras. Foi assim que ela fugiu da Academia St Vladimir com sua melhor amiga e a última Dragomir sobrevivente, Lissa Dragomir. Foi assim que ela se apaixonou pelo seu instrutor perfeito e mais velho, Dimitri Belikov. Com a mesma força de vontade ela o caçou com o objetivo de matá-lo, quando ele foi transformado em strigoi. E tentou salvá-lo quando ninguém mais acreditou ser possível. Ela ousou desafiar a rainha dos moroi, Tatiana, para proteger  as futuras gerações dhampir. Mas o jeito inconsequente de Rose custou muito caro, ela agora está presa, acusada de assassinar a rainha, sujeita a pena de morte.

Rose está sozinha e desamparada, com ela, apenas um bilhete deixado pela rainha, palavras que podem mudar o futuro da sociedade moroi. Ela precisará dos seus amigos para provar sua inocência, e ainda precisa encontrar a única pessoa capaz de mudar o jogo de poder na corte. Enquanto isso, Lissa precisa se sacrificar para ajudar sua melhor amiga, e isso pode significar uma polêmica candidatura ao trono dos moroi.

Adrian Ivashkov, seu atual namorado, está pronto para fazer de tudo para ajudá-la. Assim como Dimitri Belikov, seu grande amor, mas que depois de tudo pelo que passou, não demonstra sentir mais nada por ela. Com o coração dividido e com a vida por um fio, Rose precisa fazer escolhas difíceis e sabe que desta vez, o mundo dos mortos não irá mandá-la de volta, ela só tem uma chance.

“E isso resolveu tudo. Qualquer controle fingido ou razão que algum de nós possuía se desfez. As barreiras se despedaçaram e tudo o que vínhamos escondendo um do outro veio à tona depressa. Estendi os braços e o puxei para mais perto, para lhe dar um beijo – um beijo que ele não evitou dessa vez. Um beijo em que não acabei batendo nele. Seus braços me envolveram. Ele me ergueu e me pôs sobre a cama, com uma das mãos logo deslizando por meu quadril e descendo até minha perna, já meio exposta, graças àquele pobre  vestido esfarrapado.” p.432

~~~~~~

Perfeito! Muitos dos desdobramentos foram bem previsíveis, eu já esperava aquele final, mas nada disso tirou o meu encanto com a leitura. Até que enfim um final de série de que eu não vou reclamar! O livro tem trechos lindos, cenas fortes e desdobramentos emocionantes. Apesar de bem grande a leitura voou, acontece tanta coisa e é impossível largá-lo.

Eu não sei vocês, mas nem por um minuto eu deixei de torcer pelo Dimitri, nem quando ele morreu rs. Adrian é divertido, mas nunca me conquistou, estou até curiosa para ver o que vou achar dele na nova série, já que ele é um dos protagonistas de Bloodlines. Rose está perfeita e com o pavio curto como sempre, mas indecisa com seus sentimentos em relação a Adrian e Dimitri. Lissa, finalmente, deixou de ser uma chata e começou a tomar algumas atitudes sem ficar choramingand;, a personagem amadureceu no decorrer dos livros. Abe ganha destaque e adorei seu relacionamento com Rose. Adrian continua bêbado e engraçado na mesma medida, ele garantiu alguns momentos cômicos em meio a toda a tensão.
“Adrian estudou Lissa e então olhou para Christian esparramado na cama, na parte mais distante dos aposentos.- Ah – disse, entrando. – Então é assim que vocês vão resolver o problema da família. Dragomirzinhos. Boa ideia. - Christian se sentou e foi andando devagar até eles.- É exatamente isso. Você está interrompendo negócios oficiais do Conselho.” p.277
Eu não gostei da escolha para o assassino, entendo que a autora quis surpreender, mas não fez muito sentido quando penso nos livros anteriores. Mas enfim, no meio de toda aquela loucura estava bom demais, não sendo a Rose, para mim estava ok. :P

É difícil falar do livro sem contar spoilers, contei o mínimo possível na primeira parte porque é muito mais gostoso ir descobrindo tudo aos poucos. A leitura foi um carrossel de emoções, eu sofri pelos personagens, torci com eles, sorri com as cenas mais engraçadas e fiquei angustiada até o final. O melhor da série é que ela evolui linearmente, desde O beijo das sombras, bem introdutório, o romance e a ação vão aumentando e a série só melhora. Os personagens amadurecem, novas tramas se intercalam e a autora conseguiu fechar com chave de ouro. Claro que o final de muitos personagens secundários ficou meio no ar, mas a nova série está aí para isso.

Como vocês já devem saber o primeiro livro foi adaptado para o cinema, com estreia prevista para março. Com direção de Mark Waters (Meninas Malvadas, As Crônicas de Spiderwick e E Se Fosse Verdade) e no elenco: Zoey Deutch (Rose), Lucy Fry (Lissa) e Danila Kozlovsky (Dimitri).  Depois do desastre das últimas adaptações literárias lançadas (Cidade dos ossos, Dezesseis luas, Percy Jackson) eu não tenho grandes expectativas, mas claro, quero conferir.


Não conheço romance sobrenatural vampírico juvenil melhor do que este, todos que curtem o estilo precisam dar uma chance a série. Vampire Academy é imprescindível na estante! Leiam! Eu ainda estou in love, se pudesse relia tudo, já com saudade do Dimitri... hummm... te vejo no cinema!!

 Série Academia de Vampiros (Vampire Academy) de Richelle Mead.
  1. O beijo das sombras (Vampire Academy)
  2. Aura Negra (Frostbite)
  3. Tocada pelas sombras (Shadow Kiss)
  4. Promessa de Sangue (Blood Promise)
  5. Laços do espírito (Spirit Bound)
  6. Último sacrifício (Last Sacrifice).
Avaliação (1 a 5):

Comentou? Preencha o formulário diariamente e participe do Top Comentarista de Fevereiro.

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO