target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Percy Jackson e os Olimpianos: O ladrão de raios

>>  terça-feira, 15 de dezembro de 2009

RIORDAN, Rick. O ladrão de raios. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008. 400p. (Percy Jackson e os Olimpianos, V.1).

"Olhe, eu não queria ser meio sangue.
Se você está lendo isto porque acha que poder ser um, meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar uma vida normal.
Ser meio sangue é perigoso. É assustador. Na maioria das vezes, acaba com a gente de um jeito penoso e detestável.
Se você é uma criança normal, que está lendo isto porque acha que é ficção, ótimo. Continue lendo. Eu o invejo por ser capaz de acreditar que nada disso aconteceu.
Mas, se você se reconhecer nestas páginas – se sentir alguma coisa emocionante lá dentro -, pare de ler imediatamente. Você pode ser um de nós. E, uma vez que fica sabendo disso, é apenas uma questão de tempo antes que eles também sintam isso, e venha atrás de você."

O ladrão de raios de Rick Riordan é o primeiro volume da série Percy Jackson e os Olimpianos e o melhor de literatura infanto-juvenil que li em 2009. Acredito que têm tudo para ser um fenômeno tão grande quanto Harry Potter, principalmente se o filme que será lançado em fevereiro de 2010 estiver à altura do livro.


Cartaz do filme que será lançado em fevereiro de 2010

SINOPSE: Primeiro volume da saga Percy Jackson e os Olimpianos, O Ladrão de Raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade.

Percy Jackson é um garoto problemático e que vive causando muita confusão. Aos 12 anos já foi expulso da escola cinco vezes além de ser diagnosticado pelos médicos com dislexia e síndrome déficit de atenção. Quando não está no colégio interno vive em Nova York com a sua adorada mãe Sally e seu detestável padrasto Gabe. E agora está para ser expulso do colégio outra vez, quando monstros da mitologia grega começam a sair dos livros para persegui-lo.

As coisas já não poderiam estar piores quando Percy descobre que aqueles monstros não são um pesadelo. Ele é um meio sangue – metade humano, metade Deus-, filho de um dos doze Deuses do Olimpo e irá para uma campo de treinamento muito especial, onde será treinado para desenvolver os seus poderes e estará protegido dos monstros que o perseguem.

No acampamento meio sangue Percy recebe uma difícil missão. O raio de Zeus foi roubado e ele deverá recuperá-lo em 10 dias para evitar uma guerra que colocaria em risco todo o Olimpo e a paz mundial. Para isso ele terá que enfrentar vários desafios: além de encontrar o ladrão, terá que enfrentar o pai que o abandonou, resolver o enigma do Oráculo e desvendar uma traição.

Com a ajuda de seus dois novos amigos - o sátiro Grover e a filha de Atena Annabeth -, nosso herói descerá ao mundo inferior a procura de Hades, enfrentará dois deuses e vários monstros mitológicos e tentará salvar uma pessoa amada. Um herói em treinamento contra a fúria dos Deuses do Olimpo, um livro deliciosamente emocionante.

Sem dúvida é um ótimo livro de fantasia, repleto de aventuras e descobertas. A narrativa embora simples é ágil e tem bastante senso de humor. Semelhanças com Harry Potter? Diversas. Eu sou fã do Harry Potter e achei inúmeras situações muito parecidas: garoto problema e com uma vida sofrida que vira O herói da noite para o dia, a magia, a divisão da escola, dois amigos inseparáveis, uma profecia, etc. Em minha opinião estas semelhanças não atrapalham em nada a saga, que mostra de uma forma inovadora, a mitologia grega inserida no mundo atual. Imperdível para quem gosta de livros de fantasia e aventura juvenis.

“Quando olhei para cima, o sinal já estava desaparecendo, mas ainda pude distinguir o holograma de luz verde, girando e cintilando. Uma lança de três pontas: um tridente.
- Seu pai – murmurou Anabeth. – Isso realmente não é bom.
- Está determinado. – anunciou Quíron.
Por toda a minha volta, os campistas começaram a se ajoelhar, até mesmo o chalé de Ares, embora não parecessem muito felizes com isso.
- Meu pai? – perguntei, completamente perplexo.
- Poseidon – disse Quíron. – Senhor dos Terremotos. Portador das Tempestades. Pai dos Cavalos. Salve, Perseu Jackson, Filho do Deus do Mar.”

“Você irá para o oeste, e irá enfrentar o deus que se tornou desleal.
Você irá encontrar o que foi roubado, e o verá devolvido em segurança.
Você será traído por aquele que o chama de amigo.
E, no fim, irá fracassar em salvar aquilo que mais importa.”

Ainda precisa mais? Assistam ao trailer do filme!!

Logan Lerman, Sean Bean, Uma Thurman, Rosario Dawson e Pierce Brosnan estrelam o longa dirigido por Chris Columbus. A estreia está prevista para o dia 12 de fevereiro de 2010.

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO