target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A queda dos cinco - Pittacus Lore

>>  terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

LORE, Pittacus. A queda dos cinco. Rio de Janeiro: Editora Intrínseca, 2013. 288p. (Os legados de Lorien, v.4). Título original: The fall of five.

“Seis e Sarah correm em direção ao homem alto e barbado de meia-idade, que desce do teto de uma lata-velha. Ele está segurando um rifle com mira a laser. A princípio, acho que é apenas um bom samaritano – quem não atiraria em um verme gigante que estivesse causando tumulto na vizinhança? Mas ele tem algo de muito familiar.
E então noto outra pessoa parada ao lado do carro. Está ajudando o homem mais velho a descer da posição de franco-atirador; quando Seis se aproxima, ela quase o derruba com um abraço. Meu queixo cai e imediatamente começo a correr.” p.114

Este autor acaba com o meu coração, já é um suplício ter que esperar entre um livro e outro, e neste volume eu quase morri de tenta agonia para saber o que iria acontecer, afinal, o título é bem desanimador, vocês não acham? Eu só estava esperando a bomba, e agora vou sofrer de novo até lançarem o próximo. Mas estou me adiantando, os aliens mais fofos da literatura juvenil estão de volta combatendo os aliens do mal que querem dominar a Terra em A queda dos cinco do Pittacus Lore.

Contém spoilers para quem não leu os livros anteriores da série.

Em Eu sou o número quatro conhecemos John Smith, um dos nove gardes que foram enviados a Terra junto com seus cêpans, quando seu planeta Lorian foi aparentemente destruído. Cada um deles tem um número e eles só podem ser mortos na ordem, os números 1, 2 e 3 foram assassinados e John pode ser o próximo. Em sua luta por sobrevivência ele se apaixona perdidamente por Sarah, uma humana, e quando tudo parecia ter chegado ao fim, acaba sendo salvo por Seis, uma garde bem mais forte. Juntos eles fogem. Ao lado deles está Sam, humano e melhor amigo de John. Em O poder dos seis acompanhamos a fuga de John, Seis e Sam. E por outro lado ficamos conhecendo Marina, a número Sete, que vive na Itália. Enquanto Quatro solta fogo pelas mãos e Seis pode ficar invisível, Sete é capaz de curar, um dom importante para todos. Quatro e Seis querem localizar os outros gardes, eles precisam se unir e lutar. Separados eles são fracos, separados acabariam todos mortos. A ascensão dos nove já começa cheio de adrenalina, depois de invadirem a prisão Mogadoriana na tentativa de salvar Sarah, Quatro encontra o número Nove, prisioneiro há tempos, já que não podiam matá-lo, mas Sam é aprisionado no processo. Nove quer fugir para longe daquele lugar, mas Quatro insiste em voltar para resgatar os amigos e a namorada. Seis foi a Espanha em busca da número Sete, e junto com ela encontrou uma surpresa, a número Dez. Ella é bem mais nova e chegou a Terra em outra nave. Agora elas precisam voltar e reencontrar Quatro. Agora todos sabem que o encanto foi quebrado, todos podem ser mortos em qualquer ordem, então precisam reunir e ficar mais fortes. Eles encontram o número Oito, que pode se transformar em qualquer ser que ele tenha uma imagem clara, uma ajuda na hora da luta.

A maior expectativa de John estava em reunir todos os Gardes e se preparar para a luta final contra os Mogadorianos. Mas ele estava errado, após enfrentarem Setrákus Ra e quase morrerem, ele descobre que estão em desvantagem. Ele e os outros não conhecem todos os seus legados, não estão fortes o suficientes ou treinados para lutarem juntos. Mas John agora tem Sarah a seu lado, e a namorada não está disposta a ser sempre uma vítima, ela também quer treinar para a batalha. John está confuso e sem saber como agir, ainda não se conformou com a perda de Sam.

Enquanto se recuperam, eles esperam e treinam na cobertura de Nove em Chicago. Ella tem pesadelos estranhos e está cada dia mais assustada, ainda não se recuperou da perda de seu cêpan. Marina sabe que precisa lutar, mas está satisfeita com ter Oito ao seu lado, os dois formaram um casal. Seis está incomodada com o clima estranho após a volta de Sarah, ela e Quatro mal se falam. Nove quer botar para quebrar, atacar e destruir tudo como sempre.

Apesar de poderosos, sabem que não estão fortes o suficientes para lutarem sozinhos contra um exército inteiro. Eles precisam domar seus legados, aprender a trabalhar em equipe. Mais do que isso, precisam encontrar o número Cinco.  Mal sabem eles do que estar por vir, e das perdas que sofrerão no caminho.

~~~~~~~

O melhor livro da série até agora! Eu amei! Sofri junto com os personagens; sabia que algo ruim estava para acontecer e fiquei desesperada quando eles caminharam direto para a armadilha. Este volume tem mais ação, os personagens amadureceram e enfim, as batalhas estão acontecendo. E a narrativa se alterna entre Sam (quase surtei!Um dos meus preferidos e ninguém sabia o seu destino), John e Marina.

Acho que os autores acordaram e corrigiram alguns problemas dos volumes anteriores. John, por exemplo, enfim encontrou seu caminho como líder do grupo e deixou de ser tão imaturo.  Eu sempre reclamava da atitude dos gardes, aliens assassinos atrás deles e eles fazendo turismo, arrumando namoradas e passeando no parque como se nada estivesse acontecendo aff.  

Acontece tanta coisa neste volume, a maior surpresa é Sam que já começa como narrador e depois temos a busca pelo número Cinco, o único que falta se unir ao grupo. Temos também uma surpresa com um mogadoriano, que logo no começo do livro já ajuda um personagem e mostra que nem todos eles são necessariamente do mal.

Sarah amadureceu, deixou de ser mimada e birrenta e resolveu aprender a atirar. John achou seu caminho. Já Nove continua inconsequente e falando besteira o tempo todo. Achei que eles foram bastante inocentes, eu estava vendo para onde tudo caminhava, sabia que vinha uma armadilha e eles não sacavam nada. Fui ficando desesperada, era esperado, mas fiquei com o coração partido com o final do livro.

E mais uma vez terminou me deixando muito curiosa e desesperada para ler logo o próximo da série. Acho que quando terminarem de lançar gostaria de reler todos em sequencia. 
A série é pura adrenalina, o enredo é ótimo e eu indico para todos que curtem aventuras juvenis, vocês precisam ler!!

Série os Legados de Lorien
  1. Eu sou o número quatro ( I am number four)
  2. O poder dos seis (The Power of Six )
  3. A ascensão dos nove (The rise of nine)
  4. A queda dos cinco (The fall of five)
  5. A vingança dos sete (The revenge of seven)
  6. O destino da número dez (The fate of ten)
  7. Unidos somos um (United as one).
Os Arquivos perdidos (Contos interligados)
- Os Legados da Número Seis (The Lost Files: Six's Legacy)
- Os Legados do Número Nove (The Lost Files: Nine's Legacy)
- Os legados dos mortos (The Lost Files: The fallen legacy)
- A busca por Sam (The search for Sam)
- Os últimos dias de Lorien (The last days of Lorien)


- Os esquecidos (The Lost Files: The forgotten ones)
- Os Legados do Número cinco (The Lost Files: Five's Legacy).
- De volta a Paradise (Return to Paradise)
- A traição do número Cinco (Five's Betrayal)
- A fuga (The fugitive)
- A navegadora (The navigator)
- Guarda (The guard)
-  O despertar dos legados (Legacies reborn)
-  A última defesa (Last defense)
- A caçada (Hunt for the garde)


Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO